Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

10 de agosto de 2016

Resenha: Brincando com Fogo - Jéssica Macedo.

Título: Brincando com Fogo.
Série: Anexo Genesis. Livro: 01.
Autora: Jéssica Macedo.
ISBN-13: 9788547600020.
ISBN-10: 8547600027.
Ano: 2016. Páginas: 270.
Idioma: Português.
Editora: Forsaken.
Gênero: Ficção científica.
Adicione ao Skoob.
E-book gentilmente cedido pela autora parceira para resenha.

Sinopse:
Marjore nunca soube o que é sentir o sol aquecer seu rosto... Todo o mundo que conhecia era resumido às paredes da cela onde cresceu. Até que um estranho a liberta e a solta em um mundo muito diferente do que imaginava. Doenças, fome, frio e dor estão por todo lugar...

Perdida, faminta e assustada ela se vê numa terra sem lei, imersa em guerra. Mas Noah a encontra e oferece abrigo em sua casa junto a sua família, no entanto não faz ideia e que ela pode significar a morte para aqueles que ele mais ama. Fugindo de inimigos que desconhece, Marjore sabe que precisa se juntar aos outros iguais a ela. Mas serão seus poderes suficientes para mantê-la viva nessa busca perigosa?

O mundo já não é o mesmo, depois de muitas guerras, do nosso planeta ser infectado pela radioatividade, os seres humanos vivem da melhor forma que podem. Com uma guerra sendo travada, a maioria das pessoas está no meio dessa guerra tentando sobreviver.

Uma indústria especializada em Biotecnologia cria super-humanos, mas apena seis vingam e crescem apresentando características únicas. Esses seis humanos mutantes são aprisionados em laboratório e não sabem nada sobre o lado de fora, o mundo real.

Somos apresentados a Marjorie -  a protagonista, uma garota que passou a vida inteira dentro de um quarto, sem conhecer o mundo. Um dia ela é liberta por um mutante, assim como ela. Com medo e apavorada, ela foge e finalmente sai do laboratório. Depois de quase morrer de fome, sede e ser atacada por uma barata gigante – sim, uma barata gigante – ela é salva por desconhecidos e finalmente encontra “amigos”.

Nossa mocinha conhece Aisha, Noah e Norma, uma família que sobrevive se escondendo da guerra e dos mercenários. Eles convivem em uma comunidade afastada de tudo e todos. Marjorie então descobre que o laboratório em que ela viveu por toda a vida, Biotec, a clonava e também aos outros cinco que são como ela e mais... que os faz de armas, mortais e poderosas.

Marjorie é inocente, aos poucos, tenta entender os relacionamentos humanos, a medida que treina com Noah, para aprender a lutar e se defender, se apaixona pelo rapaz e ele por ela. Os sentimentos entre eles cresce tornando-os cada vez mais íntimos. Aos poucos, a jovem mutante aprende a controlar seus poderes e não queimar seu novo namorado.

A busca pelas “armas secretas” da Biotec, já que todos os seis mutantes escaparam do laboratório, começam. Uma busca implacável pelos seis jovens, inclusive, claro, a nossa Marjorie. Sabendo disso, uma mulher ciumenta interessada em Noah, dá a Biotec a localização da pequena e escondida comunidade onde eles vivem. Todos que estão nela, no momento em que a Biotec ataca, inclusive a família de Noah é morta, menos Marjorie, Noah, a ciumenta e outros que foram em busca de suprimentos e estavam ausentes na ocasião. A jovem sente-se culpada, uma vez que vieram atrás dela. Eles abandonam a comunidade e começam uma viagem, distanciando-se de tudo que eles
conhecem.

Marjorie vai encontrar as resposta que procura? Descobrir quem realmente é? Encontrar seus “irmãos" mutantes? Deter a Biotec e seus experimentos bizarros?
Essas e outras perguntas você terá que ler para descobrir!

Com uma narrativa envolvente, uma personagem que beira a inocência de uma criança, mas sem deixar de tentar entender o que é desejo, amor e relacionamento entre pessoas, Jéssica nos leva por entre as páginas de Brincando com Fogo. Noah é um personagem intrigante e charmoso. Aisha é tão fofa e adorável que dá vontade de colocar no bolso.

Surpreendente, fascinante e com um toque de ficção-cientifica, Brincando com fogo lhe transporta para um mundo, no qual, eu, com certeza, não queria estar. Guerras, monstros bizarros, mutantes com poderes inacreditáveis e contando sempre com a maldade humana, a gana por poder e dinheiro, o começo de todos os males, essa é a receita desta obra.

Jéssica Macedo soube de uma maneira muito interessante dosar uma escrita leve, com tons de cenas e acontecimentos pesados, dando a trama um olhar único e humanizado.

Avaliação: 

Obrigada Jéssica, pela parceria. Sucesso e que venham mais obras!

Até a próxima, galera!

22 comentários :

  1. Sua resenha está ótima, parabéns, porem não é uma leitura que me chame a atenção, em geral esse gênero não me atrai em nada, deixarei a dica passar.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Existem generos que nos agradam mais, ou menos, faz parte.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gostei das cores da capa desse livro, bem viva e atraente. Não tenho costume de ler livros com experiências e mutantes, mas sempre é bom uma leitura aqui e ali. Não seria o caso no momento, mas leria sim, apesar de não gostar muito de personagens muito inocentes.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficção eh um genero q ou vc gosta, ou não. Isso vai de cada um mesmo.

      Excluir
    2. Ficção eh um genero q ou vc gosta, ou não. Isso vai de cada um mesmo.

      Excluir
  4. Olá!
    Eu não sou muito de ler livros do gênero, mas por falta de oportunidade mesmo.
    Achei a premissa bacana, diferente do que tenho visto por aí.
    Não gosto muito de personagens inocentes, mas entendo que faça parte do contexto da personagem não conhecer o mundo e afins.
    Fiquei curiosa sobre os clones, o romance entre o casal e quero descobrir quem foi a x9 que dedurou eles, rs.
    Gostei da resenha e anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oie, nossa, ao ver esse título achei que fosse uma história hot, mas fui surpreendida ao ver que é uma ficção científica, com um mundo diferente que envolve até radioatividade.
    particularmente o ponto da ficção científica não me chama atenção, mas achei bacana a proposta da protagonista que jamais tinha visto a luz do sol e fiquei a fim de conhecer mais, quem sabe eu venha a dar uma chance.

    ResponderExcluir
  6. Oie Jess,
    Que livro fantástico! É a mistura de o exterminador do futuro com resident evil ou até mesmo a trilogia o teste que li.
    Sou apaixonada por ficção e quando envolve guerras z destruição da raça humana é que a coisa melhora.
    A Marjore deve ter crescido traumatizada, sei lá. Viver em cativeiro e depois sair mundo a fora. Fiquei curiosa para sentir o que ela sentiu.

    ResponderExcluir
  7. Nossa! Que incrível, só pela sinopse já quero o livro. Gosto dessas coisas bizarras, mutantes e tal... Não conhecia o livro e esse foi meu primeiro contato com ele. Adorei! Já foi para minha lista de desejos.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  8. Eu já num tava muito interessada, quando falou de barata gigante eu desanimei totalmente! Gente... sério? Pra quê? o.O Muito viagem pra minha cabeça rsrs.
    Bj
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  9. Oiii Jéssica, como vai?
    Menina confesso que dessa vez a obra não despertou muito meu interesse, então eu pularei a dica. Mas, fico feliz em ler uma resenha tão boa assim <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Hummm já gostei assim que li a sinopse e depois de tudo que vc fala sobre ele!
    Quero ler para ontem!
    Muito interessante, adorei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oie
    não é o tipo de leitura que me agrada muito mas mesmo assim sua resenha está boa e que pena que o livro teve uns pontos meio negativo

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Parece um livro muito bem escrito, mas não me atraiu. Barata gigante me fez lembrar de um filme (tem na Netflix) chamado Maldita Aranha Assassina, onde tem uma barata gigante na cidade - eu sei, nada a ver com a história, só lembrei mesmo rs

    ResponderExcluir
  13. Olá! Nossa, fui lendo e imaginando todo o cenário! Que história! Fiquei curiosa demais para conhecer todo o enredo, saber se ela vai recapturada, se haverá uma revolução. Necessito ler o livro, sua resenha está ótima! Beijos!

    ResponderExcluir
  14. nao sei oq faria se descobrisse que andam fazendo clones meus kkkkkkkkkk que bizarro...curti bastante a premissa do livro, certamente vou ler caso tenha uma oportunidade... ^^
    bjs...

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Barata Gigante? Jura? kkkk

    Essa história de clones para mim já é fichinha, porque assisto a série Orphan Black que trata desse tema de forma esplêndida.

    Tirando alguns pontos negativos e essa barata, eu daria sim uma chance ao livro, porque gostei da sinopse e do gênero que engloba ficção científica e fantasia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Eu amo ficção cientifica, e adorei a premissa da história. Adoro novidades, e ainda não li nada da Jessica, mas tenho curiosidade. Vou colocar este livro na minha lista para matar a curiosidade. Haha. Adorei a dica.

    beijos
    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Gostei bastante da premissa da história, que parece ser muito impactante, os personagens também parecem ser bem construídos o que me agrada muito. Vou anotar a dica e espero ler em breve.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  18. Parece interessante, mistura ficção científica clássica, distopia e o conceito de super-soldados, pela sua resenha o livro parece ser bem escrito, vou lê-lo e tirar minhas próprias conclusões. Agradeço a indicação.

    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Eu gosto do gênero, mas o enredo não me conquistou muito. Já li alguns outros enredos parecidos e acho que o enredo só não me conquista.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^