Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

19 de maio de 2016

Resenha: A Garota no Trem.



Título: A Garota no Trem.
Ano: 2015. 
Páginas: 378.
ISBN: 9788501104656.
Idioma: Português.
Editora: Record.
Autora: Paula Hawkins.
Gênero: Mistério / Thriller Psicológico.
Adicione ao Skoob.



Sinopse:
Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

Rachel, que antes tinha uma vida normal, morava com o cara que amava, ia trabalhar todos os dias e era feliz, agora leva uma vida mesquinha de todos os dias. Ela agora divide um apartamento com Cathy - que lhe cedeu um quarto, em seu duplex, é viciada em álcool e perdeu o emprego.

Todo dia ela pega o trem das 8:04 horas, para fingir que ainda trabalha, para que Cathy não descubra e a mande embora. Ela vai para Londres, bebe, volta para casa e essa é sua rotina atual de todos os dias.

Porém, antes de chegar ao seu destino, ela passa na frente de sua antiga casa, de sua antiga vida, onde agora mora Tom e Anna com a filhinha deles. Tom é o ex-marido de Rachel. Ela não aceita que acabou, as vezes ainda aparece por lá, ou liga para Tom, pois não se conforma que ele a trocou por Anna e que ainda por cima vivem na casa que antes era... dela.

Nesse mesmo percurso, ela passa por uma outra casa e assiste um casal que, ela julga perfeito - para o qual ela deu os nomes de Jess e Jason (já que não os conhece). Rachel descreve a vida deles como perfeita, como se assim ela pudesse vivenciar a vida deles, como se pudesse ver como seria a vida dela com o Tom, ou a forma com que queria que fosse.

Era isso o que parecia, até que um dia, Rachel presencia algo que não era muito comum: Jess estava com outra pessoa e depois de um tempo ela desaparece.
E isso começa a tomar parte da vida dela, como se ela tivesse que resolver o caso.
Os acontecimentos vão ficando estranhos quando ela começa a ter visões de que algo aconteceu, a polícia aparece para falar com ela, como se ela tivesse algo a ver com o desaparecimento. Rachel descobre o nome real deles, Megan e Scott. E assim, parece que Rachel está dentro do que aconteceu com Megan, que está cavando sua própria cova.

Até então, o que todos pensam é que Scott tem algo a ver com o sumiço de Megan, entretanto... E se uma pessoa que não tivesse nada a ver com ela fosse a real responsável? E se Rachel tivesse certa do que realmente estava acontecendo?


O livro conta o ponto de vista de Rachel, Anna e Megan, cada parte unindo-se a outra com maestria, contribuindo assim para chegarmos a conclusão do que realmente aconteceu com Megan... ou não. O livro é perfeito, é viciante e você não quer parar de ler.

Se você gosta de um livro cheio de suspenses, intenso, com um toque da realidade de pessoas que associam depressão e alcoolismo, que conta com uma escrita instigante e um enredo que surpreende, esse livro é para você. Recomendo para todos que curtem o gênero e para quem quer aventurar-se por ele.

[Quotes]

Sei que, em noites quentes de verão, os moradores da casa, Jason e Jess, às vezes saem pela enorme janela-guilhotina e se sentam numa espécie de varanda do teto da cozinha. Eles formam um casal perfeito, um casal 20.  

De vazio, eu entendo. Começo a achar que não há nada a se fazer para preenchê-lo. Foi o que percebi com as sessões de terapia: os buracos na sua vida são permanentes. É preciso crescer ao redor deles, como raízes de árvore ao redor do concreto; você se molda a partir das lacunas.

Avaliação: 

11 comentários :

  1. Nossaaaa que legal, um amigo meu sempre fala desse livro, mas eu nunca dei importância, adorei a sua resenha, super completa, fiquei super curiosa.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre tive interesse no livro, li ótimas resenhas (como a sua) e fiquei muito intrigada com a trama. Cada vez que leio uma resenha assim, positiva e capaz de cutucar com força a minha curiosidade, só me pergunto pq raios ainda n peguei o livro p ler! Agora, to aqui, imaginando se a Anna desapareceu com a Megan p jogar a culpa na Rachel ou se a Megan se juntou c Anna e ai.... Viu??? Me pegou! XD

    ResponderExcluir
  3. Achei esse livro bem intenso. Alem da personagem ser bem corajosa, não é qualquer pessoa que contaria o que viu. A primeira curiosidade é mesmo saber o que aconteceu com a moça.
    Gostei do clima tenso do livro, boa dica ;)

    ResponderExcluir
  4. Oi, já ouvi falar desse livro e tudo que vi foram coisas positivas e já quero ler, já que ele tem essa pegada de suspense que adoro. Estou louca para saber o que aconteceu com a Megan e qual o papel da Rachel nisso tudo. Fiquei bem curiosa. Dica anotada.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Morro de vontade de ler esse livro, o gênero me agrada muito e a história parece ser cheia de mistérios. Gostei de ver a resenha dessa obra por aqui e pela sua opinião, o livro parece ser mesmo maravilhoso. Espero poder ler em breve.

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Tenho muito vontade de ler esse livro, vejo bons comentários e a com a sua resenha, minha curiosidade só aumentou.
    O que será que aconteceu com esse desaparecimento? Que situação complicada hein? Perder tudo, emprego, casa, marido e ainda esconde algumas coisas das pessoas.
    beijos e obrigada pela dica

    ResponderExcluir
  7. Oiiiiiiiiiiiiii A.Luiza!
    Eu li esse livro, adorei apesar de ter focado mais no drama da Rachel me sensibilizei pelo caos que ela se encontrava, tive muito ódio do................ tu sabe quem... e achei final super merecido e maluco!
    Quem diria que o ódio aliaria a............ e a...........!!!
    Estou louca para ver a adaptação para o cinema!
    Beijos e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Só vejo críticas boas sobre esse livro, assisti ao trailer e gostei bastante! Fiquei curiosa para saber o que acontece, se ela vai descobrir o que aconteceu com a mulher. Esse mistério todo deve deixar a leitura super intensa, vou ler com toda certeza, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá... sempre leio resenhas positivas sobre o livro... e fiquei bem curiosa... mas confesso que não tenho pretensão de ler, mas quero assistir o filme com toda a certeza... gosto muito de suspense... gosto de envolver nos fatos e acho que se eu tivesse no lugar dela... teria me envolvido também... sua resenha foi bem empolgante... Xero!

    ResponderExcluir
  10. Olá, estou super curiosa para conferir essa obra. Sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler. Quero conferir a adaptação também!

    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela resenha, vejo bastante gente comentando sobre este livro e não tinha parado para ler nada dele, mas agora fiquei totalmente curiosa.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^