9 de julho de 2018

Resenha: Tenta-me – Patricia Geller.

em 9 de julho de 2018

11 comentários
Título: Tenta-me.
Série: La Chica de Servicio #1.
Autor: Patricia Geller.
Editora: Bezz.
Gênero: Romance, erótico, drama.
Categoria: Literatura estrangeira.
Páginas: 449. Ano: 2015.
Idioma: Português.
ISBN 13: 978856895234.
ISBN 10: B018YJBXRW.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Quando a jovem Gisele Stone começou a trabalhar na casa dos Campbell como criada, nem imaginava que sua vida jamais seria a mesma. Mas Matt, o filho mais novo do casal, é um homem frio, atormentado, de forte personalidade e caráter instável. Assim que vê a garota, passa a desejá-la e quer submetê-la à sua vontade. Mas Gisele, que não é uma mulher submissa, logo recuperará o controle da situação. Refugiados na clandestinidade, darão início a uma paixão insaciável. Contudo, quando sentimentos como ciúme, medo e a desconfiança começam a tomar posse do casal, ambos vêem seu amor posto à prova. Será este amor suficiente para que os dois titãs se rendam e consigam superar seus medos?


Resultado de imagem para barrinha png

Olá pessoal! Vamos embarcar neste romance intenso entre Gisele e Matt? Clica aí e segue lendo!

Gisele começou a trabalhar na casa dos Campbell como criada, com o dinheiro que vai receber pretende pagar o mestrado de jornalismo com o qual tanto sonha em cursar, não estava nada empolgada, mas no momento era o que tinha, e como sua amiga e seu irmão trabalhavam lá também, isso tornava mais fácil à jornada de trabalho.

Mas tudo mudou quando conheceu um dos filhos do patrão, Matt um moreno de olhos verdes com sua arrogância e prepotência, que achava que todos tinham que fazer o que ele queria e quando não conseguia ficava irado.

No entanto, ao conhecer a vivacidade e o carisma de Gisele, ele tenta a todo custo seduzi-la. Todavia, ela é esperta, saiu de um relacionamento insatisfeita pelo rumo que tinham tomado e não vai cair em outro tão cedo.

Matt é persistente, faz uma proposta indecente a Gisele e as coisas começam a tomar um rumo que eles não imaginavam, e é aí que a história começa a se complicar. Um relacionamento as escondidas, entre patrão arrogante e a empregada desbocada, ao meu ver não poderia sair dali nada de bom. Gisele se deixou envolver, quando notou que estava se tornando em algo mais sério, já era tarde demais.

“Você ainda é, e isso me encanta.” – Passo minhas pernas ao redor dele, roçando-me para iniciar a sedução. – “Matt, eu tinha problemas em me relacionar com homens... Tudo parecia sem graça e não me animava a me deixar ser conquistada por ninguém... Mas porque nenhum deles era o que eu esperava. Sua atitude dominante me enlouqueceu. Sonhava com um homem que me desafiasse, que tivesse caráter... e você chegou, Campbell.

Matt era uma pessoa complicada, possessivo, ciumento, inseguro e carente. Tinha medo de ficar sozinho, os “amigos” que lhe rondavam estavam por perto apenas para usufruir de seu dinheiro e lhe colocar para baixo. Portanto, quando Gisele entrou em sua vida começou os desentendimentos, os questionamentos em relação a tudo, quando as coisas pareciam melhorar, que agora iriam bem, uma bomba estoura...

Não vou entrar em mais detalhes, pois não quero deixar spoilers aqui, mas a imaturidade de Matt me incomodou um pouco, e o comportamento de Gisele em relação a ele também. Ficou parecendo que ela sumiria a qualquer momento, pois estava ficando sufocada de tanta perseguição. O homem é muito intenso em relação a ela, vivia em uma montanha russa de personalidade, os dois juntos eram completamente opostos um do outro, mas no fim podemos acompanhar um crescimento na relação.

Outra questão que me incomodou, é que todo mundo se mete na vida deles, os irmãos e amigos querendo tirar satisfação, um drama familiar é bom na história, mas desde que não se torna uma tortura para os personagens.

Fico imóvel com a notícia e o pouco que construí desmorona ao meu redor... Alicia tem o que é necessário para amarrar Matt, e ele vai me culpar pelo que aconteceu ontem... Vai correr para ela, irá consolá-la, mimá-la. Quero chorar e gritar, estou farta disso!

Preciso confessar que adoro um drama, principalmente quando os problemas são para o crescimento dos personagens, mas sabe quando você não vê uma luz no fim do túnel? Foi assim que me senti em relação aos personagem dessa historia. Preciso dizer que, o enredo também me fez dar muitas risadas com a Gisele, ela é muito espontânea e bem humorada, merece ser feliz. Os personagens secundários estão muito presente na trama, apesar de muitas vezes eu ter ficado com raiva deles, adorei cada momento da leitura – risos.

O livro é narrado em primeira pessoa, por Gisele, o que torna tudo mais divertido. Quanto à revisão, não notei erros. A edição conta com uma fonte em um tamanho confortável para a leitura, as páginas são amareladas, quer dizer que não forçamos os olhos para ler. A capa condiz muito com a história.

Preciso dizer também que o livro não para por aí, e que agora fico na espera pela continuação do drama entre Gisele e Matt, esse é o primeiro livro de uma trilogia, portanto, agora é esperar as cenas dos próximos capítulos; eu estou super ansiosa para ler o que Patricia vai trazer para nós.

Se recomendo? Claro que sim! Recomendo para aquele leitores que são amantes de livros eróticos carregados com uma pitada intensa de drama.

Patricia Geller nasceu em um município de Cádiz, onde reside atualmente. Ela é casada e é mãe de dois filhos. Ela sempre foi apaixonada pela leitura, até que decidiu começar de maneira não profissional no mundo das letras com alguma história. Ela está muito entusiasmada com a publicação de sua trilogia "La chica de servicio" e já iniciou novos projetos de publicação. 

Classificação:

Até mais!

11 comentários :

  1. Olá.

    Não conhecia o livro, mas gostei da trama. Gosto quando os problemas que os personagens enfrentam os deixam ainda mais maduros e aprendem muito com isso. Única coisa que não gosto muito é o gênero erótico. Não leria o livro por conta disso, mas exceto isso, ele parece muito bem desenvolvido.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  2. Oie Cris, tudo bem?

    Não conhecia o livro. E gostei da premissa, mesmo com suas ressalvas quero muito ler. E saber que tem continuação me animou um pouco! Anotei a dica com certeza!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Cris!
    Não curto personagens possessivos, então, torci total o livro para esse livro. Outra coisa que não me agradou nessa história foi o fato de a família se meter tanto na história, sabe?
    Acho que fãs do gênero podem curtir muito essa leitura, mas não é pra mim :(
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, dos quotes, não gostei muito do enredo nem da capa, mas leria, sim!
    Li algo sobre o segundo livro e me agradou mais que esse primeiro, mas enfim...
    Muito sucesso pra ti! Beijinhos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Gostei bastante de sua resenha... Muito bem escrita <3
    Porém não curto muito o gênero a qual ela pertence, portanto, prefiro passar a dica, mas, tenho umas amigas que curtem leituras assim então vou indicar seu post para elas.
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um livro interessante, ainda que possa parecer clichê num primeiro momento. Mas acho que existe potencial para muitas surpresas.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro, mas achei bem legal e fiquei curiosa apesar de achar a capa feia. Foi bem legal conferir suas impressões e confesso que evito dramas, costumo me envolver muito, então evito sofrer.
    Valeu pela dica. Parabéns pela leitura e divulgação.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Eita primeiro de uma trilogia?! Confesso que estou fugindo de livros que são séries, principalmente em romances, por isso não sei se seria uma boa dica para mim no momento. Não conhecia a autora, mas parece ser bem promissora. Dica para um futuro, quem sabe?! Adorei a resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Cris,
    Se você que gosta do gênero deu 3 estrelas, eu não vou nem passar perto hahahaha, já faz um tempo que ando fugindo de romances eróticos, parece que é o mais do mesmo, mas não de uma forma positiva como os clichês de chick-lit.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  10. Olá Cris,
    Gosto desse gênero, mas ultimamente ando ficando em outros gêneros para não saturar, sabe? No início achei ate a história interessante, mas ao decorrer da leitura notei que iria achar um pouco maçante. E por esse motivo vou deixar a dica passar dessa vez.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  11. Oi Cris
    Não lembro em qual livro mas já li algo em q havia essa resistência do casal. Pena vc não ter curtido totalmente, houve alguns deslizes da autora em relação aos outros personagens ne.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO