20 de junho de 2018

Resenha: A Marquesa – Damas Perfeitas – Nahra Mestre.

em 20 de junho de 2018

17 comentários
Título: A Marquesa.
Série: Damas Perfeitas #1.
Autora: Nahra Mestre.
Páginas: 170.  Ano: 2018.
Idioma: Português.
Gênero: Romance, romance de época, ficção, literatura brasileira.
Editora: The Books.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: 
A série Damas Perfeitas retrata as mulheres que se escondiam atrás das convenções sociais impostas no século XIX, na Era Vitoriana. Nessa época, quando o conceito de “amor romântico” passa por profunda transformação, existiram algumas que desafiaram as regras e fizeram a diferença na história do Reino Unido. Apesar da aparência frágil e submissa, elas tiveram um papel fundamental nas relações sociais e políticas de seus maridos. Por trás dos homens e com muita sensibilidade, fizeram história no período pós-revolução industrial.

A Marquesa – Nos palcos da aristocracia inglesa do século XIX, Sarah Granville Anson descobre, ainda muito jovem, que foi prometida para o primo Thomas Hervey, futuro marquês de Bristol. Enquanto ela se prepara para ser a esposa perfeita, Thomas torna-se cada vez mais contrário a qualquer tipo de sentimento.

Uma dama apaixonada, que faz de tudo para conquistar o amor do futuro marido, ainda que com artifícios inapropriados para a sociedade conservadora em que vive. Um cavalheiro marcado pelo passado, avesso ao amor, mas que se vê envolvido pelos encantos de Sarah a cada dia. Quando Thomas se der conta de que ela é o amor de sua vida, pode ser tarde demais.

Um romance de época, que retrata uma mulher à frente de seu tempo e que levará o leitor (a) a uma deliciosa viagem pela Era Vitoriana. Você irá se apaixonar.

"Uma história de época que traz à tona temas atuais como a igualdade de gêneros!

Londres, século XIX. Em um universo dominado pelo gênero masculino, a mulher era um ser à margem, não tinha voz nem vez. A mocinha não é uma super-heroína e, como todo ser de carne e osso daquela época, sofre as limitações impostas por uma sociedade moralista e preconceituosa. Ainda assim, Lady Sarah mostra-nos que é possível ser forte e independente sem perder a sensibilidade e a feminilidade, ao traduzir, na pele de uma mulher à frente de seu tempo, a alma feminina que habita o imaginário da mulher do século XXI; e pela qual esta luta até hoje.


A elegante escrita de Nahra Mestre ganha brilho e um charme especial ao retratar a Era Vitoriana, que, aliás, poucas vezes vi tão bem descrita e com tal cuidado nos detalhes que dizem respeito à cultura e à etiqueta inglesa daqueles tempos.
Uma viagem verossímil e ao mesmo tempo utópica, a realização de um anseio, um sonho inesquecível.” – Deborah A. A. Ratton.

Resultado de imagem para barrinha png 

Oi, gente! Tudo bem?

Hoje vim falar sobre “A Marquesa”, da autora Nahra Mestre. Eu já conhecia o trabalho da Nahra e amava, mas com esse livro ela se superou! Com certeza, é um dos meus livros preferidos de época nacional. Vem conhecer o motivo!

[A Marquesa]

Apesar de não se passar no Brasil, “A Marquesa” é de uma riqueza em detalhes históricos que é impossível não se impressionar com o quanto a autora deve ter pesquisa. Eu, como autora, sonho em escrever um romance de época ou qualquer outro com essa riqueza de pesquisa.

Desde pensadores como Karl Marx, até mesmo sobre como era à política da época, a situação sócio-econômica e como a personagem principal, Sarah, pensa, é espetacular. Ela é realmente uma marquesa da época, e se prepara para tal. No entanto, diferentemente do muitos pensamos sobre aquela época, ela não se curva. A personagem é astuta, inteligente, até mesmo feminista, e dá um banho de como lidar com negócios, ser mulhere e uma marquesa, de fato. 

[Um romance de época com temas atuais]

Assim como quando lemos Jane Austen, conseguimos nos identificar até mesmo nos dias de hoje, Nahra consegue nos transportar para outra época e ainda assim, tratar de temas atuais, como a igualdade de gêneros.


Conforme mencionei, Sarah não se curva a ninguém, e mesmo se comportando como alguém que deve respeitar o marido e acima de tudo, respeitar as regras da sociedade da época, ela consegue mostrar como uma mulher determinada e destemida é capaz de tudo o que se propõe, mesmo com todos os obstáculos. Particularmente, me apaixonei pela personagem!


[O enredo]

O enredo é muito rico, como disse, e apesar de ter apenas 170 páginas (o que para mim foi uma pena, pois não queria que o livro acabasse), parece que você passa uma eternidade com os personagens, pois cada capítulo tem muitos detalhes, informações, diálogos inteligentes e um bom romance. 

Temos um protagonista forte também, bem qual a época em que está, no entanto, que se surpreende com Sarah e o amor vai crescendo aos poucos, é lindo de ver. Além disso, os personagens secundários, como a irmã, o avô, o cunhado e a possível cunhada... Todos são interessantes e muito bem construídos. 

Há intrigas de família, conflitos entre o casal, realidades da época e uma protagonista que consegue tirar tudo isso de letra, mas que é apenas humana e, por isso, nos faz ter uma empatia extrema e querer ser sua amiga.

É um livro que entrou para os meus favoritos de 2018 e espero os outros romances da série ansiosamente!

