Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

1 de junho de 2016

Resenha: Zumbeatles.

Título: Zumbeatles - Paul está morto-vivo.

Autor: Alan Golsher.

Editora: Galera Record.

Ano: 2016. Páginas: 352.

Gênero: Jovem Adulto.

Idioma: Português.

ISBN-10:  9788501094445.

ISBN-13:  8501094447.

Skoob: aqui.


Cortesia cedida pela editora.


A verdadeira invasão britânica chegou. Eles estão mais mortos-vivos do que nunca. 

Nessa divertida releitura da trajetória da mais famosa banda inglesa, acompanhamos os principais acontecimentos na vida desses mitos do século XX... porém com um pequeno detalhe: os músicos são zumbis. Não os lentos e imbecilizados zumbis aos quais estamos acostumados. Mas zumbis espertos, rápidos e cheios de sex appeal. Além de alguns truques de controle mental. Entre sangue, suor, guitarras e iê-iê-iê — e a perseguição do implacável caçador de zumbis Mick Jagger —, eles são atacados por uma ninja do oitavo nível, Yoko Ono, condecorados pela rainha e consolidam uma invasão mundial.




Cansei de dizer inúmeras vezes que eu leio vários tipos de livros, de gêneros diferenciados e tudo mais. Porém, tenho uma ressalva muito grande quando se envolve zumbis. Sério, eu não sei o que acontece comigo, mas não gosto de nada do gênero. Nem a famosa série The Walking Dead eu assisto, para evitar a fadiga. haha

Porém, a Editora Galera Record resolveu me enviar esse livro e eu com muito, mais muito receio mesmo, quebrei o meu protocolo, resolvi encarar o desafio e o li. 

Para ser honesta com vocês, o meu receio com esse livro não era unicamente por causa dos zumbis. Mas, um outro problema que eu tenho com a literatura, é referente as biografias. Então pensa no meu terror, os meus dois problemas literários unidos em um único livro!

Mas vamos seguir que lá na frente eu conto tudo certinho sobre a minha opinião e tudo mais.

O que importa é que Eu Li! Aeeeee


Zumbeatles inicia-se com o nascimento do John Lenon onde ele sofreu um ataque do Processo Liverpool, que nada mais é do que uma forma diferente de tornar as pessoas zumbis. Se você ler esse livro buscando encontrar aqueles zumbis mais mortos do que vivos como em The Walking Dead, você pode tirar o seu cavalinho da chuva. Pois aqui os zumbis são mais vivos do que mortos. Isso mesmo, os zumbis liverpudianos são sociáveis, podem até ser charmosos o que eu duvido muito, são inteligentes, rápidos e até possuem poderes, chocada com a viagem do autor, mas vamos seguir. Esses zumbis, eles comem cérebros, mas vivem normalmente em sociedade.

Então, certo, temos o John zumbi.

Mas John, com medo de viver eternamente a sua vida e acabar sozinho pelo mundo, com medo de que as pessoas não gostassem dele, resolveu transformar aquelas pessoas de quem ele realmente gostava para que pudessem entrar na dança e viver com ele pela eternidade inteira. 

Com isso, Paul e George, que eram humanos, foram chamados para dançar e viraram zumbis também. Entretanto, temos um problema ai. Os Beatles eram um quarteto, porque o John não transformou o Ringo também?

Por que, pasmem... o Ringo é um ninja de alto nível que além de viver para sempre também defende a banda.

A banda tem que lidar com duas ameças iminentes: o caçador de zumbis que está louco para exterminar os Beatles, Mick Jaegger. Sim, ele mesmo, o vocalista dos Rolling Stones e pasmem, ri demais com isso, a sua principal arma nada mais é do que o seu incrível rebolado e o seu principal golpe, o seu "Fatallity", é nada mais do que um beijo com aquela boca carnuda no coração dos zumbis risadas monstras. E o outro perigo, é a ninja loucona, Yoko Ono! Essa que deseja enfeitiçar o John Lenon com o poder do seu amor.

