Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

23 de maio de 2016

[O Autor Responde] FML Pepper.


Hoje é dia de O Autor Responde e é nada mais nada menos do que com ela, a linda, talentosa e querida... FML Pepper!
Antes de começarmos, quero desejar as boas-vindas, em nome de toda a nossa equipe e dos nossos leitores que você seja bem-vinda a nossa casa, Pepper! 

Quero também agradecer a entrevista cedida para o nosso cantinho e também parabenizá-la por sua iniciativa no mundo literário e desejar para você muito, muito sucesso! O Livros & Tal tem o prazer de recebe-la entre nós!
Vamos conferir a entrevista? Segue lendo!
1. [Blog - Laneeh] O que lhe inspirou a escrever essa história?
Pepper: Olha, o que me inspirou a escrever Não Pare foi a leitura do livro, A menina que roubava livros do Markus Zusak. Eu fiquei realmente fascinada, realmente encantada com a ideia da morte ser a narradora da história. Aquilo de alguma forma mexeu comigo e comecei a pensar, poxa... e se a morte tiver sentimentos? E se a Ceifeira se apaixonasse pela pessoa que ela teria que levar? Então isso começou a gerar um turbilhão de ideias na minha cabeça e outros foram surgindo naturalmente e progressivamente.

2. [Blog - Laneeh] Você pretende escrever mais histórias dentro do gênero da sua trilogia de estreia? Ou em qualquer outro gênero?
Pepper:  Sim, não sei se desse gênero, assim pois eu tenho uma carga bem forte para fantasia. Gosto de criar mundos, apesar de adorar o nosso mundo também. Não sei se vivo no mundo dos sonhadores, talvez eu seja uma grande sonhadora e goste de criar outros mundos onde eu possa me perder neles. Mas o que eu posso garantir é o seguinte: eu vou ficar com este público, é isso o que eu sinto dentro de mim, pois o YA ou o new adult é onde eu sinto minha pegada. Deve ser por que eu sou dentista e por isso lido com pacientes jovens há muito tempo. Tenho um canal muito fácil com esse perfil, com esse grupo de pessoas, então eu me identifico muito. Sendo assim, o gênero pode mudar para: suspense, fantasia, romance ou até mesmo ação... Mas sempre com essa pegada jovem.

3. [Blog - Laneeh] Quem lhe inspirou a entrar no mundo da escrita?
Pepper: A minha inspiração para o mundo da escrita veio tardiamente. Como muitos já sabem, eu venho de uma família humilde e por isso, meus pais não tinham, assim como boa parcela dos Brasileiros, o hábito da leitura. Sem contar que também não sobrava grana para os livros de ficção, isso era o menos importante em uma família que tinha que pagar as contas que faltavam e tinham dificuldade para as coisas básicas. Sendo assim, eu estudava no melhor colégio que meus pais podiam me dar e mesmo assim com muita dificuldade. Então, quer dizer, eu lia aqueles livros de colégio que infelizmente nem sempre eram os mais interessantes. Eu sempre fui boa aluna e eu lia os livros determinados pelo colégio, mas nunca livros extracurriculares. Entrar em uma livraria e comprar livros? Isso nunca existiu na minha infância ou na minha adolescência. Até que me formei em odontologia e como uma boa aluna eu continuei estudando, mas sempre livros de odontologia até ter uma gravidez de risco e ter perdido o bebe. Quando finalmente consegui engravidar o médico afirmou que era uma gravidez de risco, então a inspiração veio nos nove meses enquanto estava de repouso. Enquanto eu estava à beira de uma depressão é que eu comecei a ler, ler, ler e foram mais de 90 livros lidos durante a gestação. Ali que veio a inspiração, eu acho que no meio de tantos livros eu me encontrei, encontrei um grande amor no meio da literatura.

4. [Blog - Laneeh] Tem algum(a) autor(a) que você admira?
Pepper: Sem sombra de dúvidas, minha maior admiração é JK Rolling,  não pelo fato dela ter esse sucesso estrondoso, ela tem esse sucesso porque ela realmente merece. Quem Harry Potter, quem vê a riqueza daquele mundo criado por ela, os detalhes, os caprichos a admira, assim como eu também admiro o George R. R. Martin. São as riquezas, a perfeição, aquilo tudo é muito minucioso, os mundos feitos com capricho, o mostrar, não dizer através de coisas lindas, palavras lindas, cenários lindíssimos. Então, com certeza, JK Rolling é a minha principal, mas tem muitos outros.

5. [Blog - Laneeh] Atualmente você está escrevendo uma nova história ou só curtindo o sucesso da trilogia Não Pare?
Pepper: Se atualmente estou escrevendo uma nova história ou só curtindo o sucesso?! Na verdade, eu queria estar fazendo um pouquinho dos dois, estar escrevendo uma nova história e curtindo um pouquinho o sucesso da trilogia, mas são tantas as obrigações, que eu acho que estou mais curtindo o sucesso da trilogia. Apesar de eu não ter tempo suficiente para curtir o sucesso da trilogia e nem para escrever, porque nesse meio tempo meu filhinho veio crescendo e com certeza meu maior papel na vida, sem sombra de dúvidas, foi o papel de Mãe. Foi muita luta para deixar esse ser vir, é tanto amor que a gente tem por um filho, que você não vai ter um filho simplesmente para largar no colégio. Então, todas as manhãs, eu passo com ele. Vendo dever de casa, levando na natação, futsal, ginástica olímpica e dando banho, levando ao médico e levando ao dentista  e não pode ser a mãe porque pede a graça - risos.

6. [Blog - Laneeh] Você, em algum momento, achou que sua história fosse ter esse sucesso todo?
Pepper: Jamais imaginei que teria esse sucesso todo! Queria? Óbvio! Eu acho que nenhum escritor vai falar “Ah... eu não quero”, isso é mentira! Todos querem. Mas assim, imaginar esse sucesso todo? Nunca. Eu sempre acreditei, eu sempre tive fé. Mas assim, de um dia acontecer, eu nunca duvidei. Mas eu não acreditava que fosse esse sucesso todo tão rápido, eu realmente fiquei de queixo caído. De vez em quando eu preciso me beliscar, para ver: Caramba, isso está acontecendo realmente!
Então parece meio mágico, realmente muito mágico.

7. [Blog - Laneeh] Quando você recebeu a notícia de que seus livros seriam publicados por uma casa editorial, qual foi sua primeira reação?
Pepper: A questão de ter meus livros publicados, eu fiquei feliz com certeza. Mas, nunca me deslumbrei com isso, Laneeh. Enfim, eu nunca me deslumbrei, por que? Porque eu comecei pela auto publicação, então eu mesma sabia fazer todas as etapas. Eu passei pela parte de escrita, revisão, copidesque, editoração. Eu mesma fiz a primeira capa horrenda, horrorosa, mas fui eu, fui eu que fui lá na Amazon e baixei aquele livrinho de graça "Como formatar seu livro para o kindlle" e fiz todas as etapas e coloquei na Amazon. Vi preço, conversei com o pessoal nas mídias, então quando uma editora vem pra mim para publicar fisicamente? Eu fiquei muito feliz? Fiquei. Mas já não estava mais deslumbrada com isso, porque eu já sabia como era publicar um livro, né? Assim, é curioso isso...
Eu digo curioso no sentido de porque é muito bom, porque são as editoras que colocam o livro físico que tem a maior distribuição pelo país, mas eu já me sentia tão realizada. Sabe, assim, quando a gente tem um filho ou 10 filhos? Deve ser maravilhoso ter 10 filhos, mas uma mãe já se sente profundamente realizada tendo um filho. Pode perguntar para qualquer mãe, então, obviamente, você gostaria de ter mais, gostaria. Então quer dizer, obviamente, eu gostaria de ter aquele livro impresso. Sim, gostaria! Mas eu realmente já me sentia realizada, porque eu já tinha tantos amigos, tantos leitores, tanta gente que vinha falar comigo por causa dos livros digitais. Eu já era tão conhecida, graças a Amazon que, quando veio o convite da editora Valentina, eu fiquei felicíssima. Eu recebi o convite de outras duas editoras também, pelo fato da editora Valentina topar o contrato híbrido me fez apaixonar ainda mais por ela, ai sim bati o martelo. Eu topei entrar, porque até então, eu não queria.

8. [Blog - Laneeh] Quando decidiu escrever, você recebeu apoio da sua família e amigos próximos?
Pepper: Eu pertenço, graças a Deus, a uma família muito amorosa. Para falar a verdade, eles sempre me incentivaram em tudo o que eu fiz. Mas nessa questão da literatura, eles meio que no início ficaram chocados. Por que? Porque graças a Deus eu tenho um consultório, sou bem sucedida na odontologia. Tenho uma agenda cheia, muitos pacientes, sou feliz na odontologia, adoro o que faço e de repente eu falei: "Ó, eu também estou escrevendo um livro!" Eles olharam assim: "Ahn?", "Meio quem, filha?", "Como é que é?" E tipo assim, sempre apoiaram, mas ficaram meio assim, um estranhamento generalizado.

9. [Blog - Laneeh] Existe algum projeto pra agora? Pode falar? Ou pro futuro?
Pepper: No meio dessas loucuras todas, eu venho escrevendo sim! Uma história que eu até já relatei, é um new adult que está bem adiantado, mas longe de estar terminado. A história de uma ladra, uma garota que nasce para ser uma ladra, realmente uma ladra. Já está devidamente registrada na biblioteca nacional, então eu posso falar. Uma ladra que passa por uma experiência sobrenatural e isso muda toda a vida dela. Então parece uma história, uma pegada, assim, apesar de não ser muito fantasioso e acontecer aqui na terra, em uma faculdade... é bem estilo Pepper. Bem agitado, bastante ação, bastante reviravoltas, mas com uma pegada mais romântica, uma coisa mais tranquila em relação ao Não Pare, mas bem agitadinho também.

10. [Blog - Laneeh] Tendo em vista que você tem outra profissão além de ser escritora, como você concilia vida pessoal, família e os dois trabalhos? É difícil ou já conseguiu um equilíbrio entre eles?
Pepper: Como eu concílio minha vida pessoal com os dois trabalhos? Me desdobrando em mil mulheres, dormindo pouco, ficando cheia de estresse, cabelo caindo, roendo as unhas, enfim... Mas é aquilo que eu falei, curiosamente, eu acho que esse ano, está sendo um ano que eu estou equilibrando mais. Porque até então eu ficava assim “Caramba, eu não consigo!". Eu queria dar mais atenção pra todo mundo, pros meus leitores, pros livros que quero ler. Eu tenho uma prateleira lotada de livros comprados que eu não consigo começar a ler, das coisas que quero escrever, da atenção que eu dou ao meu filho, marido enfim.. Consultório, pacientes, casos de pacientes que eu preciso estudar em casa, a minha editora, no meio disso tudo, eu me sentia um novelo de culpa.
Mas foi ai que eu entendi que não precisava disso, que cada um escreve a sua história e que a história da Pepper é diferente do escritor x, da escritora y, do escritor z. Tem escritores que tem família, mas não precisam trabalhar em mais nada, são só escritores, ficam só para aquilo, ótimo, eles tem mais tempo. Tem escritor que nem família tem e só vive para aquilo, ótimo, eles tem mais tempo. E tem escritores como eu, que se desdobram em mil e aí eu percebi que esses que se desdobram em mil acabam fazendo seu próprio tempo. Então, eu não vou produzir três livros por ano? Não, não vou. Vou produzir um livro por ano, mas que eu faça esse livro com mais qualidade possível, que eu dê o meu melhor, que eu faça algo realmente bom e que possa fazer a diferença na vida de várias pessoas. Que não seja somente uma leitura de entretenimento. É esse o lema que levo pra dentro de mim, que as minhas palavras, de alguma forma, possam tocar positivamente aqueles que lerem todos os meus parágrafos.

[Rapidinhas]

Um filme: E o Vento Levou.
Um personagem do cinema: Scarlett O'hara.
Um livro: Silo, do Hugh Howey.
Um personagem literário: Drácula, de Bram Stoker.
Uma pessoa: Alexandre.
Um sentimento: Amor. Perdão.
Uma comida: Chocolate. Café.
Um amor: Meu Filho.
Uma palavra: Foco.
A frase da sua vida: Você é o que você foca. Acredite nos seus sonhos.
Você: Determinação.

[Blog - Laneeh] Para finalizarmos, peço que deixe um recadinho para os nosso leitores do Livros & Tal e para os seus leitores:

Pepper: Minha palavra, meu mantra de sempre, é o que eu vou falar para os leitores dos Livros & Tal, com o maior carinho do mundo: Acredite! Acredite nos seus sonhos. Foque, porque a distância entre você está e aonde você quer chegar depende apenas das suas decisões, do caminho que você decidir tomar. Foque direito que você vai chegar onde você quer. Eu acredito nisso piamente, porque é o que dá certo com os grandes vencedores, e é o que está começando a dar certo comigo. Acreditem! 


Bom, é isso. Chegamos ao fim dessa entrevista que, para nós, aqui do LT, foi um prazer realiza-la. Agora me contem: Já conheciam o trabalho dessa talentosa autora nacional?
Quem já leu a trilogia Não Pare? Tem curiosidade mas ainda não teve a oportunidade de ler? Conte-me tudo!

Até mais!

Confira as nossas resenhas da trilogia clicando nos links abaixo.

21 comentários :

  1. Oii, tudo bem?

    Então e claro que eu já conhecia a autora, mas e sempre muito bom conhecer mais sobre não e mesmo? Adorei a entrevista, e espero que muitas mais venham para você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca teria parado pra pensar sobre o sentimento da morte, realmente essa autora tem uma imaginação e tanto !!
    Que lindo que ela conseguiu transformar um momento triste em algo totalmente incrível. Ler e escrever com certeza é uma das coisas mais maravilhosas de se fazer.
    Ela é uma mulher muito guerreira, e a familia é mesmo a base de tudo. Ter um apoio é essencial e que bom que ela encontrou isso, bom pra nós, leitores ne kkkkkkk
    Que linda essa mensagem que ela deixou, vi que é pra mim, já que quero tanto um coisa e que as vezes é difícil de conseguir.
    Adorei conhecê-la!

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Realmente me surpreendeu muito essa entrevista que fizeste, é sempre bom que ela encontro esse conforto e apoio que ela recebe dos fãs. Eu nunca tive oportunidade de ler nenhuma das suas obras e com essa entrevista só me deixou cm mais vontade. Adorei conhecer ela dessa forma.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. A FML e uma gracinha, adoro a pessoa dela. Nao li seus livros pelo simples fato de que ela sempre disse que foi inspirada por Crepusculo a trabalhar a serie, ela disse isso no Jô, se nao me engano, e isso me desanimou, ja que nao curto muito a saga vapiresca. Por essa razao fiquei bem impressionada de ver ela falar de A Menina que Roubava Livros. Enfim... adorei conhecer um pouco mais sobre ela e desejo todo o sucesso ao seu trabalho.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Oiee

    Adorei! Eu já conhecia a autora, mas foi muito bom conhecer um pouco mais.
    Ainda não li nenhum dos livros mas não falta vontade.
    Parabéns pelo post.

    Bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Pepper é demais! Super carismática e atenciosa com os fã, adoro ela. Preciso comprar a trilogia e devorar. adorei sua entrevista.

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Ah essa autora é linda e muito atenciosa, adorei conhecer um pouco mais sobre ela.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Arrasaram!!!! Laneehh divou na entrevista, a Pepper é um amor minha gente <3

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Que autora super simpática! Adorei! Ainda não conferi o trabalho dela, mas depois dessa simpatia, preciso conferir sim. E que bom que está curtindo do sucesso, é mais que merecido! E que venham mais livros dela!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Ahhh FML é puro amor!! Confesso, que sempre tive curiosidade de saber de onde veio a inspiração para criar o mundo de "Não pare". Nunca iria imaginar que tem haver com "A menina que roubava livros"!!
    Parabéns pela entrevista!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?

    No começo, quando não sabia muito bem sobre o que se tratava os livros, eu queria muito ler, mas depois a vontade foi passando. Hoje, não pretendo ler. Mas admiro muito a autora, especialmente porque ela começou totalmente como independente e só depois é que foi assinar um contrato híbrido. Não sabia que ela se formou em odonto, nossa! Adoro quando os autores deixam a escrita aflorar e se descobrem ótimos em outras área que não a de formação! E quem não ama a Rowling, né non? <3
    Adorei a entrevista e, também, o ping-pong! :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Sou suspeita para falar de Pepper, pois amooo o jeito dela. A tenho no face e instagram e a cada dia a admiro mais. Ainda não li seu livro, mas irei ler só porque ela é esse amor de pessoa. Educada e atenciosa com seus leitores. Gosto muito dela. E adorei este bate papo, conhece-la mais um pouco foi muito bom. Adorei.

    beijos
    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Uau!!!!! é o que eu consigo dizer u-a-u

    que entrevista maravilhosa!!!

    eu adoro os livros da Pepper, e adoro ela...é um amor de pessoa! mas não conhecia tão a fundo...que querida!!!!

    obrigada pela entrevista! realmente eu amei!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Flor, a Pepper é mesmo um encanto. Uma autora talentosa e super simpática, adoro acompanhar suas publicações em eventos...ela é bem divertida.
    Adorei a entrevista...parabéns e que venham muita outras.

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Oie
    nossa, a autora parece ser ótima pois só ouço elogios sobre a série dela, eu tenho muita curiosidade e adorei ver entrevista com ela por aqui

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi!!
    Essa autora é uma fofa, adorei a entrevista e espero que ela lance outros livros logo logo, li a trilogia Não Pare e é muito boa.
    A autora merece todo o carinho que recebe de seus leitores.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  17. A Pepper é carisma puto adoro sua alegria e simpatia, sem contar que escreve maravilhosamente bem li o primeiro livro e não vejo a hora de terminar a trilogia. Já estou surtando com o pouco que contou sobre o novo trabalho. Ótima entrevista. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Amei a entrevista, a escritora parece ser super fofa e simpática. Ainda não tive a chance de ler os livros dela, mas tenho muita vontade, espero poder ler os 3 ainda esse ano. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. O que eu mais gosto nessa autora é a simpatia. Eu li o primeiro livro, que tem vários aspectos muito interessante. Que bom ela já está trabalhando em um novo projeto. Ficarei aguardando.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. FML Pepper é DIVA! Adoro os livros dela e é uma simpatia em pessoa. Adorei ler essa entrevista dela. E novo projeto pra vir <3
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Pela entrevista da pra ver que é uma autoria e tanto, bem criativa! Não li nenhuma obra dela mas curti tanto as respostas que buscarei os livros pra ler! "Não sei se vivo no mundo dos sonhadores, talvez eu seja uma grande sonhadora e goste de criar outros mundos onde eu possa me perder neles."

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^