Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

4 de junho de 2015

Informações & Curiosidades: Gênero "Sick-lit."


Olá, boa noite. Tudo bem com vocês?

Para darmos continuidade a nossa coluna "Informações & Curiosidades", hoje nós vamos falar sobre o gênero "Sick-lit". Já conhece o termo? Não?
Então, vamos conhecer um pouquinho sobre ele e quais livros se encaixam nessa denominação. Vamos lá!


"Sick-lit" que em português pode ser traduzido como "literatura doentia" ou "literatura enferma", como a própria tradução do termo sugere, os livros que cabem dentro dessa classificação são: aqueles que nos apresentam personagens - adolescentes - mergulhados em sérios problemas de saúde, à beira da morte, emocionais, ou qualquer outro distúrbio sério que leve o personagem ao ponto da depressão, tentativas de suicídio; entre outros motivos tão ou mais dramáticos do que os já mencionados. São aqueles livros que nos trazem histórias não muito felizes e que, costumam levar os leitores a uma reflexão profunda da vida - ou não -, cada leitor vê as histórias e aproveita algo delas a sua maneira, alguns apenas leem.

O foco desses livros abrange o público infanto-juvenil (adolescentes), mas... tem feito muito sucesso dentre várias faixas etárias. Um exemplo de enorme sucesso dentre adultos e jovens adultos além dos adolescentes, é o livro do autor John Green de título "A Culpa é das Estrelas", este que teve uma imensa repercussão chegando ao ponto de receber uma adaptação cinematográfica, que por sua vez, foi muito elogiada pelos leitores devido a "fidelidade" do que foi apresentado nas telonas para com o livro. "A Culpa é das Estrelas" levou muitos leitores as lágrimas e conta uma história muito sofrida e de certa forma bonita, a luta pela vida e a necessidade de vivê-la enquanto se pode. Enfim, para quem leu fica fácil a compreensão do gênero "sick-lit" e facilita para que o leitor possa classificar outros livros com esta nomenclatura.

O gênero causou e causa grande discussão devido as temáticas que aborda. Alguns acreditam que as histórias contribuem para que os adolescentes possam perceber que a vida está além deles e que, sempre tem alguém em uma situação pior do que a sua e ou que colabore para que eles possam perceber que a meios pelos quais podemos seguir sem que faça-se necessário uma atitude brusca. Que apresentam adolescentes que lutam pelo que precisam e demonstram a capacidade destes para encarar situações difíceis.

Já outros, acreditam que o gênero aborda assuntos profundos demais para a idade a qual é seu alvo principal. Que seria uma literatura intensa e que pode impressionar demais os infanto-juvenis que recém estão saindo da infância.

Independente das opiniões, o certo é que esse gênero chegou para ficar, conquisto merecidamente seu espaço, tem feito muito sucesso ao longo dos últimos 5 anos e muitos deles vem recentemente ganhando adaptações cinematográficas.

Como todo gênero, existem livros que "apareceram" - uma pequena chuva deles -  e que, podem não trabalhar tão bem os assuntos, a superação, perdas, enfim, tudo que acerca os "sick-lit" e que. buscaram se aproveitar pegando carona no sucesso das boas obras e isso acontece em todos os gêneros - o tempo todo, tornando as vezes a literatura destes cansativas -. Todavia, fica a critério do leitor fazer uma "peneira" em busca das boas obras

Os 'sick-lits', podem trazer histórias que vão incomodar o leitor, retirá-lo do clichê do "felizes para sempre", podem até mesmo chocar e retirar o leitor da sua zona de conforto literária apresentando narrativas tristes e em sua maioria reflexivas. Alguns dos livros vão causar aquela sensação de "não vou mais reclamar da vida" e outros te levarão a chorar muito. As reações podem ser diversas, mas de fato, as histórias ficam em nossas cabeças por dias.

Como de costume a cada vez que apresento um gênero aqui, vou deixar abaixo a indicação de alguns livros que são classificados como Sick-Lits para facilitar a compreensão do gênero. E, vocês podem notar também que, um livro pode se encaixar em mais de uma classificação. Isso ocorre devido ao fato de que, são subdivisões umas das outras, criadas na tentativa de facilitar para o leitor o reconhecimento da premissa da obra que está adquirindo. É isso!


Exemplares que se enquadram na classificação "SICK-LIT"

Sinopse:
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outro.
 
Sinopse:
Gemma é uma adolescente normal esperando para pegar um voo no aeroporto de Bangkok com seus pais. Ao se afastar, conhece o charmoso e envolvente Ty, e nem imagina quais são suas reais intenções… Ele lhe oferece um café em que coloca algum tipo de droga. Confusa, ela é sequestrada e arrastada para o meio do deserto australiano. Ele a rouba para si, depois de anos a observando, e ainda espera que ela o ame. Os dias se passam e eles têm apenas um ao outro na imensidão vazia e escaldante do deserto, e Gemma começa a entender e conhecer Ty. É aí que os limites entre inimizade e compaixão vão ficando cada vez mais tênues…
 
Sinopse:
Chris Astor é um homem maduro, um botânico bem-sucedido, mas, especialmente, um pai amoroso. Sua filha — Becky — é, para ele, seu maior e melhor projeto. Mas a garota, tão amada, tem câncer. O que pode um pai quando sua filha foi acometida por uma doença assim, nociva? Como diminuir o sofrimento de uma criança tão amada? Apesar de sua agonia, Chris encontra uma maneira mágica de acolher sua menininha. Para que ela se recupere bem, e mais rapidamente, ele cria um mundo paralelo, cheio de fantasias, e histórias, e personagens maravilhosos que parecem ter o poder milagroso da convalescência. E nada no mundo, nem sua sanidade, nem seu trabalho, nem mesmo sua mulher serão obstáculos para a determinação deste pai que só tem o propósito de ver sua filha feliz. Uma história sobre desespero, esperança, invenção e descoberta que ultrapassa qualquer razão, qualquer limite, enquanto você revê tudo aquilo em que acredita.

 

Gostam desse gênero? Já leram obras "Sick-Lit"?
Ainda leem livros com essa temática?  Estão cansados deles? Você tem algum "Sick-lit" preferido? 
Me conte tudo e até a próxima matéria!




Um comentário :

  1. Hello!!
    Mais um termo que não conhecia, sick-lit!
    Eu não gostei muito do livro A culpa é das estrelas, acho que estava com uma expectativa muito alta e acabei arrastando a leitura para mais de 2 semanas.
    Já o livro Extraordinário é muito lindo e AMO!! É um dos meus livros preferidos e realmente me tocou, eu li tão rápido que eu só queria saber mais da vida do querido Auggie.
    E realmente livros assim fazem a gente pensar: NUNCA MAIS VOU RECLAMAR DE NADA!
    A vida é frágil e curta, temos que aproveitar mesmo.
    Bjus

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^