31 de janeiro de 2019

Cinema & Tal: Bumblebee.

em 31 de janeiro de 2019

8 comentários
Filme: Bumblebee.
Gênero: Ação, ficção científica, infantil.
Duração: 1 hora e 54 minutos.
Musica: Mario Marianelli. 
Lançamento: 25 de Dezembro de 2018.
Direção: Travis Knight.
Distribuidora: Paramount Pictures.
Produção: Michael Bay, Lorenzo di Bonaventura e mais...
Elenco: Hailee Steinfeld, John Cena, Jorge Lendeborg Jr e mais...


Sinopse: 1987. Refugiado num ferro-velho numa pequena cidade praiana da Califórnia, Bumblebee, um fusca amarelo aos pedaços, machucado e sem condição de uso, é encontrado e consertado pela jovem Charlie (Hailee Steinfeld), às vésperas de completar 18 anos. Só quando Bee ganha vida ela enfim nota que seu novo amigo é bem mais do que um simples automóvel.


Olá! Sabe aquele filme que assistimos e queremos guardar em uma caixinha para proteger? Pois é, Bumblebee é esse filme pra minha pessoa. A trama é comovente, como ele chega ao nosso planeta Terra e perde sua memória. Bem, sem mais delongas, vamos a resenha?!

30 de janeiro de 2019

Resenha: Serafina e a Capa Preta – Robert Beatty.

em 30 de janeiro de 2019

13 comentários
Título: Serafina e a Capa Preta.
Autor: Robert Beatty.
Série: Serafina #1.
Editora: Valentina.
Gênero: Fantasia, ficção, infantojuvenil, literatura estrangeira, suspense e mistério.
Páginas: 240. Ano: 2018.
Idioma: Português.
ISBN-13: 9788558890588. 
ISBN-10: 8558890587.
Skoob: aqui.

Cortesia / Editora Parceira LT 18/19.

Sinopse: Serafina nunca teve motivos para desobedecer ao seu pai e se aventurar além da Mansão Biltmore. Há espaço de sobra para ser explorado naquela casa imensa, embora ela precise tomar cuidado para jamais ser vista.

Nenhum dos ricaços lá de cima sabe da existência de Serafina; ela e o pai, o responsável pela manutenção das máquinas, moram secretamente no porão desde que a garota se entende por gente. Mas quando as crianças da propriedade começam a desaparecer, somente Serafina sabe quem é o culpado: um homem aterrorizante, vestido com uma capa preta, que espreita pelos corredores de Biltmore à noite. Após ela própria ter conseguido – depois de uma incrível disputa de habilidades – escapar do vilão, Serafina arriscará tudo ao unir forças com Braeden Vanderbilt, o jovem sobrinho dos donos de Biltmore.

Braeden e Serafina deverão descobrir a verdadeira identidade do Homem da Capa Preta antes que todas as crianças... A busca de Serafina a levará ao interior da mesma floresta que tanto aprendeu a temer. Lá, descobrirá um esquecido legado de magia, que tem relação com a sua própria origem. Para salvar as crianças, Serafina deverá procurar as respostas que solucionarão o quebra-cabeça do seu passado.


Oláááááááá, Pessoal! Como estão?

Hoje venho trazer para vocês a resenha de um livro que me conquistou pela capa e que ao mesmo tempo, me tirou completamente da minha zona de conforto literária.

Querem saber o que achei de Serafina e a Capa Preta?

Continuem a ler!

29 de janeiro de 2019

[Sorteio de Aniversário] Blog Lendo e Escrevendo – 7 anos.

em 29 de janeiro de 2019

1 comentário

Oiii pessoal! 

É sorteio que vocês querem? Então, é sorteio que vocês terão!

28 de janeiro de 2019

Resenha: Princesa de Papel – Erin Watt.

em 28 de janeiro de 2019

14 comentários
Título: Princesa de Papel.
Série: The Royals #1.
Autora: Erin Watt.
Editora: Essência.
Gênero: Ficção, jovem adulto, literatura estrangeira, romance.
Ano: 2017. Páginas: 368.
Idioma: Português.
ISBN-13: 9788542208870.
ISBN-10: 8542208870.
Encontre no Skoob.

Sinopse: O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA. 

Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. 

É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. 

Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo. 

“Intenso, quente e assustador – eu não consigo parar de pensar em Princesa de papel”  Emma Chase, autora da Série Tangled.


Oi gente!! Como estão hoje?

Venho com prazer trazer para vocês a primeira resenha de um dos primeiros livros que li em 2019!

Vocês não tem ideia do quanto queria ler essa série desde o seu lançamento! Querem saber o que achei desse primeiro livro da série Royals?

Bem, continuem lendo!

27 de janeiro de 2019

Resenha: 172 horas na lua – Johan Harstad.

em 27 de janeiro de 2019

14 comentários
Título: 172 horas na lua.
Autora: Johan Harstad.
ISBN-13: 9788581637099.
ISBN-10: 8581637094.
Ano: 2015. Páginas: 288.
Idioma: Português.
Editora: Novo Conceito.
Gênero: Suspense e mistério, ficção científica, literatura estrangeira.
Encontre no Skoob.

Sinopse: O ano é 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez. 

Três adolescentes comuns vencem um sorteio mundial promovido pela NASA. Eles vão passar uma semana na base lunar DARLAH 2   um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano. Mia, Midore e Antoine se consideram os jovens mais sortudos do mundo.

Mal sabem eles que a NASA tinha motivos para não ter enviado mais ninguém à Lua. Eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer... Prepare-se para a contagem regressiva.


Fala aí galera, tudo bem com vocês? Aqui quem fala é o Júlio e embarquei num dos meus gêneros favoritos dessa vez, com um toque bem grande de terror... História bem legal que chega a dar arrepios em certos momentos.

Venham comigo!

26 de janeiro de 2019

Filmes & Tal: Verdade ou Desafio.

em 26 de janeiro de 2019

7 comentários
Título: Verdade ou desafio.
Título original: Truth or Dare.
Diretor: Jeff Wadlow.
Roteiro: Jillian Jacobs, Michael Reisz, Christopher Roach, Jeff Wadlow.
Produção: Jason Blum, Couper Samuelson.
Distribuidor: Universal Pictures.
Gênero: Terror, suspense.
Lançamento: 03/ 05/ 2018.
Musica: Matthew Margeson.
Elenco: Lucy Hale, Tyler Posey, Violett Beane, Sophia Ali, Nolan Gerard Funk, Landon Liboiron, Sam Lerner.

Sinopse: Olivia, Lucas e um grupo de amigos viajam ao México como uma despedida antes da formatura. Lá, um estranho convence um dos estudantes a jogar um aparentemente inofensivo jogo de verdade ou desafio com os outros. Ao começar, o jogo desperta algo maligno - um demônio que força os amigos a compartilharem segredos sombrios e confrontarem seus medos mais profundos. A regra é simples, porém cruel: fale a verdade ou morra, faça o desafio ou morra, e se parar de jogar, também morre.


Olá! Olha eu de volta para mais uma resenha de filmes, esse, particularmente, me lembra um pouco a época escolar. Sem mais delongas, vamos lá?!

25 de janeiro de 2019

Resenha: No ritmo do amor – Music Street #1 – Brittainy C. Cherry.

em 25 de janeiro de 2019

12 comentários
Título: No ritmo do amor.
Série: Music Street #1.
Autora: Brittainy C. Cherry.
ISBN-13: 9788501113399.
ISBN-10: 8501113395.
Ano: 2018. Páginas: 336.
Idioma: Português.
Editora: Record.
Gênero: Ficção, literatura estrangeira, romance.
Encontre no Skoob.

Sinopse: Duas almas atormentadas unidas por uma grande paixão.

A linda e encantadora Jasmine Greene nasceu para brilhar. Cantora nata, ela cresceu sabendo que tinha vindo ao mundo para ser famosa, pois sua mãe — uma artista frustrada que concentrava na filha todas as suas expectativas — não a deixava se esquecer disso um minuto sequer. A vida da jovem de 16 anos se resume a estúdios, aulas de dança e canto e a inúmeros testes para ser o grande nome da música pop. Ela não tem tempo nem de ir à escola, é educada em casa e sofre com a rotina atribulada. Para Jasmine, o pior de tudo é não poder cantar soul, sua paixão.

Mas ela não reclama, porque, na verdade, seu maior sonho é fazer com que a mãe tenha orgulho dela. Elliott Adams é uma alma atormentada. Para ele, cada dia é uma batalha a ser vencida. O rapaz tímido, humilde e franzino sofre bullying na escola por causa de sua aparência e por ser gago. Mas ele é mais forte do que imagina e encontrou em seu saxofone uma válvula de escape. Tira todas as suas forças dos acordes de Duke Ellington, Charlie Parker e Ella Fitzgerald, seus maiores ídolos. 

Quando Jasmine finalmente consegue a permissão da mãe para frequentar a escola pela primeira vez na vida, sente que ganhou na loteria. Adora estar cercada de pessoas da sua idade, que vivem os mesmos dilemas e questionamentos... ela só odeia ver o garoto mais encantador que já conheceu na vida sofrer na mão dos valentões e fará tudo o que estiver ao seu alcance para mostrar a Elliott que ele não está sozinho. Aos poucos, esses dois jovens sofredores irão descobrir que têm muito mais em comum do que o amor pela música. Mas será que vão superar as reviravoltas que o destino preparou para eles?


Oi, oi... Todo leitor tem na vida uma lista de autores seletos nos quais confia inteiramente e que seria capaz de ler até a lista de mercado que escrevessem. Bom, Brittainy é uma dessas autoras para mim.

Querem saber o que achei da obra? Continuem a ler...

24 de janeiro de 2019

Resenha: Cadu e Mari – AC Meyer.

em 24 de janeiro de 2019

11 comentários


Título: Cadu e Mari.
Autora: AC Meyer.
ISBN-13: 9788501109316.
ISBN-10: 8501109312.
Ano: 2017. Páginas: 280.
Idioma: Português.
Editora: Galera Record.
Categoria: Literatura Nacional, romance.
Encontre no Skoob.
Compre: Amazon.

Sinopse: Mariana trabalha em uma badalada revista de moda. Tem um bom salário, é muito competente... E tem uma queda pelo chefe, daquelas bem poderosas. 

Eles vivem em mundos completamente diferentes, e Mariana sabe que nunca acontecerá nada entre os dois. Até que Carlos Eduardo repara que sua secretária é muito, muito bonita. O amor entre os dois é arrebatador, e Cadu e Mari sentem que nasceram um para o outro. 

Mas as coisas logo começam a desandar. Talvez Cadu ainda não esteja preparado para confiar em uma pessoa que teve uma vida tão diferente da sua; talvez Mari ainda não se sinta segura em dividir sua realidade com o chefe. Para viver esse amor, os dois precisarão enfrentar preconceitos e vencer intrigas. Será que estão prontos?


Oi gente, tudo bem? Espero que sim!
Hoje a resenha vai ser de livro nacional, dessa autora que adoro, AC. Meyer. Vamos conhecer a história de Cadu e Mari? Segue lendo!

23 de janeiro de 2019

Resenha: O segredo do Conde – Os sedutores de Havisham #2.

em 23 de janeiro de 2019

11 comentários

Título: O Segredo do Conde.
Série/Trilogia: Os sedutores de Havisham #2.
Autora: Lorraine Heath.
ISBN-13: 9788582355107.
ISBN-10: 8582355106.
Ano: 2018. Páginas: 284.
Idioma: Português.
Editora: Gutenberg.
Gênero: Ficção, literatura estrangeira, romance, romance de época.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Numa noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney em um jardim escuro. No entanto, a paixão que ela agita dentro dele, deve ser deixada nas sombras, isto porque ela ama seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando a tragédia ataca, para honrar o voto que ele faz ao seu irmão moribundo, Edward deve fingir ser Greyling até a condessa entregar seu bebê. 

Depois que seu marido retorna de uma estada de dois meses, Julia o encontra mudado. Mais ousado, mais atrevido e mais perverso, mesmo que ele limite seus encontros para beijos. A cada dia que passa, ela se apaixona mais profundamente.

Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite há muito tempo são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o marido dela de verdade. Mas se ela descobrir sua artimanha, ela o desprezará – e a lei inglesa o impede de se casar com a viúva de seu irmão.

No entanto, ele deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos se ele realmente deve levar tudo.


Olá! É, finalmente desvendei "O segredo do Conde" e? Bem, não sei nem como escrever sobre esse livro para vocês. 

Quando li "Codinome Lady V", o primeiro volume de "Os sedutores de Havisham" desenvolvi uma teoria para quando chegasse a vez de Edward, sendo que eu não tinha pesquisado, na época, qual seria o próximo livro da trilogia, cheguei a comentar com uma amiga minha teoria, ela leu "O segredo do Conde" antes de mim e me disse: Você estava certa... E? Lascou-se! Agora que chegou minha oportunidade de lê-lo fui com o coração apertado ao virar de cada página, do começo ao fim. 

Bem, sem mais delongas, vamos logo para essa resenha e ver de que forma posso abordar o enredo que as 284 páginas desse livro trazem, para apresentá-lo pra vocês. Cliquem aí e sigam lendo!

22 de janeiro de 2019

Resenha: Olhos sangrentos – Lêticia Lopes.

em 22 de janeiro de 2019

13 comentários

Título: Olhos sangrentos.
Autora: Lêticia Lopes.
ISBN: B07HDHZ7FN.
Ano: 2018. Páginas: 148.
Idioma: Português.
Editora: Independente.
Formato: E-bbok.
Gênero: Horror, suspense, mistério, terror, literatura brasileira.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.
Cortesia / Autora Parceira LT 2018.

Sinopse: Três adolescentes, Sarah, Ana e Meg, saem de casa no meio da noite às escondidas, para andarem pelas ruas da cidade de Luzia, cidade fictícia no interior do estado do Ceará, a fim de encontrarem aventuras assustadoras e, depois das experiências, terem suas próprias histórias de terror para contar. No caminho, algo as chama atenção e elas se deparam com uma casa que estava com a porta convidativamente aberta. Movidas pela curiosidade, elas entram no lugar e passam a desvendar o que há em seu interior.

Só quando uma delas some é que as duas restantes se dão conta de que estão lidando com uma força sobrenatural cujos poderes são desconhecidos. O ser as prende na casa e a expectativa de poder sair se esvai a cada minuto, até que Sarah, sozinha e sem saber se o que está vivendo é real ou não, encontra uma faísca de esperança quando, de repente, Arthur, irmão de uma de suas amigas, surge.

Envolvida em uma melancolia profunda, será Sarah quem terá de lidar com a inconstância do fantasma, o qual quer sua companhia a todo custo, tendo de lidar com demônios de seu próprio passado que voltam para atormentá-la. Sarah terá de se manter firme e encontrar uma saída para salvar a si e aos seus amigos, sendo tudo de que ela dispõe para tal, seus próprios sentimentos, sua coragem e o passado do fantasma.


O que você faria se procurasse uma aventura e acabasse presa nela? Não é tão difícil para nós, leitores, respondermos, afinal, mergulhamos de cabeça em uma nova aventura a cada livro. Então, vamos lá, pois lhe apresento “Olhos sangrentos”!

21 de janeiro de 2019

Resenha: Os números do amor – The Kiss Quotient #1 – Helen Hoang.

em 21 de janeiro de 2019

18 comentários
Título: Os números do amor.
Nem a mais exata das ciências é capaz de prever por quem vamos nos apaixonar.
Série: The Kiss Quotient #1.
Autora: Helen Hoang.
ISBN-13: 9788584391257.
ISBN-10: 8584391258.
Ano: 2018. Páginas: 280.
Idioma: Português.
Editora: Paralela.
Gênero: Chick-lit, ficção, literatura estrangeira, romance.
Encontre no Skoob.

Sinopse: Um romance que prova que o amor muitas vezes supera a lógica.

Já passou da hora de Stella se casar e constituir família — pelo menos é isso que sua mãe acha. Mas se relacionar com o sexo oposto não é nada fácil para ela: talentosa e bem-sucedida, a econometrista é portadora de Asperger, um transtorno do espectro autista caracterizado por dificuldades nas relações sociais. Se para ela a análise de dados é uma tarefa simples, lidar com os embaraços que uma interação cara a cara podem trazer parece uma missão impossível. Diante desse impasse, Stella bola um plano bem inusitado: contratar um acompanhante para ensiná-la a ser uma boa namorada.

Enfrentando uma pilha cada vez maior de contas, Michael Phan usa seu charme e sua aparência para conseguir um dinheiro extra. O acompanhante de luxo tem uma regra que segue à risca: nada de clientes reincidentes. Mas ele se rende à tentação de quebrá-la quando Stella entra em sua vida com uma proposta nada convencional.

Quanto mais tempo passam juntos, mais Michael se encanta com a mente brilhante de Stella. E ela, pela primeira vez, vai se sentir impelida a sair de sua zona de conforto para descobrir a equação do amor.


Oi, oi! Como estão?

