Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

15 de julho de 2015

Filmes&Tal: Cidades de Papel.

Título: Cidades de Papel

Título Original: Paper Towns

Lançamento: Julho de 2015

Diretor: Jake Schreier

Roteiristas: Scott Neustadter e Michael H. Weber

Gênero: Aventura, Romance, Drama

Distribuidora: Fox Filmes

Elenco: Nat Wolff, Cara Delevingne, Halston Sage, Austin Abrams, Justice Smith, Cara Buon. 

A história é centrada em Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Ele nutre uma paixão platônica por ela. E não pensa duas vezes quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Mas, depois da noite de aventura, Margo desaparece – não sem deixar pistas sobre o seu paradeiro.  

Confesso que eu estava muito curiosa quanto ao lançamento do filme Cidades de Papel. Aliás, curiosa acho que não seria muito bem a palavra, posso mudá-la talvez para empolgada? Ansiosa?

Quer saber, não importa a palavra, o que importa é que eu queria muito ver o filme principalmente por eu ser ser fã do John Green e não por ter de fato gostado do livro, porque quem leu a resenha que eu fiz do mesmo (clique aqui) viu que eu não gostei muito do livro, mais precisamente do final dele.

O filme em si é uma coisa gostosa de se assistir, mesmo eu tendo saído do cinema com uma sensação que eu não conseguia explicar e devo dizer que foi do mesmo modo que eu me senti quando terminei a obra literária.

A minha prima que estava comigo me fez essa pergunta: E ai Mayara, você gostou do filme?

Não soube responde-la de imediato, precisei pensar e muito antes de o fazer, porque estava superestimando o filme, como fiz com o livro. Eu achava que seria uma adaptação livroXfilme perfeita como aconteceu em A Culpa é das Estrelas e eu não encontrei isso. Em partes pode ter sido essa uma das minhas maiores decepções, pois eu havia lido o livro recentemente, estava tudo fresco em minha mente e coisas que considerei importantes no livro, como por exemplo, a melhor parte do plano de vingança da Margo que para mim foi o passeio no Sea World não estava lá e confesso que foi uma das cenas que eu mais queria ver.

Fora isso, posso dizer que ver a Cara Delevingne como Margo foi uma decepção para mim, não acho que ela tinhas as características da personagem, não que isso importe realmente, mas acredito que ela não conseguiu entrar muito bem no papel. A interpretação dela estava mecânica, diferente do que aconteceu com o Nat Wolff que mesmo não sendo o Quentin que eu imaginei ficou muito bem no papel junto com seus amigos.

Mas em contra partida, no decorrer do filme tivemos muitas cenas de reflexão como no livro e muita cena de comédia, sim eu ri muito assistindo o filme e te garanto que não só eu, mas o cinema inteiro. Isso sem dúvidas valeu a pena.

Outra coisa que valeu a pena foram os atores coadjuvantes, os amigos de Quentin, Austin Abrams e Justice Smith  estavam perfeitos como Ben e Radar. E eu vou falar aqui em off e sem detalhes, que apareceu assim do nada em uma participação especial um ator que fez todas as meninas do cinema gritarem histéricas, isso foi uma surpresa gostosa literalmente.

Agora vou finalizar os meus pensamentos para então dizer para vocês a resposta que eu dei a minha prima:

Os diretores e roteiristas foram muito ousados e ao mesmo tempo que eu não gostei disso por terem mudado muito coisas que eu achava importante, eu amei o fato de eles aproveitarem a presença do John Green em todo o processo de formulação do roteiro e filmagem do filme e com isso terem mudado a parte que fez eu não gostar muito do livro, que foi o final.

Não!

Não pensem que o final do livro mudou, não mudou nem um pouco, mas eles conseguiram tirar aquela sensação que eu tive de que o livro tinha acabado do nada e isso me deu uma sensação tão boa sabe, não vou me aprofundar muito nessa questão porque eu acho que vou acabar falando e estragando a história para quem não leu o livro, mas o que eu posso dizer é que com o filme nós pudemos ver que a vida realmente segue e que não importa o que aconteça, seja aquilo que você quer ou não, a vida sempre segue e você pode traçá-la do jeito que você desejar, ou seja, você é o arquiteto do seu destino, não são os outros ou as influências que vão mudar isso, apenas você.

Com base nisso, eu posso dizer a vocês a mesma coisa que eu disse a minha prima no dia: Eu realmente gostei do filme e arrisco a dizer que a adaptação cinematográfica é melhor do que a literária, por isso recomendo a todos que assista o filme, mesmo se você não gostou livro, dê uma chance ao filme, vale muito a pena.

E ai gente? Já assistiram o filme? Querem assistir? Me contem tudo...

 



15 comentários :

  1. Eu vi o filme hoje e li o livro já faz tempo então minha memória não estava tão fresca. Mas concordo que a atriz que fez a Margo não teve carisma e também concordo que o filme foi melhor que o livro. Foi muito divertido o filme. Adorei.

    ResponderExcluir
  2. Oi. eu não li o livro, totalmente, até dei uma foleada, mas não tive paciência... não senti vontade de ver o filme, mas pq raramente vou ao cinema, não curto muito, então, vou esperar o filme passar na TV. Espero que você logo consiga responder a sua prima, isso também já aconteceu comigo, precisei pensar alguns dias e até debater sobre o contexto do filme para definir algo...

    ResponderExcluir
  3. Oi Mayara..tudo bem?
    Eu ainda nao li e nem vi o filme. Quero ler primeiro, mas não sei se vou resistir..rs
    Vi que muitas pessoas não gostaram do final mesmo. Eu estou curiosa para saber porque o final não te agradou, e nem no filme..que pra falar verdade não poderia ser mesmo diferente do filme.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ola Mayara confesso que sou suspeita para falar dos livros do John tentei ler um e parei pois achei extremamente parado e com um final que não me agradou. Por isso não li Cidades de Papel e tenho ele casa, minha filha comprou, assistir o filme não estou muito empolgada mas vou tentar quem sabe eu goste. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Olha eu não assisti o filme e nem li o livro.
    Não tenho nem ideia do que se trata direito a história.
    Eu li por cima tudo que você falou e achei interessante.
    Quero muito ler o livro antes, mas acabarei vendo o filme, porque eu fico curiosa hahahaha
    Foi assim com a A CULPA É DAS ESTRELAS que na verdade até que gostei, mas esperava mais ainda mais depois de tudo que o pessoal falava. Enfim...

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-ate-eu-te-encontrar.html

    ResponderExcluir
  6. Oi Mayara, sua linda, tudo bem
    Eu ainda não li o livro, mas quando vi o trailer, eu tive a impressão que iria gostar dele de cara, não sei explicar o motivo. E depois da sua crítica, percebo que vai valer a pena. Eu tenho o costume de ver o filme antes do livro e por isso nunca me decepcionei, pois não tenho como saber o que está faltando e não tenho como comparar. Se você que tinha todo esse conhecimento, recomenda, eu quero ver!!!!!!
    Beijinhos.
    Cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adoro o John tbm mas ainda não li o lvro :o
    Acho que vou ver o filme pra depois ler
    To muito curiosa
    E esse final que vc tanto fala me deu até medo agora rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Já fiquei feliz em saber que o filme é melhor, pois não gostei do livro.
    Simplesmente não me cativou.
    Mas gostei do trailer e vou dar um oportunidade sim.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  9. Olá! Não li o livro ainda, mas também não me animei muito até agora, pelo o que ando lendo sobre rs Ainda assim, quero assistir ao filme para ver se vale a pena a leitura. xD
    Bom, vim dizer que te marquei numa tag lá no meu blog, da uma olhadinha! Beijos!
    Rascunhos de uma adolescente,
    rascunhosaraujo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olaaa
    Adorei sua resenha e sou fã do John, adoro esse livro e ja fui ver o filme, ao contrário de você, não gostei nada da adaptação, achei bem chatinha.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  11. Oie, flor!
    Eu não gostei de A Culpa É das Estrelas quando li, então passei longe da adaptação e não me interessei em mais nem uma obra do Green. As pessoas vivem me recomendando Quem É Você, Alaska?, mas a premissa também não me interessa, então acho que não adianta forçar.
    Mass mesmo assim eu sou fã de outros livros e invejo você por ter gostado da adaptação, porque francamente, isso nunca aconteceu comigo! Hahahhahaah
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não tive a oportunidade de ver e nem ler o Cidades de Papel, mas muitas pessoas que conheço falaram que ficaram o mesma sensação que você ao terminar de ver o filme, eu não sei se espero o livro ou se vejo o filme logo de uma vez rsrs


    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oii!

    Eu li o livro e amei <3 Gostei muito da história e estou louca para ver o filme! Vi no treiler que eles mudaram algumas coisas, mas acho que não ira estragar a história ^^

    Beijos, Kamila *-*
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  14. Olá
    Parece que foi bem decepcionante, hein.
    Fato é: não devemos esperar muito de uma adaptação.
    Mas se foi divertido e te arrancou risadas, já valeu a pena, né?!
    Não tenho interesse pelo livro, e provavelmente não vou procurar pelo filme também.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu não entendo como eles fazem uma adaptação e mudam a história. Nós leitores quando vamos ver o filme queremos ver a história do livro retratada nas telonas. Se for pra fazer de outra forma é melhor nem fazer o filme. É chato quando nossas expectativas são frustradas.
    Adorei seu relato sobre o filme.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^