Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

20 de junho de 2015

Filmes & Tal: Qualquer Gato Vira-Lata 2.

Título: Qualquer Gato Vira- Lata. 
Duração: 1h 44min.
Lançamento: 4 de junho de 2015.
Direção: Roberto Santucci e Marcelo Antunez.
Elenco: Cléo Pires, Malvino Salvador, Dudu Azevedo, Rita Guedes, Mel Maia, Leticia Novaes, Álamo Facó, Stella Miranda, Fábio Junior, Marcelo Saback e Roberto Santucci. 
Gênero: Comédia, Romance.
Nacionalidade: Brasil.
Roteirista: Paulo Cursino e Bíbi Da Pieve. 
Produtor:  Pedro Rovai.
Distribuição Internacional: Paris Filmes.
Co-Produção: Globo Filmes.
Distribuidor Brasileiro: Paris Filmes.

Tati (Cléo Pires) e Conrado (Malvino Salvador), que terminam juntos o primeiro filme, viajam a Cancún, onde ele participa de uma conferência para o lançamento de seu livro. Lá, ela aproveita a ocasião para pedi-lo em casamento, com transmissão via internet para todos os amigos no Brasil. Mas, ao responder, Conrado solta apenas um “Posso pensar?”. A moça, então, se decepciona e Marcelo (Dudu Azevedo), ex de Tati, volta a ter esperanças. Para complicar, Ângela (Rita Guedes), a ex de Conrado, também é convidada para o mesmo evento no México, onde também está lançando um livro, cuja tese bate de frente com a dele.

Quando assisti o primeiro filme, muito tempo após o seu lançamento não imaginei que ele teria uma continuação, mas como estamos no Brasil e todos os filmes que têm sucesso deve ganhar uma continuação, eis que foi lançado esse filme.

Para assistir esse filme é obrigatório que você tenha assistido o primeiro? 

Não! 

Você consegue entender muito bem a história mesmo sem ter assistido o primeiro, porém eu recomendo que assista, pois assim algumas tiradas vão realmente fazer sentido.

Confesso que antigamente, eu como a maioria dos brasileiros tinha um preconceito absurdo com o cinema nacional. Me perdoem a palavra, mas eu pensava assim: É nacional? Então é uma merda! 

Por que isso?

Antigamente o cinema nacional era voltado para o erotismo, palavreados chulos e etc. Quem falar que é mentira, eu sugiro que assista o Canal Brasil um dia desses. Eu sei que estou sendo generalista e que isso é feio, mas se você analisar bem perceberá que essa é uma grande verdade. 

Aliás percebi que o cinema brasileiro é composto de fases: a fase do erotismo, depois passamos para a fase das biografias (Dois filhos de Francisco, Lula o filho do Brasil, Cazuza, Tim Maia, dentre outros) e agora entramos na fase comédia e essa fase que está atraindo o público para as seções de cinema afinal, gente o brasileiro já sofre pra caramba em nossas vidas, pra que sofrer no cinema também não é mesmo?

Então vamos lá, voltando a filme Mayara... foco!!

Qualquer Gato Vira-Lata 2 é uma comédia, que vai fazer você rir (ahh jura?), mas vai fazer você pensar um pouco também, assim como o primeiro filme o enredo gira em torno do comportamento do homem e da mulher em um relacionamento. Quem de fato tem o controle da relação?

É um filme gostoso de assistir, mas ao mesmo tempo o clichê de sempre. Como disse anteriormente, parece que eles gostam de repetir a fórmula de um grande sucesso, não é mesmo? Então esse filme assim como outras continuações não se passa no Brasil e sim no Caribe. E como em todos os filmes de romance, quando o casal está em crise quem aparece? Sim!!! O ex...

A fotografia do filme está bem legal, o Caribe é um lugar lindo!!

Os atores mandaram muito bem na interpretação, dei muita risada assistindo e adicionado ao elenco principal, esse filme tem uma participação especial, mas especial mesmo tipo assim três minutos e fim do Fábio Junior, mas essa única cena que ele fez com a Cléo Pires que por coincidência ou não é a filha dele no filme conseguiu me deixar emocionada, eu até hoje não sei se ele realmente é um ator tão bom assim ou se ele se emocionou de verdade. Mas então eu vi uma entrevista do mesmo no Globo News que ele disse que a emoção foi realmente verdadeira. Por essa cena, sim vale a pena ver o filme.

Não, fui exagerada... tem outras cenas legais e interessantes, mas o que me irritou um pouco é como eles mostram no filme a forma de como a sociedade acha que a mulher deve ser submissa ao homem, o mesmo acontece no primeiro. E se a mulher é um pouco independente é porque ela é uma recalcada que tomou um pé na bunda ou é uma mal comida. Sério gente, eu sai do cinema me xingando por ser mulher... como mulher pode ser burra? Meia dúzia de palavrinhas, um sorrisinho bobo e um abraço, pronto... nada aconteceu... acho que eu não sou mulher.

Voltando a ser racional...

Se você num tem nada pra fazer, está naquela tarde tediosa e quer dar um pouquinho de risada, esse filme é uma boa pedida. Se você quer algo profundo e reflexivo, é melhor deixar para a próxima.
 
Vou colocar o trailer aqui em baixo para vocês, espero que tenham gostado da minha resenha e coloquem aqui embaixo nos comentários a sua opinião: querem assistir, não querem assistir. odiaram a minha opinião, gostaram, concordam, não concordam... Qualquer coisa - rs.



12 comentários :

  1. Legal!!!
    É vdd que todos pensávamos assim dos filmes nacionais, mas as vezes ando me arriscando e confesso que os que me arrisquei não me arrependi!
    Quando a esse filme, posso ver sim os 2 filmes, sincera, ainda nao tinha me interessado não.
    Mas posso tentar.
    Bjus.

    www.devoreumlivroeoufilme.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, adoro filmes, apesar de não gostar de ir ao cinema, principalmente os nacionais. Amava assistir Mazzaropi com meu pai, anos depois, fizeram Tapete vermelho uma comédia bastante reflexiva. Outro filme que sempre achei sensacional é O Pagador de Promessas, chorei litros. O auto da compadecida e Lisbela e o prisioneiro são perfeitos; mas um que ficou me minha memória e vi no cinema foi O Quatrilho, A hora da estrela é tudo... enfim, são muitos filmes antigos que aprecio e poderia listar um mundo aqui... Mas, como você disse, existem alguns filmes que eram chulos e eu concordo, assim como hoje em qualquer país, por exemplo, EUA, tem uma cultura de futilidade absurda... No caso de Qualquer Gato Vira- Lata não me empolguei desde que vi, achei bastante clichê, se passar na TV, pode ser que e assista, mas no geral, como você também citou, deixo a dica passar.

    ResponderExcluir
  3. Boa! Nunca vi filmes brasileiros :o mas pode ser uma boa oportunidade para experimentar!

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Oiee ^^
    Minha irmã vive dizendo para eu ver esse filme, mas ainda preciso assistir o primeiro *-* Já cheguei a ver o trailer dele algumas vezes, e parece ser muito divertido. Bom, hoje o dia está um pouco tedioso, então já sei o que vou fazer para animar um pouco...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não assisti esse filme ainda, mas já assisti o primeiro. Sou apaixonada por filmes de comédia, e os nacionais estão ganhando vez nesse cenário.
    Beijos,
    apenasumaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Mayara, tudo bem? Eu adoro livros nacionais, já filmes eu não posso dizer o mesmo... já vi alguns que eu gostei bastante, mas a maioria eu acabo passando. Não tenho vontade de assistir esse, principalmente por essa visão da mulher, a submissão e aceitar tudo, sem valer sua própria opinião. Mas gostei da sua crítica.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  7. May, sua linda, me indentifiquei completamente com suas palavras! hahahhahah
    Leio muito nacional, mas já os filmes... Mas gostei da premissa desse, vou assisti-los e tirar minhas conclusões. Muito obrigada pela dica.


    Um beijão!

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro ( amo) o cinema brasileiro e poderia recomendar vários filmes, esse com certeza não seria um deles. Não gostei do primeiro e não veria o segundo. Embora o elenco seja ótimo ( até diria "atraente") a trama não me agradou não. Vou recomendar um: Muito gelo e Dois dedos D'Água.

    ResponderExcluir
  9. É a segunda divulgação que leio sobre esse filme, mas é a primeira de alguém que já o assistiu. Eu não vi o primeiro e pretendo, antes, vê-lo. Mas achei a história dessa continuação interessante e divertida. Acho que vou curtir! Mesmo que seja um filme totalmente para entretenimento, não parece forçado.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olaa
    Eu assisti o primeiro e cheguei a gostar bastante, e olha que nao sou chegada a nacionais haha estou querendo ver esse segundo e espero gostar, mas seus argumentos sao bem apresentados.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  11. Olá ^^
    eu n curto muito filme nacional, haha, o maximo que já assisti foi O Auto da Compadecida, haha, então esse filme tbm nao me chamou muito atenção :p
    www.muchdreamer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Mayara, tudo bem?
    Sei que devo me livrar do preconceito, mas não consigo assistir muitos filmes nacionais, sinto como se estivesse assistindo novelas kkkk...
    Qualquer Gato Vira-Lata não consegui assistir nem metade do primeiro...
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^