Hoje trago para vocês a resenha de um livro que conheci através de vários blogs literários. Ele me chamou a atenção por uma série de fatores, mas acredito que seja interessante falar sobre eles ao longo da resenha, não é? Preparados para saber o que achei sobre “Os números do amor?

Continuem a ler!

20 de janeiro de 2019

Indicação de anime: Kishuku Gakkou no Juliet.

em 20 de janeiro de 2019

9 comentários
Título: Kishuku Gakkou no Juliet.
Autor: Yousuke Kaneda.
Estúdio: Liden Films.
Episódios: 12.
Emissora: Amazon Video.
Gênero: Ação, Comédia Escolar, Romance.
Ano: 2018.
Status: 1ª Temporada.

Sinopse: A história se passa na Academia Grigio, onde os estudantes vêm de dois países rivais, conhecidos como 'Black Dogs' e 'White Cats'. Persia e Inuzuka são líderes de seus dormitórios em perspectiva, mas estão secretamente apaixonados um pelo outro. Agora, eles devem manter seu relacionamento em segredo dos outros colegas de dormitório enquanto tentam evitar problemas.


Boa noite galera! O anime dessa semana é de um gênero que não costumo assistir mas que me chamou a atenção por misturar ação e comédia romântica numa mesma história. Ficaram curiosos? Sigam lendo!!

19 de janeiro de 2019

[Filmes & Tal] WiFi Ralph – Quebrando a Internet.

em 19 de janeiro de 2019

7 comentários
Título: WiFi Ralph - Quebrando a internet
Lançamento: 3 de Janeiro de 2019 - Brasil
Direção: Rich Moore, Phil Johnston
Música: Henry Jackman
Orçamento: 175 milhões USD
Produtoras: Walt Disney Animation Studios, Walt Disney Pictures.


Sinopse: Ralph, o mais famoso vilão dos videogames, e Vanellope, sua companheira atrapalhada, iniciam mais uma arriscada aventura. Após a gloriosa vitória no Fliperama Litwak, a dupla viaja para a world wide web, no universo expansivo e desconhecido da internet. Dessa vez, a missão é achar uma peça reserva para salvar o videogame Corrida Doce, de Vanellope. Para isso, eles contam com a ajuda dos "cidadãos da Internet" e de Yess, a alma por trás do "Buzzztube", um famoso website que dita tendências.

WiFi Ralph é um filme de animação de fantasia-comédia estadunidense, produzido pela Walt Disney Animation Studios e lançado pela Walt Disney Pictures. É a 57.ª longa-metragem da série de clássicos animados da Walt Disney, sendo este a sequência de Detona Ralph, filme lançado em 2012.
Fonte: Wikipédia


Clica aí e vamos juntos conferir o que achei do filme.

18 de janeiro de 2019

Resenha: O Pesadelo dos meus Mestres – Marita A. Hansen.

em 18 de janeiro de 2019

5 comentários
Título: O Pesadelo dos meus Mestres.
Série: Pesadelo dos meus Mestres #1.
1º Temporada: Episódios de 1 - 5. 
Autora: Marita A. Hansen.
Editora: Independente.
Páginas: 325. Ano: 2018.
Idioma: Português.
Gênero: Romance, romance policial, erótico, violência.
ISBN 13:  9781547540990.
ISBN 10:  1547540990.
Compre: aqui.
Encontre no Skoob.
Cortesia / autora parceira LT 2018.

Sinopse: 
Eu não vi isso chegando, não percebi o quanto tudo ficaria diferente dentro do período de um mês, eu me apaixonaria por um homem, eu mataria outro, e perderia meu corpo, minha mente, minha alma – minha liberdade para eles.

Eu era uma mulher operante e forte, alguém enviada para salvar outras mulheres, mas perante esses dois homens eu me tornei fraca — ou fingi ser. Eu não gostava de ser fraca, isso me deixava com raiva. Se eu tivesse liberdade, poderia cortar meus mestres em dois. Mas eu não estava ali por orgulho, estava ali para libertar aquelas mulheres e derrubar os dois homens que as vendiam como escravas sexuais.

Aqueles homens precisavam ser punidos.

E eu faria isso.
Não importava o preço.
Ou o quanto eu perdesse.
Porque sou Rita Kovak.
O PESADELO DOS MEUS MESTRES.


Olá! Esse livro que vou resenhar foi um verdadeiro desafio para mim, a sinopse não chegou nem perto das aflições emocionais que senti ao lê-lo. Sem mais demora, vamos a resenha?!


TOPO