Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

23 de agosto de 2016

Resenha: Crimes do Tarô.

Título: Crimes do Tarô.

Autor: Leonardo Nóbrega.

Editora: Prêmius.

Ano: 2014.                                  Páginas: 336.

Idioma: Português.

Gênero: Literatura Brasileira / Suspense / Mistério.

ISBN-13: 9788575647875.

ISBN-10: 8575647873.
 
 Skoob: aqui .

Livro cedido gentilmente pelo autor para resenha.


A livraria estava deserta àquela hora da manhã. Tinha um clima tranquilo, era um espaço de paz onde cheiros, luzes e sombras, objetos e móveis antigos em madeira escura harmonizavam-se. Era possível reconhecer ali a presença de culturas milenares e a sapiência de povos ancestrais. Mesmo pessoas céticas, como inspetor Tomás, podiam sentir a energia esotérica que inundava aquela pequena sala em uma estreita galeria do Bairro Cigano. A presença de Tomás naquela loja demonstrava a certeza que ele agora tinha de que mais cartas de tarô surgiriam para decifrar. Tinha esperança que não fossem muitas.


 

Vou iniciar dizendo que gostei da leitura.

É um livro com uma história bem original, que se desenvolve de forma bem interessante, conseguindo prender o leitor da melhor forma possível: fazendo com que ele devore o livro do início ao fim em uma sentada só.

A história se inicia com um roubo ao banco e um assassinato. O Detetive Tomaz é chamado para investigar e desde o início pressente que esse caso será diferente de qualquer outro que já tenha visto.
Nada faz sentido.

O ladrão foge do padrão roubando apenas os caixas que guardam apenas valores ínfimos, nem se aproximando do cofre onde a quantia realmente significativa é guardada.

Ignorância? 

O detetive Tomaz não tem certeza. O modus operandi sugeri alguém experiente e inteligente, mas porque então assassinar um vigia?

As pistas do caso? 

Duas cartas de tarô que parecem conter uma mensagem oculta e o testemunho de um guarda que afirma que o ladrão é mulher.

Ele se pergunta: Seria uma mulher capaz de cometer um assassinato, lutar corpo a corpo com um homem maior que ela?

Certo pessoal, aqui vamos fazer um adendo.

O enredo se passa em meandros do século vinte, onde ficha telefônica é coisa comum e internet somente em sonhos bem futuristas. O livro tem todo esse charme das histórias de época, sem se ater em detalhes polêmicos que os cercam.

Então as vezes pode rolar um pensamento um pouquinho ultrapassado?

Pode, mas nada que ofenda os "mimizentos" de plantão. 

O livro não perde sua graça por isso. Muito pelo contrário, a forma leve que a rotina dos personagens, com todo seu contexto histórico, é apresentado torna esse detalhe, apenas um detalhe de fato, e dos mais insignificantes.

Voltando...

Logo a cidade se vê cercada de crimes, onde a incerteza sobre quem será a próxima vítima é muito grande. A única certeza geral é: uma carta de tarô será deixada para traz como uma peça de quebra cabeça a ser montado.

Logo a ladra do tarô fica conhecida e a única pessoa que parece ser capaz de desvendar todos os mistérios e montar esse quebra cabeça é o detetive Tomaz.

Assim, se inicia a saga de um dos personagens mais cheios de TOC que já conheci.

E estou escrevendo isso com um sorriso mental, ok?

O detetive Tomaz me lembrou muito o Inspetor Bugiganga, não sei bem o motivo, porque ele não é atrapalhado nem nada disso, mas a imagem ficou lá e não consegui desapegar!

O autor adotou um estilo tão bacana ao descrever a história, que é completamente possível imaginar o personagem andando pelas ruas da cidade conversando sozinho, enquanto tenta seguir as pistas dos crimes.

Esse estilo me lembrou um pouco do autor Matthew Quick, em "O lado bom da vida", quem já leu esse livro sabe do que estou falando. 

Ao contrário do que algumas pessoas disseram por aí, que desvendaram o mistério no meio do livro, confesso que não foi o meu caso.

Nem tentei adivinhar e o final muito me agradou.

Livro recomendado com muito carinho.

Não esqueçam de deixar seu comentário!

Minha nota para o livro é:




23 comentários :

  1. Li esse livro quando ele foi lançado em 2014 e acho ele ótimo. Os personagens são bem construídos e a história é maravilhosa. Fico muito contente quando vejo que pessoas tme lido o livro ainda.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ter curtido mt a capa, o tíulo me atraí, mas não sei se leria ainda. É a primeira resenha que leio desse livro e as 3 estrelas não ampliaram meu interesse, por melhor que tenha sido sua resenha. Bem.. que sabe um dia.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Confesso que me interessei pela obra só pelo fato de elementos do tarô, pois a capa não é lá muito atrativa. Ainda assim vou anotar a dica.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    eu sempre acabo gostando de livros com temática investigativa e com crimes e tal, vou colocar esse na lista, parece ser bacana. =D
    Ótima resenha, abraço!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a história. achei bem interessante e sua resenha ficou muito boa mesmo. Seu entusiasmo é maravilhoso! Muito bom ler um livro ao qual devoramos, não é mesmo??
    beijinho!

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, mesmo gostando da sua resenha, a premissa do livro não me agradou e não conseguiu prender a minha atenção, mesmo gostando de livros que envolvam crimes, esse não conseguiu me cativar, por isso, passo a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Oie.
    Adoro romance policial, então já me interessei heheh
    Gostei muito da sua resenha e já anotei a dica aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. eu adorei a história de Crimes do tarô. a narrativa é delicioso e em poucos dias devorei o livro inteiro... assim como você, não previ o desfecho, e me foi surpreendente heheh
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  9. Esses livros que envolvem crime são sempre bem vindos uma dose de suspense não faz para ninguém neh? Eu super me empolgo com esses detetives fora do comum que durante a leitura nos fazem dar aquele sorrisinho de lado.
    Enfim eu não descubro o caso nem quando a resposta esta na minha cara então para mim não tem problema kkk
    É uma leitura que eu faria sim adorei sua resenha.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  10. Mas a história é sobrenatural ou só de mistério? Porque amo mistério mas não vejo graça em histórias sobrenaturais. Gostei bastante da premissa,sou a louca dos detetives literários. Dica anotada

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Eu procuro tentar não ficar descobrindo o assassino, pois quero me surpreender no final do livro. Se fico pensando nisso, acabo não conseguindo me empolgar com a leitura kkk
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não conhecia o livro mas o achei muito interessante, por isso de investigação e eu ficaria o tempo inteiro também tentando descobrir quem é o assassino. Achei legal que apesar de grande, é um livro muito fluído e que você consegue ler de uma vez só.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá!!
    Não conhecia o livro, mas achei super interessante e parece ser bem legal.

    Um Beijo
    Beco das Leitoras

    ResponderExcluir
  14. Olá, não conhecia o livro, mas adoro romance policial, ainda mais brasileiro, sempre que pego algum livro nacional desse gênero eu me surpreendo e gosto muito, o caso do livro parece ser intrigante e algo que vai me deixar bem curiosa, adoro tentar adivinhar quem é o assasino em questão e quando acerto sinto uma satisfação enorme, irei adcionar a minha lista de leituras com certeza, beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Já li a história de crimes do tarô, gostei muito, a narrativa é deliciosa e envolvente, li rapidamente. Eu não consegui prever o desfecho!
    Adorei sua resenha, ficou muito boa!
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Já tinha ouvido falar desse livro.
    Acho a história bem interessante, ainda mais com essa de que o ladrão seria uma mulher.
    Só não sei se gostaria porque não sou muito de mistério e suspense.

    ResponderExcluir
  17. Olá.
    Já ouvi falar no livro e embora tenha uma premissa bem legal e tal estou no momento dispensando livros que tenha tema de investigação, detetive e crimes kkkkkkkkkkkkk minha ultima leitura não foi muito o que eu esperava.
    Mas que bom que vc não conseguiu desvendar o mistério, acho que isso é bem bacana, significa que o autor soube trabalhar bem esse ponto.

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem.

    Gostei da premissa. Não dei nada pela capa, mas ao ler a resenha, a trama conseguiu chamar minha atenção. Não entrou para lista de imediato, mas é aquele livro que se eu ver em promoção. Compraria com certeza. ótima dica.

    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Oie
    eu já ouvi falar do livro mas não sei se é o que procuro por agora, mesmo assim tem um enredo muito bom e sua resenha ficou ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. O livro chamou muito a minha atenção! Adoro este gênero e sua resenha me deixou bastante curiosa. Vou procurar comprar. Adicionando na lista de leituras.

    ResponderExcluir
  21. Não faz muito tempo que li este livro e gostei do mistério construído pelo autor. Eu também não desvendei o mistério.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?

    Gosto de temática policial, mas não em livros (estranho, né?). Sou apaixonada por seriados policiais, por outro lado. Acho que a ambientação da narrativa, nos anos 20, deixa a atmosfera policial mais "clássica", né? Me lembra os romances da Agatha Christie hehe. Não leria, porque, como eu disse, não sou muito fã da temática em livros. A minha ansiedade é grande e costumo me irritar com o andamento lento da investigação, então, acabo quase sempre largando o livro no meio :/

    Posso fazer uma sugestão? Faça parágrafos, ao invés de frases uma abaixo da outra. Acho que, em parágrafos, você pode organizar melhor suas ideias :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    Não conhecia esse livro, mas já estou encantada com o enredo que parece ser bem construído e intrigante. Adorei a boa dose de mistério que esse roubo trás a trama. Fiquei curiosa por se passar no Século 20.
    Gostaria de ter a oportunidade de ler um dia.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^