10 de março de 2019

Indicação de mangá: Gokukoku no Brynhildr

em 10 de março de 2019

6 comentários

Título: Gokukoku no Brynhildr.
Autor: Okamoto Lynn.
Desenhos: Okamoto Lynn.
Editora: Shueisha.
Gênero: Drama, fantasia, Ação, Ficção, romance.
Ano: 2012.
Status: Completo.
Skoob: aqui

Sinopse: Quando ele era criança, Murakami foi apaixonado por uma garota que ele chamava de Kuroneko. Ela insistiu em saber sobre alienígenas e de tê-los encontrado, mas ninguém acreditou nela, mesmo o jovem Murakami estava cético. Um dia, ela decide mostrar os aliens para ele, mas um acidente ocorre e Kuroneko morre enquanto Murakami fica gravemente ferido no hospital. Anos se passam e Murakami obcecado em encontrar a prova da existência de extraterrestres por causa de uma promessa que ele havia feito com a Kuroneko. Então, um dia, uma nova aluna transferida chega a sua classe, que não só se parece muito com Kuroneko, mas é chamada de Kurohaneko! E mesmo que ela insista em dizer de que nunca ter encontrado Murakami antes, a menina tem força sobre-humana e parece mesmo ser capaz de prever o futuro! Como vai mudar a vida de Murakami, agora que ele foi salvo por uma garota misteriosa que afirma ser uma maga?



Boa noite galera! Essa semana eu trouxe um mangá que começa parecendo um romance até simples,mas que se mostra um drama e tanto alguns capítulos depois. Vamos conhecer um pouco mais de Gokukoku no Brynhildr!!

Ryouta Murakami passou muito tempo para conseguir "superar" a morte da amiga. E decidiu que iria encontrar os aliens no lugar dela, uma espécie de penitência para si mesmo. A amizade dos dois era muito forte, ele sempre estava aonde quer que ela fosse e aceitava sua obsessão por observar as estrelas. No dia em que finalmente veria os aliens, um acidente separou os dois amigos para sempre (A cena em que ele descobre que ela morreu é realmente triste de ver).


O "casal" quando criança.

Anos mais tarde, no colégio, uma nova aluna chamada Kuroha surge e Ryouta percebe que é fisicamente idêntica à sua amiga, e então a história começa de verdade. Apesar da insistência do garoto, ela diz que jamais o viu antes e que não é a tal amiga morta, mas através de um telefonema o avisa de que morrerá num acidente de ônibus e pede que fique no observatório para que isso seja evitado. Ryouta não a ouve e ela acaba por salvá-lo em cima da hora, mostrando assim sua força absurda, Kuroha é uma feiticeira e, a partir daí, a vida de Ryouta nunca mais será a mesma. 

Devido à aparência da menina e seu comportamento estranho na escola (dificuldade de leitura por exemplo), Ryouta fica obcecado em descobrir mais sobre ela. O autor nos mostra através da adição de personagens o funcionamento da trama, o motivo de as feiticeiras precisarem viver escondidas, as variações de habilidade delas e as consequências de seu uso. Existe uma organização misteriosa que está caçando as meninas, seu objetivo é desconhecido, seus métodos, cruéis se for necessário, chegando até mesmo a utilizar outra feiticeira na caça. Além disso, elas precisam tomar um remédio em forma de pílula a cada 30 horas mais ou menos, ou seus corpos começam a se deteriorar até que derretem (literalmente, não é algo legal de ver), levando o leitor a se perguntar quem criou tudo isso e com que objetivo. 


"Sua súplica foi em vão... A caça às usuárias de magia começou."

Um pouco do trabalho da organização misteriosa também é mostrado no início, a ação, o  que fazem com as feiticeiras capturadas, o interrogatório para tentar obter informação sobre outras fugitivas e a forma de acabar com elas. Quem não colabora sofre o procedimento que eles chamam de "ejeção", o dispositivo na nuca delas é acionado e ocasiona o "derretimento" instantâneo do corpo, encerrando suas vidas por completo. Eu ainda não entendi bem se são humanas modificadas, robôs ou mesmo aliens mas de qualquer forma esse grupo é cruel e insano.



O outro lado da história mostra a convivência de Ryouta com Kuroha e as outras personagens que vão sendo adicionadas ao grupo. Há romance, comédia, ciúme, eles tentam levar uma vida normal, com Ryouta sempre as incentivando a continuar, a não pensar na morte, a serem felizes. É o lado mais leve do mangá, vemos os laços que vão se formando entre os personagens, gente que não ligava para os outros mudando a forma de pensar, passando a se importar com quem a cerca, o trabalho em equipe que se torna fundamental quando a organização resolve atacar de alguma forma, a amizade entre eles só se fortalece a cada capítulo.

Os desenhos são bastante bonitos, mesmo no mangá

Outro ponto bem explorado pelo autor são os combates. O inimigo sempre envia feiticeiras de ranks mais altos na captura então os heróis são obrigados a usarem de estratégia para vencer ao invés de simples força bruta. A violência no entanto é extrema quando um golpe é acertado, cenas fortes são frequentes e creio que o anime (sim, existe um) deva ter recebido alguma censura para que a exibição fosse permitida. O mangá não é dos mais longos,tendo pouco menos que 200 capítulos e gerou um anime de uma temporada (e que eu pretendo assistir). É uma história que foge um pouco dos clichês, o protagonista é apenas um humano comum sem qualquer tipo de poder, usando sua inteligência como arma. Os desenhos do mangá são bem bonitos, o autor capricha no design dos personagens, mesmo os mais sérios. 



Bem galera, eu vou ficando po aqui. Espero que tenham curtido a indicação dessa semana, desconhecia a existência desse mangá mas tenho curtido bastante a leitura. Deixem aí nos comentários a opinião de vocês!! Até a próxima semana!!!!

Classificação:






6 comentários :

  1. Oi Julio, não conhecia este mangá e achei interessante. vou mostrar para meu filho, porque ele adora este gênero.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Não acompanho muito esse mundo de mangá, na verdade nunca li um, mas pelo o que tu disse parece ser muito bom mesmo. Adorei a dica!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Olá

    Eu sou viciada em animes e fiquei muito feliz que tenha uma adaptação porque irei assistir e depois ler o mangá porque é bem minha cara.

    Beijos e traga mais indicações

    ResponderExcluir
  4. Olá, amei sua indicação. Achei a trama muito interessante, meu coração já ficou despedaçado com a perda da amiga, mas com esse lance de feiticeiras na trama, parece que tem muita coisa legal nessa história.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Vejo falarem muito dos mangás, mas ainda não li nenhum. Alguns me chamam atenção, outros nem tanto. Ainda não conheci esse universo por falta de oportunidade mesmo.
    Gostei muito das imagens que você trouxe, beijos!

    ResponderExcluir
  6. Que fofurinha!
    Faz anos que não leio mangás, mas gostei da sua indicação. Não acho que leria por agora, mas não descarto a possibilidade de ler caso tenha a oportunidade.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO