27 de julho de 2018

Pré-venda: Explanações Caninas.

em 27 de julho de 2018

11 comentários

Oi oi gente bonita que frequenta o Livros & Tal! Como estão hoje?

Bom, bom, bom... vim trazer para vocês um pouco sobre o novo lançamento da Editora Sonho Azul que já se encontra em pré-venda e promete fazer todo o leitor que ama os cães suspirarem.

Vem comigo!

Cães, gatos, coelhos, pássaros, roedores, répteis... não importa qual animal seja, ele não é uma coisa e sim um ser vivo. Um ser que respira, se alimenta, sente e pensa, por quê não? Até hoje, eu, como médica veterinária, tenho muitas dúvidas sobre quem é o ser irracional na equação da natureza.

Será que um ser que faz maldade com outro que depende dele de maneira proposital pode ser considerado um animal racional?

Já que estou colocando minha profissão em pauta para falar desse lançamento, tenho que dizer que, na clínica, quase que diariamente, sou obrigada a presenciar determinadas atitudes de tutores que me fazem ter a certeza de que estou certa em amar mil vezes mais os animais do que ao homem. 

Os animais não são seres irracionais, eles sabem, aprendem, sentem. Essa é a principal coisa que me deixa revoltada. As pessoas que tratam o animal como objeto, como se eles não sentissem, não ficassem tristes, estressados e até mesmo em depressão.

Só quem vive a realidade de socorrer animais, de lutar por eles, seja os resgatando, cuidando ou até mesmo alimentando, sabe a dor que é ver um bichinho chorar desesperado porque sente falta do seu dono. Só quem vive sabe o quão desesperador é ver um maldito (desculpe usar essa palavra) jogar um cão pela janela do seu carro e sair acelerando com o animal correndo atrás para tentar alcançar o seu dono, ou o quanto dói ver um animal totalmente desesperado atrás de um prato de comida ou água.

É de cortar o coração. É de se desesperar. De chorar e querer mudar o mundo de qualquer forma, mas, infelizmente, uma andorinha só não faz verão.

A nossa legislação para tratar sobre os crimes contra os animais é muito falha. Primeiro, os animais não são considerados seres vivos e sim "coisas" e a segundo, é que um tutor que é pego em flagrante por maus tratos tem uma pena muito branda, de 3 a 1 ano de cadeia, multa e pronto (sendo que ninguém vai preso por esse período, podendo reverter a pena em trabalhos sociais/voluntários e doações). Sem contar que em toda a lei brasileira, os milhares de códigos e tudo mais, temos somente uma lei, um artigo que trata sobre os maus tratos, que é a lei numero 9.605 / 98. Artigo 32.

Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.
§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Isso é justo? Não, nenhum pouco!

Sendo assim, se a justiça não nos ajuda de maneira adequada, a autora Tatiana Domingues, da maneira dela, tentou nos mostrar através de sua obra, que se encontra desde o dia 20 desse mês em pré-venda, todos os sentimentos dos cães. Desde a alegria, até a tristeza.

De um jeito doce, emocionante e cativante, a Tati procura conscientizar a nós, homens, que para um animal, tudo o que importa somos nós. Que para eles, a lealdade e o amor a nós vem antes de qualquer coisa, até mesmo antes de o seu bem estar e que por isso o mínimo que devemos a eles é uma vida digna, cheia de amor, carinho, respeito e afeto.

Confira agora capa e sinopse dessa obra emocionante que lhe mostrará outra forma de ver a vida.


Imagine se seu amiguinho de pelos pudesse expressar tudo o que está sentindo. Como seria observar o mundo sob o ponto de vista dos cães? Aqui leremos sobre seus sentimentos colocados em singelos relatos. Angústias, medos e alegrias; Todas as emoções serão transmitidas diretamente por eles. O que você pensa quando passa por um cão abandonado na rua? Qual será a história que ele tem para contar? E aquele sapequinha que sempre apronta? Com certeza ele tem uma explicação. Uma coletânea de histórias narradas por vários cãezinhos, de diferentes formas, mas todos com um ponto em comum: um amor imenso pelo ser humano. Conheça as explanações desses anjinhos de quatro patas e não tente conter suas lágrimas



Acesse esse link e garanta o seu exemplar!

Lhe convido a se juntar ao nosso mundo dos protetores, para que possam conhecer um pouquinho mais do que se passa na mente desse seres que só querem nos fazer o bem.

O Livros & Tal firmou uma parceria pontual com a editora para o lançamento dessa obra, sendo assim, logo logo teremos a resenha de Explanações Caninas para vocês.

Um beijo!

11 comentários :

  1. Que livro mais fofo, já quero hehe

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Me tira uma dúvida: esse livro traz relatos de maus tratos com animais? Porque se tiver, eu passo. Eu fico muito sensibilizado quando o assunto é animais,tanto que nunca li e nem irei ler Marley e eu, assim como não assistirei o filme. E essa capa hein? Que coisa mais fofa esse tiozão.Dá vontade de levar pra casa!!!

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  3. Oiiiii,

    Eu não sou fã de livros que tenham animais, principalmente porque eu irremediavelmente acabo sofrendo, com quelaquer coisa que aconteça kkkkk. Mas gostei da ideia de uma obra que irá mostrar o lado dos animais e a incompetência da legislação do nosso país para lidar com eles. Espero que seja sucesso.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Que livro lindo!!! Achei o tema tratado muito importante, e eu acho que todos deviam ler. Eu desde criança fui apaixonado por animais, e não consigo entender como as pessoas podem fazer maldade com os bichinhos. :(
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mayara!
    Particularmente, não gosto muito de ler histórias que trazem temas como abandono de animais (pelo o que entendi, esse é um dos temas do livro né?), mas acho muito importante termos tramas que tratem do assunto para que mais pessoas tenham consciência de que esses seres vivos que tanto nos trazem alegria merecem serem tratados de forma bondosa e com responsabilidade. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Caramba, que livro fofo e que nos coloca pra pensar! Realmente a nossa lesgilação é falha demais pra inumeras coisas, em relação ao trato com os animais consegue ser pior ainda, isso me corta o coração e fico feliz que a autora tenha usado o seu talento para falar de um assunto tão necessário.

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Nunca fui fã de animais domésticos, com exceção dos peixinhos e pássaros. Quando pequena presenciei o atropelamento de um cão e foi a coisa mais devastadora que já presenciei, desde então mantenho distância, uma amiga minha diz que é trauma. Enfim, me interessei pela obra, pois é algo que vai ajudar no processo de conscientização, vejo muitos animais em situações ruins e em sua maioria são cachorros, acredito que essa leitura ajudará bastante nessa situação.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. "Cães, gatos, coelhos, pássaros, roedores, répteis... não importa qual animal seja, ele não é uma coisa e sim um ser vivo." Exatamente, Mayara! Qualquer animal é um ser vivo, que sente, que sofre, que não deveria ser tratado pelo homem como um ser sem importância. É por isso que sou vegetariana. Minha família não consegue compreender que gosto de carne, de frango, peixe, mas optei por cortar tudo isso da minha vida (já faz quase dois anos que cortei tudo, vários anos antes tinha cortado a carne) porque não suportava pensar no sofrimento desses bichinhos que não tinham feito nada para merecer ser assassinados só porque o ser humano prefere o caminho mais fácil do que escolher outros meios de alimentação.

    Eu amo os animais. Para mim eles valem muito. Atualmente tenho uma filha, uma gatinha que me enlouquece, mas que amo com todo o meu coração. Ela é a luz da minha vida. Detesto quando falam que sou "dona" dela. Sempre corrijo a pessoa dizendo que sou mãe, pois a adotei e filhos não são apenas aqueles que parimos.

    É claro que já fiquei muito interessada nesse livro!

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Com certeza, deve ser um lindo livro. Os animais tem sentimentos tão puro, que com certeza vou ficar emocionada ao acompanhar esse relato deles.
    Uma linda indicação, que com certeza faço questão de ler!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. O único livro sobre animais que li ate´hoje, foi Marley. E apesar de nunca ter tido cachorro e nem tenha vontade ter, adorei a leitura e me emocionei muito. Eu tenho um jabuti mal humorado, como costumo dizer, e mesmo sendo um réptil, a gente percebe seus humores e gostos. Gostei bastante da dica.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  11. Tô aqui imaginando a fofura deste livro e já sabendo que ele é a opção perfeita para presentear os amigos que amam pets. Eu não tenho animal de estimação, mas sei do quanto esses anjos peludos são importantes para a vida humana.
    Beijos

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO