Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

27 de outubro de 2015

[Resenha - PRIEST] Polêmica! Polêmica! Polêmica! Polêmica!Polêmica!

Pensa rápido: cite dois livros em que o personagem principal seja um padre!! Não vale livros religiosos... Ahn!

Sierra Simone decidiu fugir a regra e nos apresentou um livro recheado de polêmicas e para o qual a maioria tem torcido o nariz para dar uma chance e ler!

Eu fiz o sacrifício e trago agora, essa contraditória resenha!


ppriestPriest.
Autora: Sierra Simone.
Gênero: Erótico.
Páginas: 247.
Sinopse:  Existem muitas regras que um padre não pode quebrar.
Um padre não pode casar. Um padre não pode abandonar seu rebanho. Um padre não pode esquecer seu Deus.
Eu sempre fui bom em seguir regras.
Até que ela surgiu.
Meu nome é Tyler Anselm Bell. Eu tenho vinte e nove anos. Seis meses atrás eu quebrei o meu voto de celibato no altar da minha própria igreja, e Deus me ajude, eu faria novamente.
Eu sou um padre e essa é a minha confissão.

Padre Tyler Bell é um homem dedicado ao seu voto, quem o vê, não pensa que ele era uma pessoa extremamente sexual que depois de ter a vida virada do avesso assumiu o sacerdócio. Um homem que teve a vida transformada após um drama familiar e que decide abdicar de tudo para virar padre. Aqui já comecei a brigar com o personagem, pois achei quele foi precipitado demais, enfim, seguindo em frente!
Um belo dia, chega Poppy Danforth, recheada de culpas ela decide se confessar com o novo – e tentador padre. Ouvindo a moça – totalmente “mundana”- e os detalhes de sua vida sexual, no qual ela explana o que faz ou fez e como, o padre começa a relembrar de fatos do passado, o que só piora quando se encontram do lado de fora do confessionário. A química instantânea faz com o Bell atraia Poppy para ajudar na igreja com a desculpa de que é para que ela se enturme na nova comunidade.
Nesse ponto, a gente já começa a imaginar a receita pro desastre e, quanto maior o tempo que ambos passam juntos, mais nociva a relação dos dois se torna.

“Os padres não eram autorizados a se apaixonar. 
Eu não tinha permissão para me apaixonar.”

Com passados complexos, eles sabem que o caminho que estão seguindo é complicado e problemático resultando em muito sofrimento para ambos.

“Eu parei de vê-la como uma filha de Deus. Eu parei de ver uma ovelha perdida necessitando de um pastor. Eu via apanas uma mulher em necessidade, deliciosa necessidade”.

Você não precisa ter lido o livro pra saber que ele mexe com os seus pensamentos. Mas é bom reforçar que pra sua saúde mental, é bom deixar de fora qualquer pré-conceito.

“Poderia ser um voto não todo o caminho quebrado? Poderia ser um pecado não todo o caminho cometido?”

Mas, temos um livro adulto, com escolhas e sacrifícios, sem nenhum tipo de ‘maquiagem’ e com cenas de sexo tão bem escritas e realistas que farão qualquer ‘mundana’ sentir um pouco de pudor.

SPOILER: a cena de sexo do casal no altar é de deixar os cabelos em pé!



“Poderia ser um voto não todo o caminho quebrado? Poderia ser um pecado não todo o caminho cometido?”

Porém, mesmo avisando sobre o quesito ‘religião’, acho que sim, em alguns momentos, Sierra exagerou para conseguir despertar a curiosidade dos leitores e criar uma polêmica. E ela conseguiu! E em decorrência disso, não acreditei no amor do casal, pois os achei mais carnal do que qualquer outra coisa.

“Amor. A palavra era uma bomba. Uma bomba que explodiu dentro do meu peito”

Priest entra na lista como um dos livros mais sensuais e sexuais que já li. Você vai lendo pensando qual será a próxima loucura da Poppy, ou quando o padre vai finalmente rasgar a batina e dar uma nova chance para ele mesmo. E é um livro de extremos: ou você vai adorar ou vai odiar; não existe meio termo!


E aí? Já descobriu a sua opinião? Porquê eu ainda tô formando a minha!







29 comentários :

  1. PARA TUDO!!! gente como assim????? caramba, preciso ler esse livro, estava cheia de preconceito com ele mas depois da sua resenha o preconceito foi embora, que livro mais curioso. Nossa, não sei como que vou reagir durante a leitura mas que preciso ler, disso eu preciso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz, eu demorei bastante pra começar a ler viu. Ainda não sei se amei ou odiei.
      Me conta depois!
      Beijo!

      Excluir
  2. COMO É? um Padre safadão? hushasuahuhausa, não é muito novidade, mas enfim. Cara não curto livros hots, mas eu preciso ler isso gente!

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. ALGUÉM FALOU POLÊMICAA??????
    Pera que estou chegando e já quero ler esse livroooo....
    Nem curto safadezas extremas, se é que me entende hahaha, mas em se tratando de PROIBIDO, aqui estou eu.
    Adorei a história e adorei sua resenha, preciso ler pra ontem hahahha
    PS: Vou ler, mas não sei se farei resenha. :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 'Tudo que é proibido é mais gostoso', já dizia a nossa vã filosofia, haha!
      Beijo!

      Excluir
  4. Oh my God!
    Estou PERPLEXA com isso!
    Uau um Padre!
    Lindo! Gato! Redimido? Será?

    Quero ler muito e adora P-O-L-Ê-M-I-C-A! Isso mexe com as normas sociais e acaba com preconceitos.

    Adorei!

    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso mesmo, quebra qualquer pré-conceito e te faz duvidar da sua sanidade ahahaha!
      Beijo!

      Excluir
  5. Olá

    É realmente a autora quis cria polêmica, eu não tenho religião, mas achei alguns pontos meio forçados,um exagero,não precisava disso na estória,mas tem quem goste,posso tá me precipitando na minha opinião,porque não li o livro,mas foi essa a impressão que tive lendo a sinopse e sua resenha.

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liv, eu achei que o foco dela era uma polêmica. Existem fatores que poderiam sim, ser deixados de lado.

      Mas ela conseguiu, nunca vi tanta gente comentando sobre o mesmo livro em vários grupos, ainda mais sendo de uma autora 'desconhecida'.

      Beijo!

      Excluir
  6. Adoro livros polêmicos
    Como assim não conhecia esse livro? Quero ver o que esse padre andou aprontando.
    Dica anotada e com certeza preciso ler!
    Onde você conseguiu ele?
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rízia, ele não tem físico aqui no Brasil; então o jeito foi me aventurar no e-book!
      Beijo!

      Excluir
  7. Olá!
    Menina, já viu tanto bate boca por causa desse livro rs'
    E claro que isso aumenta a vontade de conhecer a história e saber mais sobre esse envolvimento crazy ae rs'
    Mas acredito que não leria por hora, quem sabe mais pra frente?

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  8. Oi, flor!
    Crendius. Que isso?! Haha. Eu gostei da sua resenha. Acho que você foi muito honesta em dizer que ou se ama ou se odeia a obra. Mas confesso que me senti um pouco decepcionada, porque esse lance de "química instantânea" em livros eróticos não me convence mais. Acho que para ir contra seus valores e suas responsabilidades nesse livro, por exemplo, o personagem não poderia apenas estar interessado sexualmente na moça. Mas entendo que a autora pode ter sido habilidosa no desenvolvimento… Só não fiquei interessada em ler, porque em nenhum momento da sua opinião você destacou os sentimentos do casal um pelo outro, apenas a sensualidade e a paixão.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francine, tudo bem?

      Então, eu não vi eles como um casal de verdade, entende? Consegui sentir a tensão e o tesão entre eles mas só isso. Acho que a autora focou tanto na parte erótica que esqueceu de faze-los crescendo como um todo juntos. A sensualidade e a paixão são notáveis mas o amor não.

      Beijo!

      Excluir
  9. Bianca, já tinha lido outra resenha sobre esse livro e a sensação da menina era muito semelhante a sua.
    Acredito que realmente a autora quis chocar, mas quem curte erótico deveria arriscar.
    Eu quero muito ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não ouvi falar sobre esse livro, mas achei interessante a premissa da obra, pois é um assunto bem polêmico e isso me deixou bem curiosa para ler.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ooi,
    Confesso que fiquei muito curiosa com esse livro, nunca tinha ouvido falar e não sei se iria gostar da leitura, mas acho que vou dar uma chance.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já li esse livro e concordo com vc a autora não conseguiu me convencer nesse casal.
    Tbm achei que a autora pesou nas cenas hots, mass com certeza é um livro para ser ler de mente aberta. Adorei sua resenha

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Bianca!
    Eu gosto muito de livros eróticos e, talvez por isso, sou extremamente chata com eles. Para mim, além da originalidade da trama, pesa bastante a química entre o casal. E, por tudo que vc falou dá pra perceber que eles até têm alguma química, mas convencer que é bom... nada!
    Achei a história interessante e acho que leria tranquilamente. Não sei se a história iria me cativar, mas seria uma experiência legal (ou não, quem sabe?).
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  14. Nossaa, que livro polêmico mesmo! Não tinha conhecimento da obra, porém fiquei um pouco curiosa. Um dia se o pegar é claro que vou ler, mas já vou com menos sede ao pote, pois esperaria amor e mesmo sentimentos carnais.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem ?

    Honestamente, ao meu ver, parece que a autora resolveu combinar dois elementos (hot + polêmica) para fazer com que o seu livro rendesse críticas, positivas e negativas, e ganhasse atenção. Não acho que um livro precise, de fato, de tudo isso. Gostei da sua resenha, foi bem sincera. E, mesmo assim, não tenho vontade de ler o livro. Não me atraiu.

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  16. Oi Bianca!
    Eu não sou muito fã desse gênero, mas minhas amigas leram esse livro e falam tão bem, mas tão bem que eu não consigo não querer ler. Ainda não tive tempo pra pegar o livro, mas ahhhh quando eu pegar hahahah Espero gostar muito
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  17. hauhauhauhau gostei do padre safadinho... Adorei a ideia do autor, apesar de não ser apreciadora do estilo, a ousadia da autora me fez querer comprar :D

    ResponderExcluir
  18. Oi Bia,
    Eu li esse Padre abençoado kkkkkkkkkkk Na verdade li mais pela causa do que pelo gosto, já que não sou uma das maiores fãs de hot, mas confesso que gostei dele e concordo com você quando diz que a Sierra teve uns momentos apelativos na escrita, mas ainda sim a minha relação foi de amor.
    A cena do altar é de tirar o fôlego, mas vou confessar, nunca mais vi um óleo de unção com os mesmos olhos kkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijokas

    Paraíso das Ideias

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Adorei a sua resenha! Euu quero ler esse livro também, porque todos dizem que é super hot, e olha, se duvidar vou colocar na ista essa semana mesmo, porque livros desse gênero leio rapidinho.
    Quero conhecer mais esse padre, adooooooro livros polemicos hahahah

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  20. Eu acho esse livro e ovelha - memórias de um pastor gay uma afronta a qualquer servo de Deus, existem pecados nesses homens? Óbvio, eles são seres humanos. Mas, não há motivos pra que eu me regozije nos demônios que os levam a pecar, então eu não leria, porque sou filha de Deus e princesa do Reino, mas, se não fosse leria sim, a história parece muito interessante, realmente, é se o padre se apaixonasse?

    Acho a cena do sexo na igreja desnecessário, mas, cada um apela como quer.

    Bjs
    Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
  21. Oie, tudo bom?
    Me desculpe, mas achei a premissa desse livro muito apelativa e não curto esse tipo de história. A meu ver, a narrativa excede certos limites.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Bianca, tudo bem?
    Comecei a ler esse livro mas ainda anão tive tempo para terminá-lo, e você disse tudo, o livro é bem polêmico. Quem não tem mente aberta e não consegue separar a religião das coisas, com certeza vai repudiar o livro com todas as forças. Confesso que acho exagerado a parte do altar, mas creio que as pessoas exageram demais quando falam desse livro. Sobre o amor do casal nada posso falar, pois não terminei de ler, mas acho que sim, pode nascer amor através do sexo, tudo depende do quão o casal está envolvido.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^