Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

11 de fevereiro de 2017

Resenha: A Educação de Sebastian.

Título: A Educação de Sebastian.

Autora: Jane Harvey-Berrick.

Série: A Educação de Sebastian #1.

Editora: Novo Século.

Gênero: Erótico / Romance.

Categoria: Literatura estrangeira.

Ano: 2015. Páginas: 382.

Idioma: Português.

ISBN-10: 8542805178
ISBN-13: 9788542805178

Skoob: aqui.

Cortesia da Editora.

Presa num casamento frio e sem paixão, Caroline Wilson, de 30 anos, muda-se para San Diego depois que seu marido militar é promovido. Sentindo-se perdida e sozinha, Caroline reencontra uma antiga amizade: Sebastian, que ela conhecera ainda menino, um jovem inteligente e sensível, com pais alcoólatras e violentos.
Sebastian, agora com 17 anos, tem mais do que apenas amizade em sua mente. Juntos, experimentam o despertar de uma paixão intensa e arrebatadora. Mas esse romance proibido pode ameaçar a vida de ambos.


Alguém aqui já ouviu falar do termo "Bipolaridade Literária"?

Pois é, esse é o sentimento que me definiu durante a leitura desse livro, mas para vocês entenderem o porque disso, tenho que contar um pouco sobre a história.

A Educação de Sebastian conta a história de Caroline Wilson, ela é uma mulher que se casou muito nova com um militar, e tardiamente descobriu que foi pelo motivo errado. Sendo assim, hoje, com 30 anos de idade, a nossa protagonista se vê presa em um casamento fracassado e é extremamente explorada pelo marido.

Anos atrás, o casal morou na Califórnia e foi onde a Caroline conheceu Sebastian, uma criança que sofria maus tratos por parte dos pais, por causa da falta de carinho que o menino tinha em casa, uma amizade muito grande se formou entre os dois. 

O livro em si começa a acontecer quando eles voltam para a cidade e logo no primeiro dia, Caroline reencontra Sebastian, mas ele não é mais uma criança inocente. Ele é um adolescente de dezessete anos muito lindo e envolvente que logo de cara mexeu com a mocinha da história.

O tempo passa e de um lado da história vemos David maltratando sua esposa, e do outro lado temos um jovem completamente apaixonado e louco por ela pronto para fazer qualquer coisa que ela desejasse.

Não sei como falar isso, mas tem sempre a questão do: "quem não dá assistência, abre para a concorrência". Logo nas primeiras páginas percebemos que a Caroline tinha um déficit de amor próprio e uma carência muito grande. Quando aparece uma pessoa disposta a lhe dar isso, a mostrar que de fato pode ser amada, é difícil não se envolver, certo?

Não sou ninguém para julgar ninguém, mas sei que existem pessoas que vão ter problemas por causa da diferença de idade entre os protagonistas, mas eu sou totalmente a favor de todas as formas de amor, e o que importa, é, de fato, a felicidade.

Confesso que tive dificuldades em seguir com a leitura da obra, mas não por preconceito do envolvimento entre eles, foi porque sou um pouco chata e tudo aconteceu rápido demais para o meu gosto. Eles se reencontraram, se envolveram, passaram a se relacionar, juraram amor eterno e pronto. Mas tudo tinha uma questão mais profunda, e o marido dela? E a família dele? Não é tudo tão fácil assim...

Outro problema para mim foi a grande quantidade de cenas de sexo. Gosto de livros hot? Sim! Mas em excesso? Não... não.

Nossa, acho que se eu levantar aqui todas as questões que senti lendo esse livro, vocês podem levar para o lado de que ele é muito ruim, porém, vou só pontuar uma outra observação: A forma que o marido da Carol tratava ela me deu nojo. Eu tinha vontade de entrar no livro e dar na cara dele, e ela aceitava tudo de cabeça baixa. Isso me revoltava demais, por isso, que direto eu falava que queria tacar o livro na parede. haha

Agora vamos falar dos pontos positivos?

A escrita da autora, apesar de rápida, é extremamente fluida e simples. O livro é inteiro narrado em primeira pessoa pela visão da Caroline, por isso que a revolta era mais real ainda em mim, pois estava lá, na pele o que ela estava sentindo no momento.

A capa do livro é inquestionavelmente maravilhosa, e foi justamente ela que me puxou para a leitura do mesmo, e apesar de todos esses poréns que relacionei, eu não me arrependo de ter realizado essa leitura, pois tudo tem o seu porque. 

Acredito que o nome do livro está totalmente ligado a isso, A Educação de Sebastian se dá justamente pelo fato de que um adolescente que passou por maus bocados em sua vida mostra para uma mulher de 30 anos que a vida em si vale a pena e que ela pode e deve ser feliz, mas que isso só depende dela. Todas as coisas ruins acontecem por um motivo.

Tocando no assunto das coisas ruins, vem a pior parte do livro.

O final!

Meu Deus do céu! Que autora mais sem noção e mais sem coração...

Imagina a cena: Você espera o livro inteiro na expectativa de algo acontecer, chega no último capítulo, a bomba estoura e então... pá... FIM!

Isso não é de Deus, não, Dona Jane!!

Você não tem amor aos seus leitores não?
Cadê a consideração?
Cadê a retribuição do carinho?
Cadê o seu coração? Autora do mal!!!!!!

Fiquei desesperada pela continuação do livro! Novo Século, se vocês quiserem me dar de presente, eu aceito e prometo resenhar! haha

Então, é assim: esse livro é aquele que vai te levar aos extremos. Uma hora você vai ficar com raiva, na outra vai se apaixonar, então você se envolve e por fim você se debulha em lágrimas com esse final arrasador.

Simplesmente, leiam!

QUOTES
− Eu te amo. Eu… eu faço qualquer coisa, vou para qualquer lugar. Você pode escrever − nós seremos felizes.

– Sebastian, eu nem tinha um futuro até você me fazer pensar sobre isso. Deus sabe quanto tempo ainda eu seguiria vagando. 

– Não seja condescendente comigo, Caro – disse ele, soando ainda mais zangado. – Você acha que eu não sei o que significa assumir esse compromisso, mas eu sei. Você acha que estou abrindo mão de tudo e que vou me arrepender mais tarde, só que está errada. Eu já vi como é um casamento ruim; vi como meus pais têm sido infelizes. Porém, quando estou com você, eu me sinto… tão incrivelmente feliz, como se o mundo valesse a pena, afinal. Eu sei o quanto isso é raro; eu vi o quanto isso é raro. Não despreze o que sinto só porque… só porque eu sou mais novo que você. Você é linda e boa e talentosa e você tem um dom: as pessoas são atraídas por você, e você nem mesmo vê isso. E isso é só uma das coisas que eu amo em você.

− Você me trouxe à vida, e jamais vai saber o quanto eu te devo por causa disso. Mas você está apenas começando sua vida. Não é justo lançar meu peso sobre você. Você merece mais que isso. Eu tenho que abrir mão de você.

Senti uma dor surda no peito. Uma parte de meu coração estava se partindo, sabendo que era muito provável que eu não tornasse a ver Sebastian. Respirei fundo e encarei o horizonte: era hora de eu crescer, finalmente.

Minha nota para o livro:



12 comentários :

  1. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro, ainda bem que gostaste de fazer a leitura!! :) Mesmo que não tanto assim, levando a uma classificação não tao alta! :)

    Não sei se lerei, porque não aprecio o romance erótico... De resto, acho ótimo que estejas tao desesperada pela continuação! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mayara!
    Quantas emoções!
    Gosto de livros mais quentes, mas quando vem extrapolado acaba perdendo a graça. Essa paixão repentina também me incomoda um pouco.
    Não sei se eu conseguiria ler o livro por conta da idade deles, não é por elas ser mais velha e sim por ele ser menor de idade. Tem a questão de amadurecimentos também.
    Ainda assim, obrigada pela dica! ^^
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oie! Tudo bem?

    Olha acho que não vou gostar desse livro não, nada contra a diferença de idade, mas parece que o livro é meio forçado tirando a parte do machismo e maus tratos, vou passar a dica moça, quem sabe numa próxima...

    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Oi!

    Infelizmente o livro não me atraiu, porque detesto cenas excessivas de sexo. Fico muito incomodada e acha que o autor sempre coloca só pra tampar os furos na história. Além do mais, me pareceu ser um livro que romantiza relacionamento abusivo, e detesto. Enfim, passo a dica. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Apesar de gostar de hot, eu não gosto de livros que tratam relacionamento abusivo como "romance", desculpe, mas foi essa a impressão que tive da história. Infelizmente vou ter que passar essa dica!

    http://desencaixados.com

    ResponderExcluir
  6. Oie
    uau que misto de emoções você teve haha mas assim que é bom, costumam ser as melhores leituras, estou muito curiosa para ler, gostei do enredo e dos seus elogios, vou anotar a dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro e já posso imaginar a raiva que sentiu ao ver os constantes abusos do marido e pior a aceitação passiva dá mulher. Sem ler eu já estou brava...
    Pelo que vi tem continuação né? Vou procurar saber mais a respeito, mas já estou anotando a dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá Mayara,
    Gostei muito da sua resenha, pois gosto de escritas assim, ágeis e fluídas. Agora, uma autora que escreve um final sem noção e sem coração? Acho que isso não é pra mim, pois sinto a necessidade de um final bom, pronto falei! haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Sua resenha está ótima, bem detalhada e todos os pontos que você levantou dos livros parecem combinar com todas as coisas que eu odeio em um livro, não gosto nada com cenas de sexo, até aturo algumas quando o livro é muito bom, mas romances rápidos e cheios de cena de sexo haha, não iria conseguir engolir.

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho vontade de ler esse livro, mas acho que o que mais me trava é que o Sebastian tem 16/17? Não pela diferença de idade, mas ele podia já ter 18 né? Sei lá, me parece que tem problemas o bastante no livro para serem tratados que não precisava de mais esse (o tal do estupro presumido). Enfim, outra coisa é o fato do marido dela ser totalmente detestavel, o que me parece que foi colocado assim só para justificar um relacionamento melhor - e por esse motivo, fazer com que ele aconteça ainda mais rápido.
    Sim, parece que tem mais pontos negativos do que positivos nessa leitura, mas mesmo assim eu quero ler - sou dessas que mesmo me travando com alguns livros gosto quanto o autor toca em temas tabus e preciso ler para poder ter a opinião própria....
    então, está na lista!
    MAs é bom saber que é bom já ter os dois.... ai não fico desesperada como você hahahaha
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  11. Hmmm a capa e o título não me atraíram muito não...

    Não conheço a autora, também.

    E acho muito estranho algo assim. Imaginei tipo: cara quanto tempo! você é o filho daquele casal de amigos violentos, né? Você cresceu, é QUASE um homem agora! Vem cá, deixa a tia te ensinar uma coisinhas...

    Se tenho problemas com a idade entre eles? Não... Mas é um jovem de 17 anos... um adolescente, ainda não é um adulto. Não responde por ele mesmo judicialmente muitas coisas...

    Apesar de seus pontos positivos, esse livro não seria adicionado na minha estante!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  12. Ao ler a sua resenha, fiquei aqui pensando na sensação de passar todas as páginas na expectativa se saber como a história iria terminar e de repente um grande fato acontece e o livro termina. Sério! Não sei como iria ficar depois desse impacto, acho que não aceitaria esse fim tão fácil, então, imagino a sua indignação, hahaha.
    Gosto também de livros com conteúdo hot, mas em excesso é um problema para mim também, e isso complica para mim também.
    Essa não é uma leitura que faria, pelo menos no momento. Parabéns pela resenha.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^