4 de março de 2018

Filmes & Tal: Fullmetal Alchemist.

em 4 de março de 2018

7 comentários

Título: Fullmetal Alchemist.
Lançamento: 2017 (2018 no Brasil).
Duração: 2h 14min.
Gênero: Ação, aventura, drama.
Nacionalidade: Japonesa.
Diretor: Fumihiko Sori.
Autor: Hiromu Arakawa.
Distribuidor brasileiro: Netflix.
Elenco: Ryosuke Yamada, Tsubasa Honda, Dean Fujioka, Ryûta Satô, Yo Oizumi, Yasuko Matsuyuki, Kanata Hongou.

Não recomendado para menores de 12 anos.


Dois irmãos alquimistas acabam de iniciar a maior e mais perigosa jornada de suas vidas: partiram em uma busca alucinante por uma poderosa pedra filosofal, que supostamente teria o poder de trazer mortos à vida, tudo isso como parte de um plano para ressucitar sua mãe. O problema é que, durante o processo, as coisas acabam saindo fora de controle.



Boa noite, galera! Aqui é o Júlio e essa semana a matéria é diferente, apesar de ainda ser baseada em animes, trata-se da adaptação de Fullmetal Alchemist! Sinceramente? Um dos animes mais fantásticos que já assisti. Em fevereiro deste ano, a Netflix disponibilizou o filme com atores reais em seu catálogo, fui conferir... e não me arrependi. Vem comigo!

O filme conta de uma forma resumida o início da jornada dos irmãos Elric, desviando-se um pouco do mangá em certos pontos, mas sem prejudicar a experiência. A personalidade dos personagens foi mantida (inclusive os ataques de raiva de Edward em relação a sua baixa estatura), e em minha opinião, Roy Mustang e Maes Hughes estavam perfeitos, principalmente o segundo, em que até o ator realmente se parece o personagem. Winry Rockbell teve uma mudança na cor dos cabelos mas nada de prejudicial, o carisma dela foi conservado servindo como um apoio constante aos dois garotos. Os homúnculos ficaram meio assustadores, com destaque para Lust que ficou melhor caracterizada.

Alphonse que foi todo feito em CGI não deixou a desejar,  sua animação ficou bem legal, assim como os efeitos das lutas e cenas de ação. A trama passa por várias partes bem memoráveis do anime, inclusive uma das mais dramáticas em minha opinião, envolvendo um certo cientista (sem spoilers).

Outro fator que merece destaque são os cenários do filme, todos muito bonitos e fiéis às ambientações do anime, com belíssimas paisagens. Como algo a melhorar, eu diria que a peruca de Edward poderia ser melhor trabalhada, mas no geral tudo ficou muito bom. Sei que como fã do anime sou suspeito para falar, mas, sério, o resultado ficou mesmo bom, bem diferente de outras adaptações de animes que vimos anos atrás e que não chegaram aos pés das produções originais. Fullmetal Alchemist é um exemplo a ser seguido no futuro. 

O filme foi muito bem recebido em suas primeiras exibições, ganhando várias análises positivas por todo o mundo e estreou em primeiro lugar nos cinemas japoneses, mostrando a qualidade da produção.

Bem, vou ficando por aqui, recomendo demais que assistam, tanto o filme quanto a obra original (que possui duas versões, com a mais nova sendo mais fiel ao mangá), o drama dos irmãos Elric vale muito a pena de ser acompanhado!


Até a próxima semana!

7 comentários :

  1. Quando vi este filme, não sabia muito a respeito, daí numa lida rápida na internet, pude entender um pouco do que se tratava e claro, adorei!
    Mesmo não sendo tão fã de mangás e afins, o filme é muito bem produzido e a gente não se perde de forma alguma. Claro que é uma maneira bem reduzida de falar sobre a trajetória dos dois irmãos, mas os efeitos especiais são incríveis e a gente dá boas risadas também.
    Super recomendado!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Nunca assisti um bom filme que fosse baseado em anime. Mas tenho pra mim que o mais relevante que vi foi Dragonball Evolution e cá entre nós, é bem ruim rsrs. Como Fullmetal Alchemist está na Netflix, vou dar uma conferida, vai que me surpreende.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie!

    Já vi esse filme muitas vezes pela Netflix essa é a primeira resenha que leio sobre e gostei bastante, não sou acostumada a assistir esse tipo de filme, mas para esse irei dar um segundo pesamento e espero gostar da experiencia!

    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Não curto esse tipo filme, mas meu marido viu e adorou!
    Mesmo assim, gostei de saber um poco mais sobre a história aqui no seu blog através de sua resenha! Parabéns pela dica!!

    beijinhos!!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Não sou muito de ver animes, como já te contei em uma outra postagem sua, mas curti a história e anotei a dica aqui!

    ResponderExcluir
  6. Adoro as duas versões em anime mas em filme não rola...

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tudo bom?
    São poucos os animes que já assisti, gosto mas não tenho o costume, não sei porque.
    Esse eu não conhecia, mas parece bacana, obrigada pela dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO