Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

25 de janeiro de 2016

Resenha: A Promessa da Rosa - Babi A. Sette.

Título: A Promessa da Rosa.
Série: Flores da Temporada.
Livro: 01.
Autora: Babi A. Sette.
Editora: Novo Século.
Páginas: 432.
Ano: 2015.
Idioma: Português.
ISBN: 9788542805550.
Gênero: Romance, Romance de época, Ficção.
Categoria: Literatura Brasileira.
Adicione ao Skoob.

Sinopse:
"Século XIX: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes... Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não se casar cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena... Arthur Harold é bonito, rico e obstinado. Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, a impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite se transforma em uma paixão sem limites. Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e, sim, pela única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e sua enorme teimosia: o seu coração."


A história acontece no século 19 e nos apresenta a Kathelyn Stanwell, uma jovem sonhadora e com uma cabeça muito a frente do seu tempo. Ela vem de uma família rica e famosa de Londres, além de despertar a atenção dos homens e a inveja das mulheres pela beleza e simpatia que esbanja, Kathe também tem algumas características que no tempo citado, são defeitos graves. Ela é inteligente demais, sonha em ser livre e fazer o que bem entender com sua vida, estudar, conhecer o mundo. Ela não suporta os nobres, nem os que esfregam seus títulos na cara das pessoas e para piorar sua reputação, ela não almeja um casamento.

Quer dizer, ela só aceita se casar – para o desespero de seu pai – se estiver realmente apaixonada. Kathelyn tem dezessete anos e nessa idade os pais já buscam um bom casamento para as filhas e com o seu não foi diferente. O Conde já apresenta a filha como debutante em uma festa para que a mesma seja cortejada pelos homens mais ricos e melhores partidos da cidade, óbvio que nenhum daqueles nobres horrorosos e enfadonhos consegue despertar seu interesse, mas aquele baile de mascara traria algumas surpresas para ela. O mistério de uma máscara lhe permitiria ser – mesmo que por uma noite – a pessoa que ela é, e que deseja ser, inteligente e livre. Assim, Kathe conhece Arthur Harold o homem que causa alvoroço por ser quem sabe, o melhor partido da temporada. Não demora muito eles se envolvem e Kathe descobre que Arthur de nobre metido não tem nada! Pelo contrário, há um encantamento mútuo entre eles. Nela por conhecer um homem inteligente e com um papo interessante, e nele por conhecer uma jovem descontraída e de personalidade incomum.

Mas nem tudo são flores. O mais novo casal desperta inveja e vivem em meio às muitas cobranças sociais que são impossíveis de serem ignoradas, e para uma jovem sonhadora e com poucas experiências essas convenções sociais são piores que castigo. Após um acontecimento “tragicamente escandaloso” a história passará por um caminho doloroso e inesperado para todos os envolvidos. Kathe quer um amor, uma vida espontânea e feliz e só depois ela percebe que seus desejos foram vítimas de desencontros, intrigas, julgamentos e mentiras causadas pelas pessoas que ela mais confiou e ama.

Olha vou te contar, que história incrível! Eu simplesmente adorei a Kathe e quem me conhece sabe o quanto gosto de uma personagem forte e destemida, claro que pra ela e naquele tempo suas atitudes trouxeram tristes consequências. Os desejos de Kathe não são absurdos, mas pensa neles em pleno século 19? A cultura e imposições principalmente para as mulheres eram cruéis, imagina ter sua juventude e toda sua vida negociada pelas suas costas e você não poder fazer absolutamente nada a respeito, viver “quase como um cavalo”? Nem consigo pensar. A autora conseguiu ilustrar muito bem como a sociedade funcionava e como ainda vemos e sofremos com os resquícios do machismo, do preconceito social, imposições e da ideia de liberdade nos dias de hoje. Nos leva a refletir sobre isso.

As reviravoltas que ocorrem na história me deixaram acordada a noite inteira, só consegui respirar após a última linha lida. Fiquei indignada em muitos momentos por ver como a protagonista sofria e como isso se estendeu por muitos anos. A narrativa em 3ª pessoa foi ótima para a fluidez da leitura e amei ver o amor dos personagens através do tempo que passava, apesar dos pesares...
A capa é linda demais, a escrita da Babi é maravilhosa, os personagens são ótimos e já quero ler outros livros dela!


São 432 páginas que passam rápido, mas que me fizeram pensar e favoritar o livro sem dúvidas. Só: .



“Chegará um dia quando tudo mudará na minha vida, onde vou fazer o bem para os outros e um dia em que você me amará, eu vou dar todo o meu coração, entretanto, enquanto sofrer, vamos ficar em silêncio, e manter nosso amor por sua recompensa em me entregar.

* Resenha originalmente publicada no blog Escrita Colorida.

12 comentários :

  1. Oi, meninas lindas!
    Lívia, esse livro é lindo demais! Além de ter uma capa e uma diagramação linda e delicada, a história flui de uma manira incrível. É impossível não se emocionar e não cair de amores por esses dois cabeças duras lindos, e como você disse:"Apesar dos pesares..." Linda resenha, parabéns! <3

    Beijos enorme!
    Dai | Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dai!

      É muito amor envolvido, apesar dos pesares... rs.

      Beijo!

      Excluir
  2. Oi, Lívia. Eu me encantei por este livro quando vi a sua capa. Mas, depois de acompanhar a sinopse e várias resenhas sobre A Promessa da Rosa me decepcionei um pouco. Confesso que esperava um pouco mais de mistérios e suspense na estória, ao contrário do que é proposto: um livro de época.

    Resenha | Mulheres, arafaelagodoy.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Entendo, mas ainda assim, é uma ótima leitura, se m dia puder, tente lê-lo, pode ser que vc venha a apreciar a história,

      Beijo!

      Excluir
  3. Que capa maravilhosa!
    E história incrível, quero muito ler já!!!

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ludi, apesar dos pesares, é sim e vale a pena a leitura! Beijo!

      Excluir
  4. Olá,
    Eu ganhei esse livro e preciso ler urgente.
    Sempre vejo bons comentários, que é uma leitura que flui com facilidade.
    Sou apaixonada pela capa.
    beijos
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daya, leia sim!
      E depois nos conte se gostou, sim?

      Beijo!

      Excluir
  5. Ai, que tudo essa resenha de vocês!
    Gostei muito do livro, falam muito bem dele e da escrita da Autora. Também me contaram que a Babi é mega simpática. Como um romance de época, especialmente nacional, eu faço questão de ler!
    Sucesso pra vocês!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nu!
      Faz isso sim, leia e não esqueça de nos contar a sua opinião.
      A Babi é uma ótima escritora e tem uma boa mão para escrever romances.
      Beijo!

      Excluir
    2. Que capa fantástica!!! Adorei a resenha, ja coloquei o titulo na minha lista *-*

      Excluir
  6. Sei não, não me atraiu não. Acho que pra mim livro deste gênero já bastam. Tenho visto muita coisas assim nos últimos tempos.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^