Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

23 de abril de 2017

Resenha: O Amor Não Tem Leis #01 – Camila Moreira.

Título: O Amor Não Tem Leis.
Duologia: O Amor Não Tem Leis.
Livro: 01.
Autora: Camila Moreira. 
ISBN-13: 9788581052281.
ISBN-10: 8581052282.
Ano: 2014.
Páginas: 288.
Idioma: Português.
Editora: Suma de Letras.
Gênero: Erótico, Romance.
Categoria: Literatura Brasileira.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Alexandre Ferraz é um renomado advogado criminalista apaixonado pelo que faz. Além do sucesso inquestionável na carreira jurídica, também usufrui do impacto devastador que provoca nas mulheres a sua volta. E com a sua nova estagiária Maria Clara não seria diferente. 
Recém-chegada de uma temporada fora do país, quando acompanhou o então namorado e cantor pop Dereck Mayer em turnê pelo mundo, a estudante de Direito está determinada a cumprir as horas de estágio para finalmente ganhar o diploma, nem que para isso tenha de resistir aos hipnotizantes olhos azuis do Dr. Ferraz. Assim como o seu chefe, a jovem leva uma vida descompromissada, curtindo o sexo oposto sem romantismo ou grandes demonstrações de afeto. 

O amor não tem leis traz a arrebatadora história de um homem e uma mulher que buscam, acima de tudo, o prazer, mas que quando colocados frente a frente terão de aprender a lidar com sentimentos até então desconhecidos para eles. O que esperar desses dois? O amor será capaz de transformá-los?



Alexandre Ferraz é um advogado renomado, nunca teve um relacionamento duradouro, nem se apaixonou. É o tipo de cara dominador, que sempre faz o que quer. É lindo, e sabe satisfazer uma mulher. Ele tem dois irmãos, um deles trabalha com ele, e a outra é amiga de sua mais nova estagiária.

“Meu nome é Alexandre Mendes Ferraz. Os mais íntimos me chamam de Xande ou Alê, tanto faz. No ambiente profissional, limite-se a Dr. Ferraz, mas se for entre quatro paredes, prefiro que me chame de... de... Foda-se! Entre quatro paredes, se cérebro nem vai lembrar quem você é. O que dirá o meu nome. Arrogante? Talvez. Confiante? Sim. Modéstia à parte, eu sei do que sou capaz.”

Maria Clara ficou um tempo fora do Brasil, trancou a faculdade de direito. Agora, ela retornou, e precisa de um estágio para concluir o curso. No começo, decidida, dona de uma personalidade forte, do tipo que não leva desaforo para casa. Ela sabe o que quer, e sabe muito bem satisfazer um homem.

“Não me levem a mal. Sou uma versão feminina do homem cafajeste. Sempre respeito as pessoas, principalmente se são casadas ou comprometidas. Mas gosto de sexo e vivo de forma mais desprendida possível. Não sou uma vadia sem escrúpulos, mas não estou a fim de me prender a ninguém.”

Os dois sabem muito bem o que querem e a história começa. Porém, preciso colocar aqui que: Não é aquele típico livro que você prevê que eles vão se apaixonar e ficar juntos e tudo vai acabar lindamente bem, se é o que procura, pode parar por ai.

Após começar a estagiar na empresa de Ferraz, ela se vê diante do seu chefe, e de como terá que ficar longe dele. Todavia, a tarefa é difícil. Além do mais, para ajudar, o irmão do Alê, Diego, começa a dar em cima de Clara.

Entretanto, depois da melhor noite da vida dos dois – Clara e Ferraz –, eles estão ferrados. A atração entre os dois é visível, palpável, tudo muda. Eles necessitam um do outro, sentem falta. Ele pode ser um pouco ogro, achando que ela pertence somente a ele, o que de pior pode acontecer?
Ele se apaixonar? O que era previsto, mas Ferraz passa a querer algo que Clara não está pronta pra dar: seu coração. Ela ainda não está pronta para esquecer do passado, e ele quer ficar com ela todos os dias... Complicado.

“(...) Quando voltei olhei pra a cama, nada no mundo parecia mais certo. Clara totalmente nua espalhada sobre ela. Dormindo e linda! Minha menina. Precisava planejar o que fazer. Nem morto a deixaria escapar dessa vez.”

Um acordo poderia mudar o rumo da história?
Depois de um acordo, o que poderia piorar? Claro que a ex do Alê, porque ô homem pra ter ex – acredite em mim, Deus, só matando! Uma de suas ex – Lana – o quer de volta e está disposta a tudo para tirar Clara do caminho. O problema é que Alexandre está apaixonado por Clara, e fará de tudo para que eles fiquem juntos.

“Comecei a preparar nosso almoço: pelo menos operar o fogão eu sabia. Clara estava de pé na cozinha me observando, e aquela cena acabou mexendo um pouco comigo. Uma vontade que aquilo se tornasse rotina me apertou o peito. Mas não poderia dizer uma coisa dessas, Clara fugiria na primeira oportunidade.”

Idas e vindas, muitas decisões, ela carrega um pesado fardo do passado, e ele quer ela assim mesmo.
Ela poderia deixar tudo pra trás?
Ela quer deixar tudo para trás?
Ela o quer, do modo que ele a quer?
Eles vão ficar juntos?
Só lendo, pessoal...

“– Minha menina. – Sua voz tentava soar calma, mas eu sentia toda a sua aflição. – Escuta. Eu te amo. Preciso de você aqui. Diego precisa de você.– Me perdoa? – implorei o seu perdão, mas eu sabia que se o Diego não voltasse, eu seria sempre assassina. Mais uma vez.”

Confesso que adorei esse primeiro livro da duologia O amor não tem leis, mas preciso ressaltar algo que me incomodou, e que estou torcendo para mudar no segundo volume. Foi o fato de que, Clara, no começo, é o tipo de garota envolvente, de mulher que sabe o que quer, mas, no final do livro, ela fica “chata”, insegura – de certo modo –. Claro que o porquê dela é forte, ela acha que tudo o que aconteceu é sua culpa, e o livro começa a se arrastar – nessa parte, apenas –. Eu sei que é o normal, por tudo que aconteceu, mas, pelo amor de Deus, não dá para aguentar, fiquei com vontade de entrar na história e dar na cara dela e mandar ela voltar, porque não era a Clara que me conquistou no começo da história. Todavia, isso não me fez gostar menos da história, só me causou bastante raiva – risos.

O Alê está determinado a ficar com ela, entretanto ele fica muito possessivo. Ok, no começo já dá para notar como ele é só que depois ele fica pior. Gente, ok você gosta de uma pessoa, mas tenha limites, permita que ela viva. Dr. Ferraz me faça um favor: Fique um pouco menos possessivo, por favor... mas só um pouco – risos.


O livro é beeeeem erótico, e cota com palavras de baixo calão – alertando porque sei que tem quem se incomode com –, eu gostei. Adorei o livro, porque é envolvente, intenso, erótico a um nível diferente do que já li, e por mais que nunca tivesse lido um livro assim, me chamou muito a atenção, a autora consegue prender o leitor de uma maneira que você não quer largar até terminar.

A história é contada pelos pontos de vista de Clara e Alê, em primeira pessoa, o que deixa tudo mais intenso, e também, por isso, às vezes, a autora volta na história, para nos dar o ponto de vista de outro modo e fez isso de um jeito que ficou bom. A Camila tem uma escrita ótima, que flui facilmente para o leitor, e um coração de ferro, porque o final... ahhh... Ela nos deixa alucinada em busca da continuação.

P/s: o final me deixou com mais vontade de bater na Clara, ou deveria se na Camila, por nos maltratar assim? – risos.

Mais um livro que se passa no Brasil e que me conquistou. Não pensem que por ter me incomodado um pouco com a Clara o livro deixe a desejar, porque ele não deixa, a história é ótima.

Quanto à edição, a editora Suma de Letras fez um trabalho simples e bom. A capa é bonita, sem uma apelação forte e combina com o enredo. As páginas são levemente amareladas, ótimas para leitura e o volume conta com um tamanho de fonte perfeito. Não me lembro de algum erro ter me saltado aos olhos, portanto, considero que a revisão está boa.


Recomendo a leitura, é uma boa história, intensa, forte, e vai lhe arrancar suspiros.
É isso, nos encontraremos em breve, em “O julgamento final”!


Avaliação:



10 comentários :

  1. Olá, tudo bem?

    Eu cheguei a ler este livro, após recebê-lo em um evento em uma das bienais de SP que participei, mas infelizmente minha opinião sobre ele não passou de duas estrelas. Não consegui me encontrar com o conteúdo ali disposto. Isso porque sou fascinada por romances eróticos, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem?
    Eu tenho bastante interesse e curiosidade em ler esse livro da Camila, até hoje só li ótimos comentários positivos e sei que quem sabe seria uma ótima leitura, sua resenha ficou ótima!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    Eu li esse livro a um tempo atrás e confesso que não curti, achei a linguagem do livro exageradamente coloquial e o excesso de gírias não é algo que eu eu curta em leituras. A trama também não me cativou tanto assim, mesmo curtindo romances eróticos, acho que por isso nunca li o segundo livro. Mas que bom que vc curtiu a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Analuiza.
    Eu já li outro livro da autora e até gostei da sua escrita, mas não do desenvolvimento da história. Por causa disso não tinha me animado a ler outros livros dela.
    Mas agora que li sua resenha, vou voltar a pensar sobre o assunto! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Oi Analuiza, tudo bem?

    A Camila sabe como escrever livro erótico! Confesso que li sem expectativa nenhuma e devorei os três livros dela. O Julgamento final eu li em um dia, de tanta curiosidade que eu tava. Assim que acabei essa duologia, corri pra ler 8 Segundos, e me encantei mais ainda pela autora. Hoje ela é uma das minhas favoritas!

    Beijos
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Já li muitos livros eróticos e acabei enjoando. Confesso que atualmente prefiro os romances água com açúcar ou suspenses, mas estou sempre disposta a conhecer boas indicações! Lendo a resenha fiquei curiosa pela escrita da Camila.
    Bjos,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Adorei saber um pouco mais sobre esse romance erótico que me pareceu "de arrepiar"! Que legal que o livro se passa no Brasil, parabéns à autora pelos nomes também, que são bem brasileiros (muitos livros nacionais têm nomes em inglês, nada contra, mas os brasileiros também têm seu lugar). Eu adoro esse tipo de hot com cenas quentes, mas que envolvem também o leitor com a história dos personagens. Passados complicados, inseguranças e uma (ou várias) ex retornando à vida de um deles me parece um prato cheio! Vou adicionar à minha lista de leitura.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Bem que me falaram que eu ia adorar os livros da Camila, e realmente fiquei bem curiosa em realizar a leitura desse.
    Adorei a resenha, dica anotada!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu tinha um interesse nesse livro, mas com o tempo foi diminuindo, ainda mais quando leio que a personagem ao decorrer da leitura ao invés de melhorar, ela regride rs' isso me irrita!
    No momento ando evitando livros eróticos, devido as história basicamente serem a mesma coisa, mas quem sabe no futuro o interesse volte. Sua resenha está ótima e bem sincera!

    Beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br/2017/04/tag-titulos-literais.html

    ResponderExcluir
  10. Ah, esta coisa da personagem se tornar chata acho que vai muito com que o relacionamento passa a ser, tipo com o que o homem deixa a transpassar e isso é um porre mesmo, mas acho que até na vida a gente faz isso. Aí vale a pena pensar se vale continuar o amor, né?

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^