17 de maio de 2018

Resenha: Como agarrar uma herdeira – Julia Quinn.

em 17 de maio de 2018

15 comentários
Título: Como agarrar uma herdeira.
Duologia: Agentes da Coroa. Livro: 01.
Autora: Julia Quinn.
Ano: 2017. Páginas: 304.
Idioma: Português.
ISBN-13: 9788580417593.
ISBN-10: 8580417597.
Gênero: Ficção, literatura estrangeira, romance, romance de época.
Editora: Arqueiro.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.

Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.

A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.


Olá, tudo bem com vocês? Espero que sim! 

Não sei vocês, mas eu, Ana, sou uma apaixonada por romances de época, e a Julia Quinn me conquistou profundamente com os sete primeiros livros da série Os Bridgertons (aliás, preciso terminar de ler a série) e com isso, assim que foi possível adquiri Como agarrar uma herdeira e eis que hoje venho contar um pouquinho de como foi a leitura desse livro para mim. Cliquem ali no Leia Mais e vamos lá! 

Foi uma leitura muito prazerosa, a qual realizamos em grupo (um grupo de Mulheres do LT, onde diversas leitoras participam, através do WhatsApp e ao decorrer da leitura debatemos sobre a mesma e chegamos a formar teorias bem divertidas sobre os possíveis caminhos que a história poderia tomar, no fim das contas, Julia é Julia e o romance prevalece, sempre.

Como agarrar uma herdeira tem uma narrativa rápida, envolvente, cativante e intensa. O enredo nos trás uma proposta diferente do que conhecemos anteriormente das obras da Julia. Aqui não lidamos com temporadas e grandes bailes, com as casamenteiras, matriarcas e tudo o mais que, para quem leu Os Bridgertons sabe do que estou falando. Blake é um personagem diferente, resmungão, triste, e de certo modo irritante. Céus, em vários momentos na leitura eu queria poder "entrar" no livro e "bater" nele para ver se o homem conseguia olhar para a frente e não focar apenas no seu trabalho, mas também em viver. No entanto, ao mesmo tempo em que sentimos vontade de dar uns tapas nesse resmungão, queremos colocá-lo no colo e dizer que ele não teve culpa e que tudo ficará bem se ele puder dar uma nova chance para a vida. O que ele viveu no passado justifica seu receio e a tentativa de não se envolver, mas a gente se irrita mesmo assim, normal – risos. 

Caroline é uma mocinha encantadora, que tem uma história de vida difícil, sofrida psicologicamente e até – em partes fisicamente de acordo com todos os lares pelos quais a nossa órfã teve de passar na vida. Não é fácil ver a sua vida virada do avesso sem a presença das pessoas que você mais ama e ter de lidar com estranhos que, na verdade, estão focando apenas no seu dinheiro – ou ter de encontrar meios de se proteger porque seu corpo começa a chamar a atenção conforme você amadurece. 

Com Caroline chegando próximo a maior idade e com isso poder vir a ter o direito sobre a sua herança e também o de tomar conta de sua própria vida como ela desejar e bem entender, seu atual tutor – o último deles – decide que precisa de um meio para que a mocinha seja presa a sua família e a herança dela lhe pertença para sempre, e eles está disposto as piores coisas para conseguir o que quer. Em meio a uma confusão e tiro, Caroline se vê obrigada a fugir e encontrar um modo de se manter fora do alcance de seu carrasco nas próximas semanas até que possa voltar, de modo seguro, para buscar sua fortuna e seus direitos. 

E é assim que Blake se depara com essa moça impertinente e "malandra", que está disposta a fazer de tudo para garantir sua própria segurança e as semanas que faltam para se ver livre do tutor que só quer controlar seu dinheiro e consequentemente destruir sua vida. Blake confunde Caroline com uma espiã – uma traidora do reino – e a rapta para conseguir informações, concedendo a Caroline um refugio sem saber. Caroline é determinada, persistente, dona de uma personalidade forte e não quer incomodar ninguém, depois de dar um jeito de "não falar" para que Blake acreditasse – ainda que temporariamente – que ela era a espiã, Caroline tem seu segredo, de não ser quem ele pensava, revelado com o surgimento de um personagem encantador no enredo. 

O tutor de Caroline está metido em problemas sérios, e isso fará com que Blake encontre uma aliada em Caroline, para colocarem o homem nas grades, e o desenrolar das semanas que tanto Caroline precisa quanto Blake – cada um por seus motivos específicos – vai passando.  Nos deparamos com cenas engraçadas, damos boas risadas, e eu amei a forma com que Caroline conquistou os empregados e a lealdade dos mesmos, nos proporcionando ótimas cenas. A irmã de Blake surge e a confusão só aumenta, até que segredos tem de ser revelados e atitudes tomadas. 

Não posso contar muito da história, mas posso garantir que para quem busca uma leitura rápida, leve, gostosa, divertida e que ainda assim consegue tocar nossos sentimentos, Como agarrar uma herdeira é sem dúvidas uma ótima pedida! A escrita da autora é deliciosa e flui com muita facilidade para o leitor, fazendo com que a gente devore o livro muito rapidamente. 

Quanto a edição, a Arqueiro mantém um padrão simples, mas bom. A brochura é ótima, conta com folhas amareladas, fonte de tamanho confortável para a leitura e trás uma boa revisão, notamos pequenos erros de digitação apenas, nada que atrapalhe o andar da carruagem. Em relação a capa, confesso que não me conquistou muito, acredito que pelo tom das cores, mas é bacaninha. 