Vocês gostam romances de época? Recomendo a leitura, com toda a certeza!

 Já leram esse livro? Contem para mim nos comentários!


Classificação:

Um grande beijo e até a próxima!

17 comentários :

  1. Os romances de época voltaram para ficar e isso é maravilhoso!!! E como é enriquecedor chegar em um blog que a gente gosta muito e ver mais e mais novidades neste gênero!
    Mesmo sem conhecer o livro, adorei o que li acima. Fazer um romance de época já não deve ser coisa fácil, pois sim, tem que ter uma pesquisa bem elaborada, afinal outros tempos, outros costumes!
    E pelo que li acima, a autora caprichou no serviço de pesquisa, pois não só trouxe costumes, mas também fatos históricos!
    Vai para a lista de desejados com certeza!
    E a capa?? Lindíssima.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Sou suspeita a falar da Nahra, por que amo essa mulher de paixão. Não vejo a hora de poder fazer a leitura desse livro. Amo quando os romances de época tem mocinhas bem a frente e com presença marcada. A premissa desse livro é fascinante e ele já está na minha listinha de leituras. A capa está tão linda que eu fiquei babando desde a primeira vez que eu a vi.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu li uma resenha sobre esse livro algumas semanas atrás e fiquei curiosa. Nunca li nada dessa autora e costumo gostar bastante de livros que nos presenteiam com mocinhas fortes, que encaram as situações de frente e lutam pelos seus próprios sonhos, independentemente do que determina a época em que vivem. Acho que iria gostar muito dessa protagonista.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Eu amo romances de época e a capa desse me chama a atenção. Bom saber que você curtiu tanto assim a leitura dele, amo quando os autores fazem uma boa pesquisa para compor o pano de fundo da trama.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse é um romance histórico, não é? Gostei muito da temática desse livro e fiquei muito contente por saber que o livro tem uma grande riqueza de detalhes, isso me agrada bastante. Também gostei de saber que a Sarah é aquele tipo de personagem que não abaixa a cabeça para as pessoas.
    Vou anotar essa dica e, não tenho dúvidas, vou adorar esse livro como você adorou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Os romances de época chegam com tudo, hein? Gosto muito desse tipo de romance, principalmente quando tem mocinhas fortes. Apesar de não saber o que esperar do mocinho também, acabei curtindo a premissa da história, vai pra minha lista de TBR!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Realmente, 170 páginas é bastante curtinho mas ao que parece a autora fez o trabalho de casa e pesquisou tudinho ne? Fico feliz que isso tenha acontecido, o que mais me preocupa nesses romances é justamente o aprofundamento histórico! Já adicionei em minha lista de desejados e espero ler o quanto antes.

    ResponderExcluir
  8. Ahhh não conhecia o livro, mas agora que li sua resenha coloquei na minha listinha! Sou muito fã de romance de época, e encontrar um em que a mocinha é forte e decidida é uma maravilha. Amei o seu jeito de escrever
    Beijos
    https://porvarioslugares.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu amo romances de época, apesar de ter começado a ler livros do gênero a pouco tempo. Adorei a novidade deste aqui e já coloquei na lista de leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá Duda,
    já havia visto esta capa por ai mas esta é a primeira vez que leio algo a respeito desta história e posso dizer que fiquei bem satisfeita com o que descobri aqui. Sou apaixonada por livros de época, ainda mais aqueles que contém um teor histórico, e se a protagonista é forte, destemida e possui ideais a frente do seu tempo, então nem se fala. Já estou ansiosa pela leitura que farei o mais breve possível com toda certeza do mundo.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Eu adorei saber que existiu uma pesquisa para a realização desse livro. Apesar de já estar enjoada de tanto ver romances de época por aí, esse me chamou a atenção e eu iria adorar a leitura!

    ResponderExcluir
  12. Olá Duda!!!
    Eu sou uma daquelas pessoas apaixonadas por um romance de época, principalmente se esses romances vem com ímã protagonista forte como a do livro e no momento que você citou Austen ele já me ganhou pois uma mocinha que lembra as mocinhas de Austen já me ganha mais ainda.
    A dica está mais que anotada ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Eu particularmente não curto romance de época, eu também não conhecia esse livro e a autora, achei a capa simples e interessante. Gostei da sua resenha, mas infelizmente não pretendo realizar essa leitura, vou indicar para as meninas do blog.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    A Nahra me surpreendeu com esse enredo. Os personagens e a narrativa são muito instigantes, quando vi já tinha terminado a leitura. Agora lendo a Cortesã, estou encantada ainda mais com o David.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  15. OLA lindona fiquei muito curiosa com essa gama de elementos no livro, fatos históricos, mulher a frente do seu tempo e um romance a frente de seu tempo. A capa está linda, ainda não conheço a escrita da autora, vou começar por este livro. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?
    Amo um bom romance de época e tenho me surpreendido muito com os nacionais que tenho encontrado por aí. Se tem personagem feminina empoderada e que é a frente do seu tempo então, eu já quero! rs Anotei a dica e espero poder ler em breve. Tenho certeza que vou amar ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Duda,
    Gosto de Romances de Época, mas não são todos que me agradam. Gostei muito da sua resenha e fiquei com vontade de ler A Marquesa. Por ser um livro pequeno, acho que vou dar uma chance para a autora. Quem sabe ela não me conquista também? Acabei de ver que o livro está disponível no Kindle Unlimited e já adicionei na minha lista de desejados.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO