Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

25 de maio de 2017

Resenha: Eu Não Te Amo? – Mila Wander.

Título: Eu Não Te Amo?
Autora: Mila Wander
Ano: 2014. Páginas: 21.
Idioma: Português.
Editora: Amazon.
Adicione ao Skoob.
Gênero: Conto.
Categoria: Literatura Brasileira. 

Sinopse: Após uma briga séria com a esposa Marisa, Paulo resolve, por meio de pequenos bilhetes, surpreendê-la de um modo singular. Este conto é repleto de romantismo e cumplicidade, trazendo reflexões fundamentais sobre o verdadeiro amor.


Eu não te amo? é um conto tão pequeninho e ainda assim tão profundo, com uma temática tão simples e ao mesmo tempo tão presente na vida de tanta gente, de tantos casais. Você já foi questionado sobre seus sentimentos para com o seu/sua parceiro/a? É exatamente isso que ocorre nesse pequeno de tamanho e imenso de sentimentos, conto.

Levamos vidas tão corridas, pesadas, intensas em tudo, e as vezes esquecemos de demonstrar, de valorizar – mesmo que seja sem querer, o não fazê-lo – os nossos sentimentos. Esquecemos de ter mais tempo para a vida, para aqueles que amamos, para as pequenas, todavia, importantes coisas. Nós, reles mortais, achamos que teremos tempo para muito mais, que daqui a pouco conseguiremos ter uma folga, fazer o que realmente queremos na vida pessoa, esquecemos, descaradamente, da nossa mortalidade, do quanto estamos aqui agora, entretanto, que daqui a um minuto, sequer sabemos se ainda estaremos respirando, se vamos conseguir acabar de escrever uma resenha – como essa –. Nós esquecemos, nos permitimos ignorar que, para a vida, não, não temos tempo.

O tempo é algo tão ínfimo, tão discutível, tão imenso e tão pequeno, é tão, tão... que pertence única e exclusivamente a ele mesmo, o único dono do tempo, é, de fato, o tempo.

Estou divagando? Obviamente! Mas, o faço, para demonstrar o quanto as poucas palavras, nas poucas linhas que ocuparam apenas vinte e uma páginas podem nos fazer refletir – me fizeram –. Confesso que tenho essas reflexões a muito tempo, questiono-me, não sobre meus sentimentos para com o meu parceiros – nem para com a minha pequena, porém, amada família – pois sou de demonstrar a eles sempre o quanto os amo –, mas questiono-me sobre o tempo que dedicamos a cada coisa e as vezes noto que precisamos tirar mais tempo, sempre, para estar com os que amamos, para notar os pequenos detalhes, para valorizar tudo, para amar – e falo no geral, do seu parceiro, dos seus pais, irmãos, filhos – se os tiver –, os seus animais de estimação que tanto lhe dedicam amor, tempo para viver e não apenas passar pela vida.

Não vou falar sobre o enredo, por ser um conto bem curtinho, eu estragaria a leitura para quem optar por conhecê-lo, todavia, recomendo: Leiam!
Leiam e olhem para suas vidas, vamos lembrar das pequenas coisas, de que alguns gestos, por mais simples que sejam, podem demonstrar muito mais os seus sentimentos do que as palavras, ação e reação. A vida parece tão longa, mas ela é, na verdade, tão breve, que não vale a pena deixarmos nada passar.

Todos precisamos trabalhar, construir nossas vidas, isso nos edifica, claro, ainda assim, precisamos manter nossas bases, nossas famílias, nossos amores – em todos os âmbitos – a chama de nossas vidas, manter tudo aceso, porque podemos passar pela vida vivendo-a o apenas existindo, porém, jamais poderemos dizer que não tivemos tempo, afinal, o que é ele em nossas vidas? Somos nós que decidimos!

Permita-se viver, trabalhe, conquiste, construa, edifique sua família com amor, muito mais do que com bens materiais, tenha tempo para brincar com os seus cães, para acarinhar os seus gatos, para ler aquele livro que você deseja, para dizer Eu te amo! para quem você ama (companheiro/o, pai, mãe, filhos, patudinhos, primos, amigos), tenha tempo para passar com eles, porque é desses pequenos momentos, de um café da tarde juntos, de um bate papo despretensioso, de um aconchego, de um beijo no roso que se constrói a sua bagagem mais valiosa, aquela que você levará para além da vida.
Se posso dizer algo a vocês, que não, não é um conselho, é apenas o que sinto, é: VIVAM E FAÇAM VIVER!

Não deixem de ler o conto, e olhem para ele com olhos além de casais, vejam como uma lição para tudo na vida, vamos valorizar o que temos de melhor, enquanto aqui estamos, enquanto os tivermos, vamos viver verdadeiramente.

Optei pelo conto para conhecer a escrita da nossa parceira, Mila Wander, e preciso dizer que adorei, é fluída, gostosa e simples. A revisão está bacana, como é um e-book não tenho muito o que comentar sobre a edição, que é simples e bacana. A capa combina perfeitamente com o título e a Mila consegue nos fazer refletir, a olharmos para o outro. Para quem quiser conferir, passa na Amazon e busca pelo título, adquira e boa leitura. XD

Bom, galera, é isso: Vamos viver!

Até mais ver!

8 comentários :

  1. Olá Ana,
    Ainda não conhecia esse título, mas achei a mensagem dele tão bonita que é impossível não querer lê-lo. Adoro histórias que vão além do que vemos na superfície e esse é bem assim, ponto mega positivo.
    Super anotei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oiie! Que mensagem mais lindaaa que o conto passa.
    Adoro leituras assim, que nos fazem pensar e trazem sentimentos bons <3
    Com certeza irei ler e indicar <3
    bjo!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana! Que resenha linda! Tão cheia de sentimentos, de carinho! Amei cada palavra sua! Gostei da premissa do conto e fiquei muito curiosa para ler e sentir essa emoção que você me passou, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Achei o enredo do conto muito legal, e que nos convida para uma bela reflexão. Pois se pensarmos bem , só temos o hoje, o presente que é uma dádiva nos dada pelo Criador, pelo universo ou pelo destino (depende da crença) e temos que amar intensamente em cada momento do agora seja nosso parceiro, nossa família , nós mesmos. Fico feliz que o conto em poucas páginas não seja apenas uma reflexão/liçào para casais, mas sim para a vida. Dica mega anotada! Beijos do Wes

    ResponderExcluir
  5. OOi!
    Conheci o livro há pouco tempo e, assim como você, tenho muita vontade de lê-lo para conhecer a escrita da Mila.
    Sua resenha está maravilhosa, aumentou ainda mais meu interesse na obra. Para um amor de conto. <3

    ResponderExcluir
  6. Olá! Que resenha mais gostosa de ler! ainda não conhecia a obra, mas já ouvi falar bastante da autora.

    A reflexão que o texto nos traz parece mesmo ser muito forte!! Valeu pela dica e parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  7. Oi.

    Adorei sua resenha, achei a obra bem interessante e gostei da premissa dele. Vou procurar depois na Amazon, e se até lá me decidir, eu vejo se compro e já leio.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Esse conto é um amor, amei demais!
    Adorei a sua resenha, me fez relembrar o quanto o conto é lindo!
    Um beijo.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^