Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

16 de setembro de 2016

Resenha: Ode de Sangue - Nana Garces.

Título: Ode de Sangue.
Série: Memórias Vampirescas.
Livro: 01.
Autora: Nana Garces.
Editora: Essência Literária.
Gênero: Fantasia, Fantasia Urbana.
Categoria: Literatura Nacional.
Páginas: 73.
Ano: 2016.
ISBN: B01KU4WUQ2.
Skoob: aqui.
Amazon: aqui.

E-book cortesia da autora para resenha.

Com quase quatrocentos anos, a Vampira Madalena busca a salvação de sua alma vivendo e trabalhando dentro de um monastério católico. Diferente do que parecia natural, essa vampira está acostumada com a religião e seus símbolos. Foi apenas quando se depara com alguém de fé verdadeira que Madalena sente a maldição de sua raça arder sob a pele. 
Colocada em uma situação de vida ou morte, ela apenas tem um pedido, que ela possa contar sua vida para alguém, para que sua existência como humana e seu despertar para o dom da noite não desapareça com sua morte. 
Narrado em primeira pessoa, Madalena fala um pouco de como era a Itália do séc. XVII, descreve suas dificuldades e suas paixões pela arte, leitura e música. Mesmo antiga, sua humanidade e amor pela raça humana apenas crescem, e é com esse pensamento que Madalena narra sua experiência enquanto mulher e religiosa.


Olha só o que estou trazendo para vocês hoje! Sim, a resenha de um conto que teve seu nascimento aqui e ele cresceu, cresceu, cresceu e finalmente foi publicado por uma editora...

Ode de Sangue é uma história de vampiros totalmente diferente do que estamos vendo por ultimamente no universo literário. Com uma linguagem simples e ao mesmo tempo utilizando uma escrita inteligente somos apresentados a história de Madalena.

Atualmente, Madalena vive tranquilamente sua vida em um monastério, seguindo uma rotina pré-estabelecida já há algum tempo. Seguia suas missões como freira e a noite trabalhava no hospital do local em que vive. 

Como disse no início da resenha, a Madalena é uma vampira não romantizada, mas sim consciente. Ela não se alimenta de animais e nem brilha ao sol nada contra essa história que por sinal adoro. Ela mata, mas de forma consciente, é, de certo modo, uma justiceira e também auxilia aqueles que estão prestes a encontrar a morte a encontra-la mais rápido.

Devido há alguns acontecimentos, um novo padre chega ao monastério e então a vida eterna da nossa vampira corre perigo. Ela tenta fugir, mas acaba sendo encurralada pelo novo padre que também é um caçador... e então, no seu julgamento de vida ou morte, Madalena se confessa ao padre nos dando a chance de conhecer o início de toda a sua história.

Não vou relatar aqui o que aconteceu na vida de Madalena, porque acredito que estaria estragando a surpresa de vocês. Mas foi difícil... gente, que história sofrida. 

Nesse conto, a Nana nos apresenta uma crítica clara ao que nos contam os rumores que acontece por trás dos muros dos monastérios pelo mundo a fora e o faz através dos olhos da própria vítima.

A história de superação e de desenvolvimento da inocente e doce Madalena do passado para a Madalena de hoje é algo muito difícil e ao mesmo tempo bonito de acompanhar, não que ela tenha perdido a fé e sua religião ou até mesmo sua inocência em partes, pelo contrário e esse é o segredo da sua humanidade. Não temos romance, não temos uma história de amor... o que temos nesse conto é uma história de vampiros que vale e muito a pena ser lida, que mistura ficção com realidade.

A Nana, como disse anteriormente, postou esse conto aqui no blog, assim como o postou no wattpad. Mas a edição da Amazon está diferente, temos aqui a história revisada, o acréscimo de um epílogo e um capítulo extra. E tenho que dizer: que coisa mais linda... 

O conto inteiro fora narrado em primeira pessoa pela própria Madalena, entretanto, esses dois capítulos extras são narrados por outras duas pessoas que são importantes na história. O epílogo ficou por conta de Giovanni, que confesso que estou morrendo de curiosidade para conhecer a sua história. Esse acréscimo é importante para nos mostrar alguns fatos que aconteceram por uma outra visão, uma visão de fatos que o leitor não tem como saber na história em si narrada pela nossa querida vampira.

Já o capítulo extra é por conta de Cristiano, o padre caçador. E minha nossa, ele nos proporciona aquele gostinho de quero mais... nos dá uma ideia do que acontecerá a seguir na vida da nossa doce, porém mortal... vampira Madalena. 

Não vejo a hora de a Nana escrever isso para nós. Você vai escrever, não é, Nana? haha.

Acho que já disse isso aqui no blog, mas acredito que devo ressaltar nesta resenha para vocês terem uma ideia maior do que vão encontrar. Eu, Mayara, gosto muito de histórias inteligentes, que te ensinam de alguma forma e temos isso nesse conto. A Madalena tem quatrocentos anos, então ao contar sua história, somos apresentados a informações sobre o renascentismo, ao mesmo tempo que a nossa vampira é religiosa, sendo assim, informações sobre a bíblia e sobre a religião em si nos são transpassadas de forma leve. Entretanto, devo ressaltar que não há nada puxando o livro para o lado religioso, muito longe disso.

No mais, simplesmente recomendo essa história... Vale a pena ler e desfrutar desse conto e lhe garanto que vai lhe prender do início ao fim.

QUOTES
Porém esse salvador não há de me salvar, não a mim. Eu poderia passar a vida rezando e pedindo pelo seu perdão incessante, mas a minha alma está presa a qualquer outra entidade. 

Tiro o pensamento da minha cabeça, me lembrando da voz de meu criador falando que se admirava com a minha necessidade de religião humana. Mas a necessidade nunca veio da religião, mas, sim, da vontade de ser salva.

De forma alguma eu menti sobre buscar o perdão e a salvação, mas tenho uma criança brincalhona dentro de mim. Um monstro aproveitador e egoísta que quer manter a imortalidade. Eu me dou muito bem com ela.

E estranhamente eu me sentia como presa. Bem eu, que nascera par a noite, para ser a caçadora perfeita.

Minha história não faz diferença nenhuma para a humanidade, nunca conheci nenhum dos grandes homens da minha época, não fiz nada que marcasse meu nome na história.

Sou um monstro, sou antiga, mas me sinto ainda humana e nem saberia dizer se é fraqueza ou não.

Não há prazer em ser vampiro, somos amaldiçoados. Sem sol, sem prazer, dependendo dos humanos, o nosso único amor é o sangue. Viver da morte não é simples.

Ela é humana demais para uma vampira. Boa demais até mesmo para uma humana.

  Avaliação:



[Post Maratona Setembro Nacional 2016]

23 comentários :

  1. Ai eu quero ler hoje. Agora.
    Amo qualquer historia que tenha vampiros
    Adorei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ai eu quero ler hoje. Agora.
    Amo qualquer historia que tenha vampiros
    Adorei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá amore,
    Não curto muito livros de Vampiros não pra ser bem sincera... massss... pode haver uma exceção sempre né rs.
    Que legal tenha sido um conto nascido no blog, parabéns!

    Beijokas amoreca!

    ResponderExcluir
  4. Não é bem o meu gênero de leitura, mas gostei da resenha. Quem leu muito sobre vampiros foi meu filho, na adolescência.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Não é meu gênero de leitura, tenho trauma de vampiros desde Crepúsculo. Mas super legal saber que esse livro era um conto que nasceu no blog. Isso dá um baita orgulho, não dá?

    ResponderExcluir
  6. Oie

    Confesso que dei uma enjoada com livros de vampiros. Li muito kkkkkkkk
    Mas achei interessante, é diferente e fiquei curiosa com a história de Madalena. Quem sabe mais pra frente eu dê uma chance a essa leitura.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiii, tudo bem?
    Parabéns pela resenha menina, fiquei perdidamente louca para ler essa obra, faz tanto tempo que não leio algo relacionado com vampiros que chega a me dar uma vontade de comprar já ahuahauaha, mas tenho que me controlar, além do mais achei essa capa encantadora e Madalena vai me prender a leitura tenho certeza.
    Beijihos

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Fiquei extremamente curiosa para saber o que irá acontecer com Madalena e Cristiano.
    A premissa é muito interessante e totalmente diferente do que estamos acostumados a ver quando temos vampiros envolvidos. E fico muito feliz que ela não brilhe no sol kkkk

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, meninas! Tive o prazer de acompanhar a escrita do conto aqui no blog de vocês e sei um pouco da história da Madalena. É realmente sofrida e cheia de ensinamentos profundos e históricos. Sei que a versão física vai ser linda e caprichada! E desejo muito sucesso à autora! bj!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Nossa, que diferente. Eu adoro histórias de vampiros e hoje em dia confesso que estamos saturados de histórias assim, então é preciso ter um "quê" a mais para me conquistar e acredito que conquistar outros leitores tbm. A Nana encontrou um ponto excelente para por na sua história. E isso me deixou com vontade de ler e conhecer a Madalena. Já anotei aqui na lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Não sei se vou ler o livro, pois já não estou mais na fase dos livros de vampiros, rsrs. Já li tantos que poucos são novidades para mim. Quem sabe em um outro momento eu pegue o livro para ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Amei a premissa desse livro e o título dele não fica atrás. Achei todo o desenrolar mt original e se tratando de seres místicos que curto tanto não poderia deixar passar essa dica.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  13. Olá, já tinha meio que desistido de histórias de vampiros, elas sempre me decepcionam, mas essa tem uma premissa super dierente e ainda o fato de não romantizar ganha vários pontos. quro muito conhecer mais a igreja católica e a época renascentista pelos olhos da madalena

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Adoro livros sobre vampiros *----* Já li vários e ainda não enjoei. Só que depois de tanto tempo lendo sobre o mesmo assunto, eu sempre busco livro inovadores e corro dos "mais do mesmo". E pelo o que li, esse livro com certeza me agradará. Estou curiosa para fazer a leitura :) Dica anotada!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie
    Tudo bem?
    Então eu adoro contos e vampiros porém livros com esse "tema" eu já leio com o pé atras pode até ser uma coisa boa já que eu não crio expectativas mais ultimamente tenho tido algumas leituras bem ruins desse gênero.
    Sua resenha ficou muito bacana e fiquei com vontade conhecer tu disse que o livro de conto nasceu por aqui? É de algum colaborador? Ou autor parceiro? Conte-me detalhes.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  16. Adoro histórias de vampiros. É uma coisa que desde a infância e da qual nunca consegui me livrar. Sempre que tenho oportunidade leio obras com a temática, assim como assisto a filmes e séries de vampiros também. Adorei a sua dica, já foi para a minha lista.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  17. Oie
    que legal sua resenha e está muito interessante o enredo o livro para quem curte esse gênero, não é o meu caso então vou deixar a dica passar, mesmo assim bem legal

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Se não me engano eu li algumas partes desse conto quando ele estava sendo postado por aqui , a parte marcante que me fez lembrar foi da vampiro em um monastério, padres e tal, é bem diferente isso, apesar de que me fez lembrar do filmes: Padre. Se tivesse a oportunidade leria sim, contos são sempre bons pra nos deixar mais leves antes de uma leitura mais densa.

    bjs

    ResponderExcluir
  19. Oiii!!!

    Confesso que não sou muito fã de livros com vampiros maaas fiquei mega feliz em saber como a história surgiu e como foi que ela conseguiu públicar.
    Sou apaixonada por essas histórias. A resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Oi Mayara, sua linda, tudo bem?
    Lembro de ter lido alguns capítulos do conto e ter achado super diferente. Mas acho que não li o desfecho, não sei o que aconteceu no final e estou curiosa para descobrir. Agora tenho essa ótima notícia de que o conto foi publicado, fico muito feliz pela autora. Dica anotada com certeza. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  21. Oi. Adoro contos e vejo que vou adorar ler esse. Vou procurar para poder ler esses dias que estou com poucas leituras.

    ResponderExcluir
  22. Oi Mayara!
    Nossa, faz tanto tempo que não leio um bom livro de vampiros. Amei a dica e vou correndo procurar um exemplar de Ode de Sangue para mim.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Conforme fui lendo sua resenha fiquei pensando é mesmo só um conto???
    Pois me pareceu que acontece tanta coisa para tão poucas páginas que me dá um certo medo de achar que ficou faltando páginas. Se bem que pela sua resenha parece que a autora acertou a mão e deixa os leitores curiosos e querendo mais... para ter certeza, só lendo, então... está na lista!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^