Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

14 de julho de 2017

Resenha: Os Reis do Bourbon - J.R. Ward #01.

Título: Os Reis do Bourbon.
Subtítulo: Uma dinastia dividida entre a fortuna e o amor.
Trilogia: Os Reis do Bourbon.
Livro: 01.
Autora: J.R. Ward. 
ISBN-13: 9788579309731.
ISBN-10: 8579309735.
Ano: 2016. 
Páginas: 431.
Idioma: Português.
Editora: Universo dos Livros.
Gênero: Literatura Estrangeira, Romance.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.
Cortesia / Editora parceira LT 2017.

Sinopse: Por gerações, a família Bradford foi coroada como magnata da capital mundial da produção de bourbon, no Estado norte-americano de Kentucky. A fortuna permanente lhes proporcionou prestígio e privilégios bem como a divisão de classes, conseguida a duras penas, na vasta propriedade familiar, a Easterly. No topo dela, há uma dinastia que, para todos os efeitos, joga de acordo com as regras da boa sorte e do bom gosto. Na base, os empregados que trabalham sem parar para manter impecável a fachada dos Bradford. E nunca os dois lados deverão se encontrar.
Para Lizzie King, a jardineira-chefe, cruzar essa fronteira quase arruinou sua vida. Apaixonar-se por Tulane, o filho pródigo da dinastia do bourbon, não foi o que pretendia, nem o que desejava, e o rompimento amargo só provou que seus instintos estavam certos. Agora, após dois anos de afastamento, Tulane finalmente retorna para casa, e traz consigo o passado. Ninguém sairá ileso: nem a bela e insensível esposa de Tulane; nem seu irmão mais velho, cuja amargura e rancor desconhecem limites; tampouco e especialmente o patriarca, um homem de pouca moral, ainda menos escrúpulos e muitos, muitos segredos terríveis. Enquanto as tensões familiares profissionais e particulares florescem, Easterly e todos os seus habitantes serão lançados nos domínios de uma transformação irrevogável, e somente os fortes sobreviverão.


Desde o anuncio do lançamento de Os Reis do Bourbon e já faz um bom tempo, eu estava curiosa para ler essa série da J.R. Ward. Ela é uma das minhas autoras preferidas e isso por si só, confesso, me fazia desejar esse primeiro volume. E? Que grata surpresa a família Bradford me foi, no quesito leitura.

Quando se trata de produzir Bourbon eles são os Reis, são bons no que fazem e sua fama os precede, mas, no quesito família e ser humano, hum... Um império desmoronando, contando com um patriarca dos infernos (Perdão pela expressão, gente, mas não tenho outra!), para quem pensa que toda a história vai se passar apenas em torno de Lane e Lizzie, está bem enganado. Apesar da história de Lane se prender mais ao romance, o livro vai bem além e conta com pitadas de suspense, certo ar de romance policial incrustado levemente, as histórias dos vários personagens vão se interligando e dando forma a esse livro, sem deixar pontas soltas e nos instigando a querer mais.

Não vou me ater à premissa, porque a sinopse evidência bem sobre o que é e onde o enredo se passa, apesar de esconder os mistérios que mencionei acima. Esse primeiro livro nos apresenta a muito problemática família Bradford. O livro é repleto de segredos, podemos descrever, literalmente, como um livro repleto de “confusão”, é como assistir a uma novela cheia de reviravoltas, mas, nesse caso, uma boa novela.

Confesso que, para minha pessoa, que está acostumada com os livros da Ward que são das séries Irmandade da Adaga Negra e Fallen Angels, ler Os Reis do Bourbon foi diferente, todavia, muito bom. A autora nos apresenta personagens bem construídos, que em sua maioria nos despertam amor e ódio, alguns deles são fortes, outros fracos, mas todos compõem exatamente o que a história precisa, e eles fazem com que cada virar de páginas seja ansiado.

Com personagens repletos de conflitos, envolvidos em seus dramas individuais e no familiar, a autora nos apresenta cada personagem. Confesso que Max, o que é mencionado em flashes de memória me chamou muito a atenção. Pelo que entendi, no enredo dos próximos volumes – se é que compreendi corretamente a intenção de J.R. Ward – devemos conhecer mais desses personagens, mas creio eu que Lane ainda será o protagonista, entretanto, caso ela faça um livro para cada personagem – com o seu velho toque de “histórias entrelaçadas” –, estarei ansiosa pelo de Max.

A narrativa do livro é em terceira pessoa, e os pontos de vista variam entre os personagens, algo que gosto e estou muito familiarizada nos livros da autora, aliás, a escrita dela tem um poder de nos cativar e prender que é incrível.

Preciso deixar claro que o início do livro é um pouco moroso, também que entendo ter se feito necessário, pois a autora quis nos “situar” ao universo no qual se passa a história. Porém, conforme vamos avançando na trama nos vemos presos e virando apressadamente cada página até chegarmos a um final que... Não, eu não esperava, é muito rolo, gente! Um livro repleto de escândalos, uma família que em verdade é bem desestruturada, um enredo fascinante. Aliás, é muito mais o que está por vir! Que final, heim? E a mostra que tem no final do livro, um capítulo do próximo volume? Maldade pura da autora nos aguçar com aquele trecho. Que venha logo essa continuação aqui no Brasil!

Quanto à edição. a capa é linda! A revisão está boa, apesar de alguns errinhos aqui e ali, nada que realmente vá atrapalhar a leitura. As folhas são amareladas e a fonte tem um tamanho adequado para leitura. Uma edição ao melhor estilo Universo dos Livros: simples e charmosa.

Não sei bem o que esperar, nem quantos livros a série vai ter, mas posso dizer que tem muito “gancho” no livro e caminhos para Ward seguir, vida longa a Mahmen, porque nós queremos mais e mais livros!

Se eu recomendo a leitura? Com certeza! Até mais ver!


Nota: Vi por aí, inclusive na página oficial da autora, que essa série seria adaptada para televisão. Bem, ficamos na espera! 

Classificação:



8 comentários :

  1. Não conheço a série. Mas a premissa parece ser bastante interessante e sua resenha me deixou curiosa e com vontade de lê-lo, vou procurar.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Estou louca pra ler desde que lançou e comprei na epoca na pré.
    Mas ainda nao tive a chance de ler, falta de tempo mesmo.
    Foi bom que li a resenha aqui e ja sei mais ou menos o que esperar, amo a escrita da Ward e ela sempre me surpreende.
    Não vi mais a editora falando do livro, acho que nao vao mais publicar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Esse autora sempre arrasa! Sou super fã. Ainda não tive a chance de ler esse livro, está na lista, mas acabei adiando. Agora, depois de ler sua resenha, fiquei muito curiosa! Obrigada pela dica!
    Amei sua resenha!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana! Você acredita que eu nunca li nenhuma obra dessa autora? Mas tenho muita curiosidade, principalmente a série Irmandade da Adaga Negra que eu só leio comentários positivos, e também porque amo histórias de vampiros haha. Sua resenha está maravilhosa, muito completa e espero me apaixonar pela escrita da autora, assim como você. Obrigada pela dica, bjss!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Que capa mais diva!!! Ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro da autora, mas só escuto elogios a respeito da sua escrita. Confesso que fiquei mt curiosa para conhecer esses escândalos;
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem?
    Eu ainda não conheço a escrita da autora e nem tinha ouvido falar dessa série mas só o que li aqui foi o suficiente para me despertar o interesse. Adoro séries que falam sobre o amor e os personagens me cativaram. Já anotei a dica.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Esse é o tipo de livro que não consigo dar chance. Gostei do que li na sua resenha, mas não tenho a mínima vontade de ler. Mas é uma boa dica pra quem gosta e ainda não leu.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Apesar do furor, não é o tipo de leitura que chama minha atenção, mas espero que seja uma série de sucesso na TV.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^