Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

28 de outubro de 2016

Resenha: Os Condenados.


Título: Os Condenados.
Autor: Andrew Pyper.
ISBN-13: 9788594540034.
ISBN-10: 8594540035.
Ano: 2016. 
Páginas: 336.
Idioma: Português.
Gênero: Terror / Suspense / Literatura estrangeira.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse:
Danny Orchard conseguiu enganar a morte e ganhou uma segunda chance para viver. Só que ele não voltou do inferno sozinho. Em Os Condenados, Andrew Pyper, autor do fenômeno O Demonologista, explora as conexões de amor e ódio entre irmãos gêmeos, numa história sobrenatural digna de pesadelos.
Danny passou por uma experiência de quase-morte em um incêndio há mais de vinte anos. Sua irmã gêmea, Ashleigh, não teve a mesma sorte. Danny conseguiu transformar sua tragédia pessoal em um livro que se tornaria um grande best- seller. Ainda que isso não signifique que ele tenha conseguido superar a morte da irmã. Claro, ela nunca mais o deixaria em paz.
Mesmo depois de morta, Ash continua sendo uma garota vingativa e egoísta, como sempre. Mas agora que seu irmão finalmente tenta levar uma vida normal, ela se torna cada vez mais possessiva. Danny parece condenado à solidão. Qualquer chance de felicidade é destruída pelo fantasma de seu passado, e se aproximar de outras pessoas significa colocá-las em risco.


Olá! Nana Garces aqui para trazer mais uma resenha de Halloween pra vocês! E hoje vamos ver quem está condenado ao Depois! Vamos lá?!

O livro de hoje, para quem não pegou a deixa, é “Os Condenados” de Andrew Pyper. A algum tempo fiz a resenha de “O Demonologista” e não pude deixar de ler Os Condenados, Andrew Pyper continua me surpreendendo, mas vamos falar um pouco sobre o livro.

Os Condenados conta a história de Danny Orchard, um escritor que atingiu o best-seller com seu livro que relata sua experiência de quase morte. Danny é conhecido por dar palestras e entrevistas, falando do Paraíso, inclusive, esse livro do Danny influenciou outras pessoas que passaram por experiências de quase morte a criarem grupos, eles se chamam de Os Reviventes.

Logo no começo o leitor é colocado num desses grupos dos Reviventes e se depara com uma personagem que teve sua experiência de quase-morte não tão boa como as dos outros. Ela conta, resumidamente, que quando morreu, não foi pro mesmo lugar que os outros e que quando voltou trouxe consigo o espirito do pai dela. (Isso não é spoiler, é o primeiro capítulo – risos).

Danny segui contando a história, falando um pouco sobre sua família, fala sobre o pai, a mãe, que são personagens importantes na trama, mas a mais importante é a irmã gêmea dele.

“Éramos gêmeos fraternos, ainda que você não necessariamente percebesse isso de imediato. Ash tinha a pose de uma dançarina e uma autoconfiança visível em cada gesto, como se todos os seus atos fossem parte de uma performance sutil mas grandiosa, uma convocação para ficar por perto e assistir. Eu, por outro lado, tentava me esconder por trás dos cabelos longos que cobriam meus olhos, um garoto que, ao entrar em um aposento, buscava sempre o cantinho mais próximo e deixava a irmã ocupar o centro do palco.”

Danny começa a contar para o leitor sobre as maldades da irmã e o que ela não parecia ser quando estava em frente aos outros, você se depara com situações desagradáveis e de como alguém pode ser tão cruel e tão vazia mesmo estando no centro do palco.

Ambos morreram quando eles tinham 16 anos, em um incêndio (que é a cena que você pode ver no booktrailer no site da Darkside, um dos booktrailer mais lindos que eu já vi!), Ash morreu e Danny voltou a vida... O que acontece é que Ash não está de fato presa a um Depois, ela volta, como o pai daquela personagem que aparece no primeiro capítulo, e é ai que a história começa a tomar um clima mais de suspense.

Não vou seguir contando muito mais, porque desde o começo o leitor já tem muita informação, é uma leitura rápida, envolvente, tem seu momento de suspense e pra você que tem medo de espíritos e fantasmas, é um livro que causa aquele medo profundo nessa área. Pyper consegue misturar outros fatores nesse livro, além do suspense, que é o carro chefe de todo o livro, você consegue achar vislumbres de um mistério policial sendo resolvido e uma aventura acontecendo, mas isso fragmentado. Todo o principal mistério é focado no sobrenatural, em assuntos como o paraíso, o depois e o que se trás de lá.

Foi um livro incrível de ler, amei o final, porque ele conseguiu surpreender não com o desfecho em si, mas com as explicações do que houve durante a história toda. Se você reler o livro vai ver que muitas coisas do que ele relatou no começo fazem sentido com o que ele apresenta no final, é muito bom!

Porém achei o personagem até um determinado momento da história muito passivo as maldades da irmã, claro que a ideia era mostrar a superioridade de Ash sobre o Danny, mas isso me incomodou um pouco, porque mostrou que ele precisava daquela peça chave ao lado dele para que resolvesse se mexer.

É um livro que fala também sobre amor, diversos tipos de amor, é engraçado como tem tantas coisas envolvidas e como você consegue se desprender do suspense e prestar atenção nas relações que o Danny tem com os outros personagens. Vai dar medo, mas não é um livro tão assustador, o suspense de Andrew Pyper é mais psicológico, o que torna mais ameno (apesar de ter me causado um pesadelo...).

Não é o meu favorito dele, porque diferente de O Demonologista, o final de Os Condenados é mais fechado, e, particularmente, eu gosto de suspense com final dúbio, mas amei, cinco estrelas com toda certeza!

Quanto a edição, não preciso tecer comentários, qualidade DarkSide, sem sombras de dúvidas.

Eu teria muita coisa pra falar sobre esse livro, por favor, se você leu, me procura pra conversar sobre ele, porque preciso muito de alguém para falar sobre as teorias dele! – Risos – Deixe no comentário o que você achou sobre o livro, se já leu... e se não leu, eu super indico!
Espero ter convencido vocês a embarcarem no suspense de Andrew Pyper! 
Beijos!

Avaliação:

30 comentários :

  1. Talvez essa reflexão sobre o amor e as relações com o Danny, me fizessem realmente esquecer o suspense, mas ainda assim, achei o plot do livro bem envolvente.
    Amei a dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá! Quando foi lançado "O Demonologista" eu fiquei louca para lê-lo, mas muita gente criticou demais o livro e acabei perdendo a vontade. Mas "Os condenados" me chamou muita atenção e, após ler sua resenha, fiquei ansiosa para ler esse livro... Todo o suspense e os acontecimentos sobrenaturais me chamam atenção! Adorei! Beijos.

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, oi.
    To conhecendo seu blog agora e preciso dizer que gostei bastante.
    Eu não sou muito fã de terror, para falar a verdade eu sou muito medrosa então tendo a evitar livros com a temática este. mas durante a leitura da sua resenha eu fiquei com muita vontade de ler o livro. Você me deixou muito intrigada a saber o final desta grande trama.
    Talvez um dia eu compre e leia, ainda não sei, mas agora é um possibilidade.
    Bjsssss
    http://blogdosjovensleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    O primeiro livro que li dessa autor foi o Demonologista e fui com tanta sede ao pote que me decepcionei profundamente! A única coisa que me agradou no livro foram as referências ao Paraíso Perdido de Milton, fora isso... deixa pra lá rs
    Então, obviamente, quando eu vi o lançamento de Os Condenados passei longe! Pela sua resenha o livro parece ser muito bom e fiquei até curiosa, posso estar sendo injusta com ele... então quem sabe eu dê uma chance para esse livro no futuro. Até que gostei da premissa :)

    Abs ^^

    ResponderExcluir
  5. Olá! Tudo bem?
    Terror não entra na minha lista de leitura. Não leio mesmo e filmes então , nem pensar! Gostei da sua resenha, mas dessa vez passo a dica (rsrsrsr)! Bj

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Vale a pena comprar os livros da Darskide só pelas capas maravilhosas, porque as histórias, é impossível não amá-las! Esse em especial eu leria só pelas experiências de quase morte.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Morrendo de inveja aqui. Estou
    querendo ler esse livro desde que saiu.
    Amei a resenha
    E como sempre a DarkSide arrasando nas edições.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Fiquei super curioso. Acho que o suspense psicológico é algo aterrorizante e esse enredo trata de um tema que tenho muito interesse. Eu, particularmente, acredito nessas estórias de quase morte. Realmente a dark é excepcional!

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  9. Olá amore,
    Olhando a capa, talvez não fosse um livro que eu leria... capa estranha (a meu ver).
    O assunto do livro não me interessa muito, mas até bateu um cadinho de curiosidade... quem sabe um dia eu leia.... nesse momento, não é algo que eu queira pra ser sincera.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Já faz muito tempo que adicionei na minha lista Os Condenados. Vou dar u jeito de comprar. rs Adorei sua resenha ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá amore,
    Que capa estranha, não curti – dá sensação de livro velho.
    A resenha está impecável, mas ainda assim não é um livro que eu queira ler não.
    Beijokas
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Nossa, esse livro trabalha sobre o amor também? Não imaginava isso!
    Gostei de saber que o começo do livro já é repleto de informações e vou anotar a dica, pois acho que o livro é interessante e gostei de saber que o final é fechado. Esse final dúbio que te agrada não me atrai em nada.
    Dica anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Sabe que eu tinha uma ideia totalmente diferente sobre esse livro?
    Achei que seria uma história bem de terror, com coisas do pós morte aparecendo e acabando com tudo, dando um monte de sustos e tudo o mais.
    Essa é a segunda resenha que leio dele que toca no assunto de que o livro é também sobre amor - e eu fiquei pensando que não tem nada mais forte do que o amor, mesmo quando ele não é o mais tradicional, pois tipo me parece que a Ash faz o que faz por amor ao irmão (ok, que para ela tocar o terror é aquele amor egoísta de ter ele para fazer suas vontades, mas não deixa de ser um amor, não é mesmo?)
    Não faz meu estilo de leituras, mas isso e saber que ele é mais para o lado psicológico me deixa com muita curiosidade em ler :)
    Apesar de ser super medrosa, espero conseguir arriscar!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Ainda não li a obra e fiquei bem curiosa para conferir, afinal assim como a sua resenha, já vi várias bem positivas e que indicam a leitura.
    Confesso não ser meu gênero literário favorito, mas me intrigou bastante essa parte de Ash não estar presa a um Depois e sobre as maldades dela sem que o irmão interferisse de alguma forma.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá! O livro parece ser mesmo muito bom. Mas não é pra mim.. Kkkk
    Não me dou bem com o gênero. Eu prefiro coisas mais leves e que não me causem pesadelos. Haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Nana, os Condenados está me namorando aqui da minha estante, mas ainda não peguei para ler, sei lá por qual motivo. Mas você me convenceu que preciso ler logo, aí volto aqui para conversarmos sobre as teorias! haha
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem? Esse é um de muitos dos meus desejados da Darkside e pretendo comprar em breve. Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele e achei a história bem interessante. Quanto as edições ds Darkside você tem razão estão sempre um arraso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oiee Nana ^^
    Eu ainda não conhecia o livro, e acho que nem mesmo o autor. Parece ser uma história interessante, e saber que você gostou tanto do livro me deixou feliz, mas eu não sei se leria. Não gosto de terror, e nem de suspense, então não é bem o tipo de livro que eu estou querendo ler no momento *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  19. Olá.
    Sendo eu uma pessoa mega medrosa e que nunca leu um livro do gênero, não acho uma boa idéia começar por esse kkkkkkkkk morro de medo desses lances de fantasmas e tal então dispenso a leitura, acho que esse é um daqueles livros que não vou ler nunca kkkkkkkkkkk a não ser que meu medo desapareça.
    ótima resenha, que bom que você curtiu o livro. E que o final te surpreendeu

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    acho que de todo o catálogo da dark side, esse é um dos raros livros que tenho interesse em ler, a premissa do livro não me prendeu, e apesar da edição ser bem caprichada, porque estamos falando de Dark side books não é mesmo? Esse não seria uma leitura para o momento.

    ResponderExcluir
  21. Esse livro parece ser daqueles que são muito bons, a história é bem escrita, os elementos são os necessarios para deixar a trama mais movimentada e manter o suspense, enfim, é daqueles que lemos e ficamos uns dias com a história na nossa cabeça. Enfim, dica anotada viu.

    Beijos
    ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Nana, desculpa, mas não pude ler sua resenha. :\
    Eu quero muito ler esse livro e já tenho ele e tudo e não quero estragar a surpresa da leitura! huahuahuaua
    Eu amo a Darkside e Andrew Pyper já mandou super bem em O Demonologista, então, eu tô louca pra ler!!
    MAs prometo voltar aqui pra ler assim que eu acabar!! <3

    beijinhos e desculpa.. rs

    #Ana

    LiteraKaos!

    ResponderExcluir
  23. OOi!
    Digamos que esse é o tipo de livro que não passa nem por minha cabeça ler! kkkk
    Não gosto do gênero, sou muito medrosa. Acho melhor passar a dica... haha
    Enfim, ótima resenha!
    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Essas edições são arrasadoras da Darkside né? Infelizmente terror não é um gênero que leio porque não gosto de histórias desse estilo. Acho que tenho um pequeno bloqueio pra qualquer coisa relacionada a isso. Sua resenha está excelente e adorei.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem?
    Ai como eu amo as edições da Darkside ♥ Li O Demonologista e cara gostei muito da narrativa do Andrew e estou mega curiosa com esse livro pois ando lendo muitos elogios sobre a história toda e isso está me deixando louca rs' Como assim te deu pesadelo? Fiquei com o pé atras rs' já que não é tão terror assim, mas ele mexe com o nosso psicológico mesmo, e eu gosto muito disso, apesar de seu um pouco medrosa rs' gostei da resenha e fiquei com a curiosidade lá nas alturas...

    beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi Nana!!

    Tudo bem?

    Como vivo dizendo eu preciso começar a ler terror, morro de medo também de suspense e quando a obra une esses dois gêneros sempre viro fracote. Conheço o autor e suas obras, mas por esse receio nunca realmente me aprofundei de fato em suas narrativas, dessa forma nem posso me candidatar para discutir teorias com você rs... Entretanto, prometo, vou ler e vamos discutir.... em se tratando da editora, ela realmente vem se superando mais e mais no design de suas obras. Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Os leitores esperaram demais de O Demonologista e as críticas são mais para tentar conter as frustrações em cima disso... Pyper gosta do suspense psicológico, de tramas que fazem você pensar na vida, no além-vida, e mistura o sobrenatural nisso. Não são livros pra chocar como psicopatas ou terror pesado. Acho que Os Condenados segue essa linha, o que p mim é ótimo, adorei o primeiro livro e quero ler este também.

    ResponderExcluir
  28. Nana, adorei a sua resenha, ela está realmente leve diferente do que deve ser o livro, pelo menos para mim hahaha. Você disse que ele dá medo, mas nem tanto e prefiro não me aventurar, pois sou o tipo de ser que lê ou assisti a algo de terror/suspense e fica sem dormir com as imagens assombrando.
    Parabéns pela resenha bem elaborada e através dela é possível perceber que você gosta muito desse gênero literário.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  29. Olá, tudo bem?

    Adoro livros de terror, e pelo que vi este livro consegue fazer uma ligação entre o terror e os amores vividos entre os personagens, isso me deixa ainda mais interessado em lê-lo. Será um novo livro que irei experimentar, assim conheço a escrita deste autor. Que já me indicaram, mas nunca dei a chance devida.

    ResponderExcluir
  30. Olá, preciso adquirir essa obra, adoro o gênero e só pela edição fantástica já vale, kkk

    Adorei sua resenha :)

    Abraços

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^