Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

31 de março de 2017

Resenha: Ligeiramente Pecaminosos - Os Bedwyns #05.

Título: Ligeiramente Pecaminosos.
Série: Os Bedwyns.
Livro: 05.
Autora: Mary Balogh.
Ano: 2016.
Páginas: 272.
Idioma: Português.
Editora: Arqueiro.
Gênero: Romance / Romance de época.
Categoria: Literatura estrangeira.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse:
“Inteligente, divertido, delicioso. Mais uma vez Mary Balogh nos brinda com uma história bem escrita, de personagens irretocáveis e trama engenhosa.” – Publishers Weekly
Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia. Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos. Porém, apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão. Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história.
  


Aviso: pequeno e importante spoiler do quarto livro, que para quem não leu o quarto livro... siga lendo por sua conta e risco.


Indignada! Indignada é a palavra certa para o começo da resenha desse livro.
Quando terminei o quarto livro, terminei perdida, pois Alleyne Bedwyn foi declarado morto...

Alleyne foi entregar uma carta que acabaria com a guerra, como levou um tiro na perna, caiu do cavalo e bateu a cabeça. Ele realmente estaria morte se não fosse por Rachel York, ela salvou sua vida.

Rachel, depois da morte do pai, foi trabalhar como dama de companhia, e depois de conhecer um homem, o qual roubou ela e suas amigas, as quais trabalham num bordel, fez com que ela e as amigas quisessem ir atrás dele. Elas estavam juntando economias e tiveram a ideia de ir atrás de homens mortos em campo de batalha, para roubar algo de valor, foi assim que Rachel encontrou Alleyne.

“– Morri e fui para o céu – murmurou, fechando de novo os olhos. – E o paraíso é um bordel. Ou seria um inferno cruel, já que, lamentavelmente, pareço incapaz de aproveitar as vantagens da minha boa sorte.”

Depois de se sentir melhor, Alleyne percebeu que não lembrava quem era, e nem como havia chego ali, ele perdeu a memória. E não sabia, o porquê de todas as damas, como ele refere-se a elas, mesmo sabendo a verdade, cuidam dele, mesmo sem um tostão? E mais, por que ele se sente cada vez mais atraído por Rachel, mesmo achando ela inocente demais?

“Entretanto, quando Rachel se virou e Alleyne viu o rubor de suas faces, ela parecia de fato a inocente que fingia ser e ele se sentiu ligeiramente pecaminoso por desejá-la de maneira tão desesperada.”

Mas para conseguir ir atrás do tirano que roubou o dinheiro de todas, elas teriam que montar um plano. Elas montaram, e é nada menos nada mais do que Alleyne fingir se casar com Rachel, para que ela possa pegar as joias que sua mãe deixou para quando se casasse ou completasse 25 anos.

Desesperada ela aceita a oferta de Alleyne, o que ele não sabia e nem ela, é que essa farsa toda poderia virar uma avassaladora paixão, e que o tio de Rachel também havia sido roubado pelo mesmo tirano que elas.

Não dá para saber se eles vão ficar realmente juntos, ela não é o que ele pensa, e ele pode ser alguém muito melhor do que já foi. Mas será que tudo daria certo? E se Alleyne recuperar a memória? O tio de Rachel realmente a odiava? Haveria só um romance na história?

Vou ser sincera, não gostei tanto desse livro como dos outros, acho que ele não devia ter sido escrito, ao menos não dessa forma. Ok, são seis irmãos e tals, mas para minha pessoa, o que aconteceu com Alleyne, sobre ele ter sido dado como morto deveria permanecer assim. Esse livro não chamou muito minha atenção, e minha leitura foi um pouco arrastada. Esse fator, pelo rumo anterior que a história tomou, me incomodou muito.

No final o livro até que fica bem legal, todavia, no começo, é um pouco parado demais, pelos acontecimentos que se desenvolvem em uma letargia terrível. Tive a sensação de que a autora perdeu um pouco o ritmo. Para quem tem acompanhado as minhas resenhas, sabe o quanto venho adorando essa série, mas é assim mesmo, uns livros conquistam mais, outros menos.

Sobre o final? Tenha certeza de que tudo é possível, e se estiver curioso, descubra lendo! Eu recomendo a leitura para quem acompanha a série, é importante, e apesar de incomodar um pouco, vale a pena. E claro, quem quiser aventurar-se em romances de época, super recomendo essa série.

Quanto a edição, páginas são amareladas, o tamanho da fonte é adequado para leitura, a capa se mantém no estilo do decorrer de toda a série - a Arqueiro sempre tem esse cuidado e isso deixa o livro mais bonito. Uma edição simples e muito boa. Não notei erros.

Sei que fui um pouco evasiva sobre o enredo, é que contar mais, seria revelar demais, opinar sobre detalhes, revelaria o que não quero contar... enfim, como disse antes: descubra lendo!

“... Seu amor.”

É isso, galera. Espero que o sexto volume seja lançado logo aqui no Brasil, não vejo a hora de saber a história do Duque de Bewcastle!

Até mais ver!

11 comentários :

  1. Olá, Ana.
    Uma pena esse fato ter atrapalhado a leitura e ela ser arrastada.
    Falam muito bem dos livros dessa autora, quero conhecer a narrativa dela em breve!

    ResponderExcluir
  2. Olá... tudo bem???
    Eu quis muito ler o primeiro livro desta série, mas terminei desistindo mesmo sendo romance de época que gosto muito, mas não sei pode ser que eu volta atrás... eu acho que os romances de época poderiam ter séries mais curtas, mas as vezes eu me esqueço que nesta época as mulheres tinham muitos filhos rs... então é natural que seja grande mesmo. É uma pena que este não tenha te agradado tanto... mas de qualquer forma é essencial a leitura uma vez que já leu todos os livros anteriores. Xero!

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem?
    Que pena que foi uma leitura arrastada para você e que esse fator acabou atrapalhando um pouco. Eu tenho muita curiosidade de ler o livro mas fico com receio de ser algo totalmente erótico devido ao nome dos livros da série.. Sempre leio resenhas boas mas fico com receio de arriscar. Espero perder esse medo, já vou deixar anotado aqui.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu acho os títulos dessa série bem interessante, quem fica ligeiramente casado e etc. Eu fiquei ligeiramente curiosa rs
    Eu pensei que essa série era Hot, mas pelo que entendi não é, ou é?
    Pena vc não ter curtindo tanto este volume e é por isso que tenho um pé atrás com série eu evito ao máximo, até encaro de boa uma trilogia mais que isso fico com medo. Ficou ótima sua resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  5. OOi!
    Que pena que esse livro não foi para você tão bom quanto os outros!
    Por amar os gêneros e achar a premissa bem interessante, tenho bastante vontade de ler a série, só falta uma oportunidade mesmo. Oportunidade: Dinheiro! kkkkk
    Espero lê-lo em breve, e que não acabe se tornando uma leitura arrastada para mim também.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana!
    Eu não curto muito romances de época, li alguns da Auten apenas por conta do humor ácido e da crítica social da autora. Ainda não fui fisgada severamente pelos romances de época das autoras atuais. Esse, por exemplo, não me chamou a atenção, acho que nem o restante da coleção. Mas gostei de ver que você deixou clara sua opinião mesmo gostando dos demais livros. Bj!

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Sempre tive curiosidade em ler essa série, as capas são lindas, isso chamou minha atenção. Depois de ler sua resenha, fiquei com mais vontade, mesmo não te agradando muito. Vou botar na lista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Li o primeiro livro dessa série há um tempo, mas ainda não dei continuidade.
    Gostei de conhecer suas impressões e achei bem ruim essa questão de o personagem estar morto e não estar. Não lembro, com certeza, se ele apareceu no primeiro livro, mas essa sua ideia é muito interessante e, pelo que pude imaginar, acho que esse livro não deveria ser escrito mesmo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, confesso que os títulos dos livros dessa série me deixam om o pé atrás. O conteúdo me assusta um pouco, posso até estar errada, mas parece ter uma pegada romance de época + erotizado, kkkk
    Eu não curto livros hot, por isso fico com receio de ler.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Não sou fã dos romances de época, mas de tanto ler resenhas positivas, acabo conhecendo um pouco mais sobre a série. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Nossa minha amiga fala direto dessa série mas eu nunca pensei em como era o enredo, gostei bastante. Eu como boa amante de romances de época já super quero ler essa série.
    Beijuh

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^