Tiveram a noção do que vocês vão encontrar nesse livro? hahahaha

Nossa, espera... Já ia me esquecendo! Sabe por que a banda foi criada?

Porque John Lenon queria dominar o mundo através da música e o lema da banda é: Todos pelos zumbis e os zumbis por todos! Tirando os momentos quando as coisas ficam um pouco complicadas e sai a pancadaria e membros voam por todos os lados.

Zumbibleatles é uma viagem! 

Não tem como eu conseguir descrever essa história de outra forma que não essa. 

O autor é o próprio narrador do livro, de um jeito muito louco e anormal ele conseguiu passar ao leitor fatos de toda a história de uma das maiores bandas do mundo misturada com uma ficção totalmente louca, divertida e nojenta.

Digo nojenta, porque o Alan não teve dó do leitor, ainda mais comigo que não sou acostumada com esse tipo de livro. Sendo assim, tenho que dizer que ele não nos polpou de nada. Está tudo ali, relatado na integra e sem cortes, desde a transformação dos zumbis, até as mortes, os membros arrancados, a degustação nada deliciosa de cérebros e por ai vai. Complicadinho.  

Outro grande problema que tive na leitura desse livro, foi a forma de narrativa que o autor escolheu. Não que sua escrita seja ruim, pelo contrário, é fluída e divertida. Porém, esse livro não é narrado de uma forma romantizada, por assim dizer e para falar a verdade, acho que se o autor tivesse optado por esse método narrativo, o livro seria bem mais divertido e menos cansativo. 

Contudo, o autor optou por escrever em forma de documentário. Sim, os acontecimentos são narrados através de entrevistas com as mais diversas pessoas, como: a banda, fãs, amigos e para choque total, até a Rainha Elizabeth II foi entrevistada. Mas, as duas entrevistas mais chocantes foram com Deus e com o Diabo. hahahaha

Quanto a edição, tenho que tirar o chapéu para a Galera Record. A capa está linda e condiz totalmente com a história. O título está em alto relevo, o que dá um destaque maior para ele. As páginas são amareladas e as letras de um tamanho adequado para a leitura.  A sua diagramação está bem simples, mas conseguiu separar bem os entrevistados nos impedindo assim de confundir. E quanto a revisão, simplesmente perfeita.

Não sou uma fã assídua dos Beatles, por essa razão, acredito que esse livro não funcionou direito para mim e a história não conseguiu me prender. Para ser bem sincera, estava empolgada no início do livro, pois eu ria demais tirando as partes nojentas, mas lá pela metade do mesmo tudo começou a ficar cansativo pra mim, ai entra o problema da narrativa que  disse acima.

Mas para você que é fã da banda ou você que quer ler um livro divertido, cheio de um humor ácido e sarcástico e quer dar umas boas risadas, esse livro é para você.


QUOTES


"No fim das contas, não importa mesmo. A palavra de Paul é a palavra de Paul, e não temos escolha a não ser tomá-la como o evangelho"

"Nós todos sabíamos o que acontecia quando John realmente perdia a cabeça: farra de assassinatos no almoço, arrancar a própria perna esquerda e atirá-la pela janela do hotel, comer todos os pombos em que pudesse botar as mãos, esse tipo de coisa."

"John então, sem nenhuma cerimônia, deixou Rowe cair no chão, correu até o outro lado do escritório e abriu a janela. Antes que Rowe ao menos soubesse que era um zumbi, John o agarrou pela cintura, tenso como um jogador de críquete, e o arremessou pela janela até a calçada, 30 metros abaixo."

"John Lennon: Logo antes de tocarmos nossa última música, olhei para a plateia com o que achei que era minha expressão mais assustadora e falei: - Aqueles nos assentos mais baratos, arranquem todos os membros de seu vizinho. E aqueles de vocês nos assentos mais caro... façam a mesma merda." 

Minha nota para história é:


Quero deixar aqui o meu agradecimento especial a editora Record pela confiança em nosso trabalho.



28 comentários :

  1. Olá, esse é um título que não chama a minha atenção, especialmente porque não sou fã do gênero e nem dos Beatles. Para mim, também seria cansativo. Tenho uma amiga minha que comprou esse livro, então acredito que as opiniões podem variar muito.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Menina, acho que tu andou lendo biografias erradas. Tenho várias biografias que são contantas como um livro de ficção comum, ótimas, deveria procurar algo assim.
    Eu amo Beatles. E tô bem curiosa para ler esse livro, ele me parece super engraçado..
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkkkkk
    O melhor são seus surtos no meio da resenha!
    Acho que os autores estão levando a criatividade pra outro nível!
    Kkkkkkkkkk
    Espero que suas próximas leituras estejam mais na sua praia!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Olá, mesmo sendo fã de Beatles e tendo gostado de sua resenha, zumbis e eu estamos de mal por enquanto hehe
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?
    Meu Deus, não sei lidar com esse livro. Sério! Uma pena que não tenha gostado tanto assim, adorei os surtos no meio da resenha, fizeram toda a diferença *u* Mas infelizmente, não é um livro que eu leria. Desejo que suas próximas leituras sejam melhores e mais a sua cara hihi. Parabéns pela resenha!

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  6. Olha tenho que dizer que, apesar da sua resenha está muito bem feita, o livro não me chama a atenção em absolutamente nada.
    Acho bem improvável em ler ele um dia, mas quem sabe?
    Ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Vi outra resenha desse livro em um blog, confesso que não me agradou, livro que mistura zumbis não faz meu estilo e deixo pra uma próxima em ler essa obra.

    ResponderExcluir
  8. Eu tbm nao gosto de nada com zumbis. Tbm nao gostei de TWD e estou meio cansada da banalizaçao dos zumbis. Tudo que ja conhecemos precisa realmente ter uma versao com zumbis? Nao acho isso mt criativo... mas enfim. Nao e minha primeira resenha com esse livro e como da outra vez, nao faz meu estilo, apesar de ter achado que possa ser bem engraçado, nao e meu tipo de leitura.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  9. O.o o.O o.O mil vezes O.o
    O livro parece bem divertido assim como sua resenha, mas realmente fiquei bem indecisa com esse livro até gosto de zumbis e Beatles mas sei la os dois juntos não parece casar.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. O.o o.O o.O mil vezes O.o
    O livro parece bem divertido assim como sua resenha, mas realmente fiquei bem indecisa com esse livro até gosto de zumbis e Beatles mas sei la os dois juntos não parece casar.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  11. Ooi! Eu já tenho lido várias resenhas sobre esse livro, mas mesmo assim não me interesso por ele. Gosto de biografias, mas não leio bastante, e também não conheço muito sobre a banda, então não seria tão empolgante para mim, mesmo que a intenção do livro seja nos falar sobre.
    Parabéns pela resenha e sinceridade!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Ahhhh .... confesso que fiquei curiosa!
    kkkk
    Quero ler!

    ResponderExcluir
  13. Oioi! Tudo bem?
    Achei a capa de ZumBeatles bem legal, remetendo a famosa foto da banda.
    Nao conhecia o livro e gostei dele no geral, acho que o humor vai me conquistar.
    Nao sou aquela fã dos Beatles, mas sei algumas referencias.
    Vou tentar ler.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Oiii, tudo bem?
    Gente eu morro de vontade de ler essa obra, sou completamente fã de Beatles e seria muito engraçado ver cada integrante sendo zumbi, teu texto e sinceridade estão incríveis.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Não sou grande fã dos Beatles mas adoro zumbis, então acredito que arriscaria ler essa obra. Acredito que seria uma leitura leve e que me arrancaria sorrisos. Vai pra listinha dos quem sabe um dia! Grande beijo!
    www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  16. Mayara, super me identifiquei com a sua resenha.
    Também recebi o livro, mas ainda não li. Pelos mesmos motivos que você quando foi resolver ler: não gosto de zumbis e nem biografias. Sem contar que também não curto Beatles.
    Parece até ser meio divertido, mas passo.
    Já escalei meu namorado para ler e resenhar. hehehehe

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Ooi
    Já tinha visto outra resenha do livro, não chamou muito minha atenção.
    como não sou fã da banda e nem do gênero, não me interessei. Mas para os fãs deve mesmo ser um prato cheio haha
    Ótima resenha!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Afff...que viagem é essa? Sério, eu não sabia se ria ou se chorava durante a leitura da resenha. Definitivamente esse livro não é pra mim. Pode ser uma forma cômica de contar a história da banda, mas sei lá, para mim não funcionou.

    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Olá!!!

    Esse livro não me ganha por dois motivos: não gosto de Beatles e nem de Zumbis. Inclusive, aconteceu uma onda onde todos os livros e filmes surtaram e começaram a colocar zumbis em tudo.
    Gostei da sua resenha e da sua sinceridade, mas passo a leitura.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Não gosto nem de zumbis nem de Beatles, então com certeza não o lerei, mas vou indicar a conhecidos que gostam. Essa onda de zumbis meio que já passou e ninguém percebeu, e ainda assim insistem, vai entender...

    ResponderExcluir
  21. Oi Mayara sua linda, tudo bem?
    Eu gosto muito dos Beatles e gosto muito de zumbis também. Mas essa mistura não me despertou interesse. Já li algumas resenhas, mas não me conquistou. Então, dessa vez irei deixar passar a dica. Mas gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bom?
    Bem, gosto muito de Beatles (inclusive estou ouvindo enquanto comento rs) e não gosto de zumbis. Sou igual a você, evito the walking dead para evitar a fadiga haha Enfim! Não sei o que esperar desse livro! Ele realmente parece uma viagem total e isso me animou, mas, não sei se me agradaria pelo formato que foi narrado, enfim! Muito confusa haha Adorei a resenha!


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  23. Amo os Beatles, mas olha... que livro tosco! Pode até ser engraçado, mas não rola, zumbi definitivamente não é pra mim. Graças a Deus a Record não mandou esse pra gente e só tem vindo coisa boa hahah pq esse aí é dureza demais.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  24. Oie
    achei o livro muito legal para fãs e consegue atrair até mesmo que não é fã pois tem um enredo bem legal e interessante, sua resenha ficou ótima e vou ver se consigo ler em breve

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi

    eu recebi esse livro da editora e sabe que não consegui ler??? passei pra um colaborador resenhar...e olha que eu adoro os zumbis, mas sei lá, achei tão forçado esse negócio de beatles zumbi que tive que parar!!!

    adorei a sua resenha!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  26. Oi, já li outras resenhas do livro, mas não gostei. A sua resenha esta ótima, mas esse é um livro que não tenho vontade de ler.

    ResponderExcluir
  27. Olá Mayara!!!
    Também, não sou uma fã assídua por zumbis principalmente na literatura. Admito que prefiro eles nos jogos de Resident e nos filmes.
    Não gosto de The Walking Dead, não consigo ver de jeito nenhum essa série.
    Porém, quando eu gosto de uma história e tentam fazer uma releitura dela com zumbis eu tento ler, foi o caso de "Orgulho e Preconceito e Zumbis". Então, como eu gosto dos Beatles eu já estou pensando em dar uma chance pra esse livro, eu já estava dando boas gargalhadas com sua resenha imagine aí quando eu ler!? =)
    Parabéns pela resenha e até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Oi!!! Gostei da sinceridade de sua resenha. Eu também não sou muito chegada à zumbis. srsr Não sei como reagiria a leitura. Fiquei aqui pensando sobre as cenas que você mencionou que foram descritas.

    Fico feliz que tenha conseguido ler. =) Adorei a resenha! *-*
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^