Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

23 de outubro de 2015

Resenha: Sob o Céu do Nunca #Never Sky 01

Never-SkyTítulo: Sob o Céu do Nunca - Livro 1
Autora: Veronica Rossi.
Editora: Prumo.
Páginas: 336.
Ano: 2014.
Idioma: Português.
ISBN: 9788579272363 



“Desde que fora forçada a viver entre os Selvagens, Ária sobreviveu a uma tempestade de Éter, quase teve o pescoço cortado por um canibal, e viu homens sendo trucidados. Mas o pior ainda estava por vir... Banida de seu lar, a cidade encapsulada de Quimera, Ária sabe que suas chances de sobrevivência no mundo além das paredes dos núcleos são ínfimas. Se os canibais não a matarem, as violentas tempestades elétricas certamente o farão. Até mesmo o ar que ela respira pode ser letal. Quando Ária se depara com Perry, o Forasteiro responsável por seu exílio, todos os seus medos são confirmados: ele é um bárbaro violento. É também sua única chance de continuar viva. Primeiro livro de uma eletrizante trilogia ambientada em um futuro imaginado, mas assustadoramente possível, “Never Sky: Sob o Céu do Nunca” chega ao Brasil rodeado de grande expectativa por parte dos fãs de distopias.”



“Toques não tinham um propósito real, exceto dizer "Eu estou aqui e nós ainda estamos juntos”.

Num cenário pós-apocalíptico conhecemos Ária. Uma jovem que vive em Quimera que é uma dentre as várias cidades onde as pessoas vivem encapsuladas sem nunca terem visto o sol nem a vida fora dela. É como uma cúpula onde não existem doenças e nenhum mal, os habitantes vivem constantemente ligados a "mundos virtuais" através de um de olho mágico que mostra reinos onde a vida é perfeita, tudo é maravilhoso e claro... irreal.
Além das paredes blindadas de Quimera e seus "reinos perfeitos", existe um mundo onde as pessoas lutam arduamente para sobreviver a fome, a criaturas perigosas e principalmente as cruéis tempestades de éter que pode matar os moradores despreparados dessas cápsulas em pouquíssimo tempo. Mas após o desfecho trágico do que inicialmente seria uma brincadeira, Ária acaba caindo direto no mundo dos selvagens, onde conhece Perry, um forasteiro de olhos intensos, e esse encontro de mundos vai mudar a vida dela para sempre.
A partir disso, tudo o que ela sempre acreditou ser correto em Quimera vai desmoronando aos poucos à medida que ela vai conhecendo Perry, o seu lado selvagem, suas verdades e opiniões que são completamente diferentes das suas e de tudo que ela sempre imaginou ser verdade. Mas Ária é extremamente esperta e vai perceber logo que se quiser sobreviver nessa perigosa terra, vai precisar mudar muito sua maneira de encarar o mundo e se permitir viver uma vida real com todos os seus conflitos, descobertas, lutas, dor e paixão, pela primeira vez.

Eu adorei a história! O enredo é muito rico e envolvente apesar de ter muita introdução e a história demorar um pouco para pegar O ritmo, esse foi o único ponto negativo que encontrei.
Os personagens não deixaram desejar, pelo contrário, Ária que aparenta ser frágil se mostra forte e muito determinada desde o começo. Quando procura a todo custo saber notícias de sua mãe "perdida" em outro núcleo chamado Nirvana, quando é jogada para morrer na "loja da morte" e principalmente quando lutará para sobreviver e provar sua inocência...

E claro, Perry um selvagem corajoso, forte e intimidador que desde o momento em que ele apareceu na história já me deixou bocó por ele. São ótimos personagens com amadurecimento e reações coerentes e que seguiram o mesmo caminho de desenvolvimento da história, gostei muito disso. Outra coisa que te prende são as reviravoltas presentes no livro e a postura dos personagens, suas decisões e ações muitas vezes chocantes, me deixou hipnotizada e com uma ansiedade louca de devorar a história de uma vez só! E o romance foi muito natural e gostoso de acompanhar. ai ai

Sobre o éter, sua origem ainda não ficou muito clara nesse primeiro livro, mas já nos possibilita entender do que se trata e a razão de existirem esses mundos separados, onde os ocupantes, como Ária, vivem isolados, possuem altas tecnologias e mundos ilusórios e os selvagens como Perry e outras tribos, procuram sobreviver do lado de fora à destruição do éter.
A narrativa é em terceira pessoa, mas a autora divide o livro com os pontos de vista de Ária e Perry, nos dando uma visão mais íntima de cada um e o melhor dos dois mundos.
Só sei que preciso do próximo pra ontem! Maaas a Prumo nem sinal de fumaça da publicação da sequencia do livro, mas vou dá meus pulos aqui, pois não sou obrigada! :D

Nota: 

Série: 
1. Under the Never Sky (Sob o Céu do Nunca).
2. Through The Ever Night.
3. Into The Still Blue.

Outras capas:

P.s: atrasei essa semana, me desculpem, vou me organizar melhor. \o/
P.s²: tô falando demais nas resenhas? tamanho do texto/conteúdo? qualquer coisa me avisem, tá?
P.s³: tô com a tal ressaca literária há algumas semanas já (e não tá passando), socorro.

beeeijos <3

13 comentários :

  1. Esse livro sempre me chamou a atenção, mas nunca surgiu a oportunidade de leitura. Pelo que li em sua resenha, ele séria perfeito. E confesso, fiquei um tanto curiosa para conhecer esse forasteiro.

    Beijos, continue assim.
    Mihh e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ser meu gênero de leitura preferido,a té que a premissa dele é interessante... quem sabe eu dê uma chance de leitura pra ele??? O que me desanimou um pouco foi o fato de possuir continuação, e ando fugindo de séries no momento...

    ResponderExcluir
  3. Oiii!

    Eu não conhecia o livro e fiquei encantada com esse enredo :O
    Acho que isso é normal em séries sabe? Essa introdução toda, no inicio é sempre cansativo, deeepois nem vemos passar o tempo.
    Espero que continue gostando dos demas livros >D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Olá! Quero muito ler esse livro. Adoro distopias e essa, em especial, muito me atrai justamente por sair do contexto terreno e ir para o espaço. Estou assistindo The 100 ultimamente. Eles estão na Terra, é verdade, mas adoro quando aparece a realidade espacial. As limitações, as leis... Enfim, gosto de pensar no contexto dessa obra. Quero muito ler!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Já gostei do livro, não conhecia e fui apresentada a ele pela primeira vez!
    Adoro livros futuristas que visam esse lado do nosso mundo. A distopia me parece ser bem instigante , adorei a premissa. Mas ele conta de onde surgiu todo o problema?
    Beijinhos,
    Karine!

    Conheça-me: Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  6. Lívia, apesar de ter ficado curiosa no Perry não me animei muito em ler o livro porque não gosto de histórias que se passam em mundo pós-apocalíptico.
    Quem sabe mais pra frente.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Nunca ouvi falar do livro e que capa mais linda, socorro *-*
    Fiquei curiosa para ler só com a sinopse e, depois de ler a resenha, a curiosidade só aumentou.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Lívia!
    Ano passado estava doida para ler esse livro, aí quando finalmente comprei o e-book... não consegui ir adiante. Estava demorando a ganhar ritmo, comecei a achar o livro muito ZZZzzzzzz e abandonei. Isso mesmo que vc leu! Mas esse ano dei uma insistida e, tcha-nam, quando a história começou a ficar mais interessante eu praticamente devorei as páginas. Valeu a pena ter retomado a leitura. Uma pena que os outros livros ainda não foram lançados por aqui. =/
    Um beijo
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  9. Oi, eu ainda não conhecia o livro, mas confesso que não me interessei muito no momento. Quem sabe, futuramente?

    Beijos
    http://albumdeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu já ouvi falar sobre o livro, queria ler o livro, mas fico meio com o pé pra trás em começar, já li críticas negativas.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu adoro a capa desse livro, série é linda e ta muito caprichada!
    Bom, a história me interessa e adoro quando a mocinha tem que enfrentar a realidade ai lado de um forasteiro. Esse livro tem tudo que eu gosto, mas desanimei um pouquinho quando você comentou que a introdução foi um pouco arrastada, mas mesmo assim ainda quero ler e conhecer Perry!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  12. Olá

    Eu amo distopias. gostei da resenha, a capa do livro acho muito linda, espero que saia a continuação, porque nada pior que começar a ler a série e não ter a sequência.

    Bjss

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Estou querendo ler esse livro a um tempão já, mas não tive a oportunidade ainda. Estou curiosa para conhecer essa distopia, considerando que não sou muito fã do gênero. Realmente espero que a continuação saia logo.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^