Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

26 de abril de 2015

[RESENHA] Louca Por Você

ISBN-13: 9788579307232
ISBN-10: 8579307236
Ano: 2014
Páginas: 208
Idioma: Português
Editora: Universo dos Livros
Autora: A.C. Meyer


SINOPSE
Louca Por Você - Atenção: esse livro contém altas doses de romance, situações hilárias, garotos sensuais e o best friend gay mais maravilhoso de todos os tempos...

Julie tem dois grandes sonhos: cantar profissionalmente e fazer com que Daniel a enxergue como mulher. Ele é o charmoso dono do badalado bar After Dark e se diz avesso a compromissos, sempre pronto para noitadas casuais. Em uma noite de muito movimento, o estabelecimento se vê sem um vocalista para dar continuidade à programação musical, e Julie é colocada por um dos sócios de Daniel à frente da banda para resolver o problema.

Mas a voz e a presença de palco da nova cantora encantam o público... e também o atraente garanhão. Descontrolado de ciúmes, Daniel está disposto a usar toda a sua autoridade para tirar Julie dos holofotes e dar uma chance ao seu verdadeiro amor. Ele só não contava com as investidas insistentes de Alan, o sexy guitarrista da banda, que resolveu fazer de tudo para conquistar o coração da nossa mocinha.

Será que o sonho de Julie finalmente vai se concretizar com Daniel ou seu verdadeiro príncipe encantado é o guitarrista sensual?





Hey, tudo bem com vocês?

Pessoal, a resenha de hoje é de um livro Nacional que ouvi/li muito falarem bem e tenho adicionada no meu FB a Autora, a queridíssima A.C. Meyer. Porque querida? Porque são poucas as autoras que fazem o que ela faz. E o que ela faz? Ela dá atenção a seus leitores, ela interage, ela brinca, ela os marca, ela compartilha suas postagens, ela se importa com a opinião deles, ou seja, é um diferencial de muitas “estrelas” que vemos. E, faço votos que assim ela permaneça, e não faça como umas e outras que vejo por aí e se esqueça de quem as colocou lá... no auge. #MomentoSincerocídio

Nós, do Livros & Tal, somos um pouco criticas (Mentira! Somos chatas pra caramba mesmo) com nossas leituras, cada uma a seu modo e em seu gênero literário. E não seria diferente com essa leitura assim como não foram com as demais. Alguns podem interpretar a critica literária como uma forma de crescimento, outros podem preferir ouvir somente os elogios e seguir em frente, o que eu particularmente acho burrice, mas enfim, quem sou eu, uma reles mortal leitora? Sim. Mas com opinião própria e com livre arbítrio pra expor esta.

Imagem: Google Imagens

Juliette -ou Julie- tem 28 anos e perdeu seus pais aos 14 em um acidente de carro e assim como ela, eles eram filhos únicos e seus avós já eram falecidos sobrando assim à missão de terminar de criá-la aos melhores amigos do casal, Mary e Paul, pais de Johanna e Daniel. Jo (Johanna) se tornou a melhor e inseparável amiga de Ju, e Daniel (Danny) seu amor platônico desde a infância. Além desse amor pelo seu “quase” irmão, ela é amante da música e canta muito bem - obrigada -, mas esse sonho nunca pôde ser realizado, pois seu super protetor “irmão”, nunca a deixou cantar em seu badalado bar, o After Dark, este onde ela trabalha como garçonete.

Ju, depois de um determinado tempo decidiu arrumar seu próprio cantinho e por indicação de Danny, comprou a casa ao lado da dele, ato esse que ela se arrepende, pois suas noites são regadas a sinfonia de gemidos e gritos de prazer , esses que Danny é o causador e em diferentes mulheres TODO SANTO DIA; e ela sempre deseja estar no lugar dessas mulheres. Mas ele simplesmente só tem olhos pra ela como irmã e mais nada. E isso a deixa revoltada e esperançosa pelo dia em que ele vai acordar e notá-la como mulher.

E “tem também o George o – melhor amigo, pai, marido, cúmplice, irmão  Gay Bafônico  Tudo de Maravilhoso” que toda mulher merece ter em sua vida. Nem que seja como Guru ou em forma de APP (Meyer pega essa dica, Mulher).


Imagem: Google Imagens

Gente eu adoro o gênero do livro e me diverti horrores lendo. Dei muita risada e devorei o livro em exatas 9 horas. É uma leitura fácil e rápida, a forma da autora escrever é cativante e te deixa super a vontade, pois é uma figura de linguajem atual. Bom, pelo menos para mim. Porém, tiveram coisas que não me agradaram, o que a meu ver é normal - nem Jesus agradou a todos -. Vou explicar.

  1. Como assim uma MULHER de 28 anos não tem opinião própria, chegando a beirar idiotice? Sim, porque ela simplesmente abriu mão de seu maior sonho que é cantar porque o ‘Bónito’ do Daniel não deixou ela cantar em seu bar, e ela se contentou com o cargo de garçonete!!! Alôôô, alô mundão! Será que ainda existe mulher assim? Se existe, por favor minha filha, está mais do que na hora de tomar vergonha na por** da sua cara e ter personalidade própria. Em minha opinião a Julie ficou uma “Mocinha” fraca e sem personalidade nenhuma, e para mim foi um ponto super negativo. #MomentoFaloMesmo                                                                                                   
  2. Na boa, eu sei que é uma estória fictícia e tal’s, mas... mas eu não consegui “visualizar” como é possível ouvir os barulhos e gemidos da outra casa. Tipo, a menos que seja casa geminada - aquelas que são separadas por uma única parede -. Outra coisa que eu senti muita falta, foi na descrição dos ambientes, isso para que minha imaginação pudesse montar o cenário do local. #MomentoVazio                                                                                                
  3. O Daniel para mim foi um personagem imaturo e que não convenceu. Porque ele não te convenceu, Su!? Pera. Vou explicar. Então, achei estranho o cara que conviveu com a garota durante toda sua vida – e já ouviu ela cantar - não reconhecer sua voz num vídeo? E outra coisa, ele sempre foi super protetor e tudo o mais, só que na primeira oportunidade que ele teve simplesmente a tratou igual (ou pior, pois tem o agravante de ser sua “irmã”) trata as vadias que ele pegava, isso ficou contraditório para mim. #MomentoComequie                                                                                                
  4. Uma coisa que me deixou incomodada (também) foi a sinopse. Sim, na sinopse faz com que o leitor imagine que vai acontecer uma indecisão por parte da “Mocinha” e isso NÃO acontece em momento algum. A Ju é perdidamente apaixonada pelo Danny e não tem olhos para mais ninguém... Não pera. Ela olha sim, vai. Ela olha sim pro Alan - deus do sexo e da lambida 'molhadora’ de calcinhas - Guitarrista, mas é um olhar que qualquer uma daria, até porque ela não é de ferro caramba! Mas na sinopse dá a entender que vai acontecer um triangulo amoroso e não rola, simples assim. #MomentoAcheiErrado

#MomentoAcabouACritica

O romance em si é maravilhoso super gostoso de ver o desenrolar do envolvimento deles - Danny & Ju -. A estória é bem construída e super cativante, te prende MESMO! Quando Danny descobre que ela não é mais aquela menininha e sim uma mulher de verdade as coisas mudam e muito, ele realmente abre os olhos e começa a enxergá-la.

"Aquela era uma versão turbinada e adulta da menininha que o Danny estava acostumado a ver. Não é à toa que ele nunca me olhou diferente. Eu parecia ter, no máximo, dezenove anos. Agora, eu era uma mulher de verdade. Linda, sensual e adulta."

A partir daí são momentos divertidíssimos. Confesso que alguns me deram raiva, mas logo era superado com a presença do “Mega-Master-Blaster-Power George”, gente para mim ele roubou completamente a cena.

Danny Boy, assim como todo homem que corre de compromisso dá suas mancadas - algumas fatais, essas que suas consequências só vieram para aumentar ainda mais o sentimento que ele nutria por ela e obter suas próprias respostas. Gostei muito da forma com que o casal se reconciliava, e as provas de amor do Danny. Quanto a Jo, acho eu que ela promete e muito ainda e tenho quase certeza que já até sei quem será seu affair. Vou começar imediatamente o “Apaixonada Por Você”, segundo volume da série, só pra me reencontrar com o George Muso Glamoroso de todos os tempos.

Pessoal a Playlist desse livro é simplesmente MA-RA-VI-LHO-SAAAAA (Com eco).Pra quem curte ler ouvindo música, vai se apaixonar! Vou colocar aqui em baixo a música do casal magia pra vocês sentirem o que os aguarda!! Ahhhh, e com certeza esse livro merece uma postagem especial na coluna Músicas & Tal. Aguardem!



Eessa foi a minha opinião sobre "Louca Por Você", e como já disse gostei do livro, claro que meu senso critico... er.. digo chato de ser,  tinha que colocar pra fora o que me incomodou.  Se eu recomendo? Sim. Eu recomendo para você que quer uma leitura rápida, leve e divertida. Te garanto que você lê em um dia fácil, vou ficando por aqui com mais uma de minhas sandices, já que ainda não fui barrada. Rá! Isso continuem me dando corda. Rsrsrsr
Beeeeijos













12 comentários :

  1. Oi Suuuuu!

    Mais uma vez, entrou para minha listinha. XD

    Adorei a sua resenha. Já andava bem curiosa para conhecer os livros da autora em questão. E agora NECESSITO conhecer esse "George" do livro. XD
    Fiquei muito curiosa! E, adorei sua resenha pq vou ler sabendo onde estou "pisando", afinal, como vc mesma mencionou, somos um pouco "chatas" até demais as vezes - confesso. rs

    Beijão Su, e que vc continue para sempre com essas "sandices" como vc chama pq eu estou adorando! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOOoi Aninha!!

      Você está me deixando mal acostumada *só avisando* hahahahaha estou me achando com esses elogios! Rá!
      Então menina eu acho que vc vai amar o George e a estória tbm, realmente eu observei isso, as vezes é só meu senso q está de TPM e o seu pode estar de boa! Leia e me conte sua opinião! :*

      Beijos e mais uma vez obrigada

      Excluir
  2. Hahaha adorei a resenha e você mandou muito bem nas críticas, em alguns momentos dava vontade de entrar no livro e dar uns bons tapas tanto na Julie quanto no Daniel, por conta da frescura e imaturidade dos dois. Ainda bem que temos o George pra sacudir tudo. XD
    Beijooooooooooosssssssssssssssssssssss
    www.viciadosemleitua.blog.br

    ResponderExcluir
  3. Olha eu sinceramente tenho que confessar que amei a sua resenha, porque além de escrever muito bem, o livro em si me deixou bastante interessada. Eu o comprei na Bienal de SP, mas ainda não li. Espero gostar, porque depois de ter ficado um tempão em pé na fila, espero que venha a valer a pena viu? Eu agora estou querendo o novo da autora. Mas vou comprar assim que ler esse livro.

    Enfim....

    Olha hoje estou fazendo comentários duplos, por isso eu comentei na anterior =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-filhos-de-lilith-o-despertar.html

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/nova-parceria-editora-petit-e-editora.html

    ResponderExcluir
  4. Eu li algumas resenhas sobre esse livro, mas a verdade é que o enredo me chamou atenção, mas os personagens deixaram a desejar. Muitas resenhas que eu li destacam o mesmo problema que você teve com o personagem do livro, e apesar de eu estar interessada em ler, será uma leitura que deixarei para um outro momento.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Su, tudo bem?
    O livro está parado aqui desde novembro e nem sei quando vou ler.
    Acho que não iria gostar da Julie, mocinhas indecisas me irritam.
    Agora sobre barulhos em casas vizinhas posso afirma com conhecimento de causa que dá sim. Escuto meus vizinhos e o quarto deles fica a pelo menos 5 metros da sala da minha casa. kkkk
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  6. Suhhhhhhh!!!!
    Amei a sua resenha mulher.. cada dia vc escreve uma melhor e minha nossa... eu quero muito esse livro, mesmo com os pontos falhos que você citou e que você sabe que eu ia ser mais chata que você :3 kkkkkkk
    Quero conhecer esse tal de George ai só pra querer uma bicha amiga comigo hahahahaha

    beijoooooooooooooooooooo mulher!!!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Oi Suuu!
    Adorei sua resenha.
    Já quero ler, como faz? heheheh
    Adoro romances que são divertidos e apaixonantes, e ainda mais que tenha um melhor amigo gay.
    Vou colocar na minha lista de desejados, que infelizmente só cresce, pois ultimamente tá difícil.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. adorei a resenha, acho muito bacana os autores nacionais estarem sendo tão valorizados como agora, tá surgindo muito romance bacana na cena nacional, e mais legal ainda é que a autora se interage com os leitores!
    Mesmo não curtindo muito romances, a proposta é bem legal, darei uma conferida. Ótimo post!

    ResponderExcluir
  10. Su, sua linda, sabe que sou sua fã né?! hahahaah
    Para começar, concordo plenamente com o seu #MomentoSincerocídio, concordo com cada letrinha. Li esse livro logo quando foi lançado, ainda era uma outra capa, e comprei direto com a autora. Ela foi super simpática e muito atenciosa. E fico muito feliz em saber que a obra ganhou o Brasil!
    Sua resenha está perfeita, e vou te dizer, você tem as mesmas opiniões que eu! Rá! Achei minha irmã gêmea literária! Lendo cada ponto que você descreveu (todos eles), eu me senti como se tivesse te contado minha opinião.
    Resenha perfeita! Me deu vontade até de reler. E é justamente o que farei... hehhehe
    Parabéns pelo trabalho. O blog está lindo demais, amando o trabalho de vocês!
    Um beijo grande e estalado!

    ResponderExcluir
  11. Oláá
    Esse livro parece ser bem legal, mas essa capa não me atrai nada, porém, gosto bastante de romances assim, então, quem sabe? E adoro quando tem bastante músicas, sua resenha está ótima, e que bom que gostou do livro ;)

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^