O desfecho do livro é bem bacana, trazendo uma tensão e nos deixando aberta a porta para o segundo volume da duologia Agentes da coroa, onde poderemos acompanhar a história de um personagem MARAVILHOSO pelo qual me apaixonei desde a primeira aparição dele neste enredo, o Marquês James.

No mais? Bem, se curte um romance de época bacana com uma pequena mistura de policial – mas não espere nada intenso demais nessa questão, ainda assim existente e que deixa o livro bem mais gostoso – essa é uma leitura para você. Se quer se aventurar em um romance de época que foge um pouco dos bailes e tudo o mais e foca mais nos personagens, em suas histórias de vida e seus crescimentos? Esse livro é sem dúvida para você. Enfim, recomendo para quem busca uma leitura rápida, leve e gostosa. 


Classificação:

Até mais ver!

15 comentários :

  1. Ah estes romances de época que nos pegam direitinho, literalmente.
    Sou apaixonada pelas letras de Julia e mesmo tendo lido pouca coisa da autora, sou fascinada pela forma bem humorada que ela sempre nos apresenta seus enredos.
    Gosto também do jeito peculiar que ela sempre traz uma mulher mais forte e determinada, saindo daquele esteriótipo de menininha sofrida e vítima de tudo.
    Ainda não pude conferir este livro, mas ele está ali na filinha da estante.rs
    Espero ler o quanto antes.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Gente eu amo essa autora e quero tanto, mais tanto esse livro que não dá nem para explicar.Já sabia que assim que lesse a resenha iria amar e querer ainda mais.
    Beijuh

    ResponderExcluir
  3. Eu assim como você curti muito este livro porque ele é bem engraçado e a escrita flui muito, já o segundo não achei tão divertido assim, mas eu acho que para passar o tempo bem rapidinho é uma ótima ideia. Além de que romance de época é tudo de bom.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana.
    Eu também sou apaixonada por romances de época e adorei esse livro. Na verdade, ele foi o primeiro romance da Julia Quinn que eu li e depois não parei mais!!! Virei super fã!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Estou apaixonada pelos romances de época nos últimos tempos. Mas, infelizmente, ainda não li nenhum livro da autora, apesar de ter os primeiros da série Os Bridgertons aqui em casa.
    Gostei muito do enredo desse livro, e o fato de focar mais nos personagens e de ter mistério e uma investigação envolvidos. Parece uma leitura que eu adoraria fazer.
    Pretendo me aventurar com os livros da autora em breve.
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá, achei bem bacana a trama desse livro sair da área dos bailes e coisa e tal, quero muito ler e conhecer a Caroline. Ficou ótima a sua resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oi! Adoro romances de época, só essa sinopse já nos deixa imaginando as situações engraçadas que vão ter. Achei super diferente dos romances escritos e estou querendo demais ler esse livro! Achei fantástica a ideia da fuga de Caroline e dela ser confundida com uma espiã. E o romance dela com Blake é do tipo que gosto também com troca de farpas e no final, só amor!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Menina, eu to louca por esse livro! Sou fã de livros nesse estilo e essa personagem é maravilhosa!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    O que mais gostei dessa história foi a forma como a Julia Quinn jogou com as palavras no início dos capítulos e depois desenvolveu de forma que ficasse interessante e tivesse sentindo dentro da trama.
    Mas o segundo ainda é meu queridinho!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu amei esse livro quando li. Gostei do modo como a Julia Quinn fugiu um pouco dos padrões dos romances de época e trouxe uma trama diferente e com mais aventura. Me diverti muito enquanto lia esse livro e estou bastante curiosa para ler a continuação (também amei o marquês James desde que ele apareceu hehe).
    Adorei sua resenha e fico feliz que você também tenha gostado da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá! Tudo bom?

    Eu amo Julia Quinn e já li a duologia. Dos dois esse foi de longe o meu predileto, amei cada detalhe desse livro. De fato é uma leitura leve e gostosa. Adorei o humor da Caroline, foi o ponto alto da hitória. Ela literalmente deixava o Blake louco haha. Adorei a resenha ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiiii,

    A cada resenha que eu leio sobre este livro mais vontade Eu tenho de ler ele. Espero ansiosa para poder conferir a obra e me apaixonar também. É bom saber que a autora mantém a mesma linha cativante e que nos trás mais uma obra boa.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! Desde o lançamento desse livro estou de olho e querendo o conferir, entretanto sempre acabo deixando pra depois, mas lendo sua resenha bateu novamente aquela vontade insana de o ler, quem sabe agora vai?! rs. Adorei a resenha! Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana! Tudo bem?
    Julia Quinn e seus muitos livros que a cada dia que passa e resenha que leio me deixam mais e mais tentada a ler, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Alguém faça isso parar, rs. Olha, adoro a proposta desse livro e adoro mais ainda o fato de se passar como uma trama de espionagem.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ana,
    Já tive a oportunidade de ler esse livro e me encantei completamente com ele. Achei ele extremamente divertido e fiquei muito envolvida pelos personagens. Fiquei contente por você ter gostado dessa leitura, só acho uma pena você não ter gostado tanto quanto eu.
    Espero reler esse livro em breve.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO