Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

6 de março de 2017

[Palavras ao Vento] Apenas escrevo... - Por Aricia Aguiar.


Escrever...

É incrível como algo tão mecânico, tão dependente de normas e regras, pode ao mesmo tempo ser tão perfeitamente capaz de espelhar a alma humana, que se segue alguma norma ou regra ainda não compreendemos.

Escrever...
"Uma mente não deve apenas absorver, deve também produzir..." - Einstein.


Dominando cada vez mais a escrita, somos cada vez mais capazes de detalhar o que se passa em nossa mente, ou naquele centro de emoções e vontades que os românticos chamam de coração. E, particularmente, a língua portuguesa, é a mais vasta e complexa no que se diz respeito a variedade de termos, palavras e expressões. 

Um texto originalmente gerado em português perde muito, empobrece lamentavelmente, quando traduzido para o inglês. 


E mesmo conhecendo intimamente o idioma, mesmo dominando com maestria as técnicas de escrita, mesmo sendo um hábil manobrador de sinônimos e termos, os que se arriscam no hábito da escrita, seja prazerosa, por ofício, pelos dois, ainda caem no temido e tenebroso vale do bloqueio criativo.

Como pode ser possível?

O tão talentoso escritor se torna um computador programado, apenas fazendo várias e vazias combinações no seu campo de dados, sem ser capaz de exercer sua tão orgulhosa criatividade.

Há quem escreva sobre qualquer coisa, há quem só escreva um tema... eu escrevo até sobre não conseguir escrever, escrevo sobre o nada, escrevo sobre parcialmente tudo... apenas escrevo.

13 comentários :

  1. Olha,
    eu não concordo com a forma está escrito, por exemplo, não entendo a escrita como algo tão mecânico, não entendo que 'talentoso escritor se torna um computador programado'. Gosto do livro A Arte de Escrever, de Arthur Schopenhauer que vê a literatura como arte, não como robô. Também aprecio os livros da Irandé Antunes que explica bem o processo de escrita.

    ResponderExcluir
  2. Não acho que escrever seja mecânico, para escrever não há regras, só depois, quando o autor relê seu texto para fazer uma revisão. Durante o processo de escrita é preferível se deixar levar pelas emoções e pela imaginação, do que se prender em regras e tornar a escrita como você descreveu: mecânica. E também acho que bloqueio criativo seja diferente do escritor se tornar um computador programado, não entendi a comparação, ou melhor, entendi o que você quis dizer mas não vi lógica na comparação.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Aricia!
    Não acho que escrever seja um ato mecânico, mas entendi quando diz que é algo cheio de regras. Afinal, a gente precisa seguir regras de ortografia, de gramática, coesão, coerência... Mas é aí que entra a arte! Saramago, por exemplo, sempre "brincou" com a pontuação em seus livros. Então não concordo que o escritor seja um computador programado... Talvez os que sigam uma fórmula que deu certo em busca de resultado semelhante sejam.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Olá Aricia, eu não acho que a escrita seja um ato mecanico, mas é algo que exige atenção. Seria legal escrever livremente sem tantas regras para se preocupar, somente ao que vem a mente. Bjkas

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Bom é realmente algo pra se pensar, mas acho que a escrita nem sempre se encaixa no tal ato mecânico salvo as vezes em que é preciso em determinados trabalhos. Agora pra um autor não consigo concordo que seja mecânico, é preciso sentir, viver os sentimentos pra transportar pro papel. São reflexões complexas ne, cada um com um ponto de vista e seu post leva a muitas reflexões.
    Gostei bastamte!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Escrever é capaz de mostrar muito sobre quem escreve, mas não acredito que seja algo mecânico.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Aricia, tudo bem?
    Eu curti a sua postagem, embora discorde de alguns pontos.
    Escrever não é mecânico, sim há regras, mas o autor não pensa muito nelas enquanto está escrevendo. As vezes eu escrevo e quando a inspiração vem eu apenas escrevo. Sim, sei das regras e vou as colocando no texto, mas não é esse o meu foco por isso na maioria das vezes o texto sai quase sem formatação. É um texto cru, quase um pedaço da alma, que só depois da revisão vira texto.

    ResponderExcluir
  8. Oi Aricia, apesar de ter gostado de seu texto, sou obrigada a discordar de um ponto bem importante, de que a escrita seja algo mecânico e cheio de regras.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  9. Olá !!! Gostei bastante da sua reflexão. Estou lendo no momento o livro "Sobre a escrita" de Stephen King e ele aborda muitas situações que formam o universo do escritor. Vale super a pena a leitura. bjoooooo

    ResponderExcluir
  10. Olá Aricia, tudo bem?

    Eu discordo completamente que escrever seja algo mecânico. As regras são para serem seguidas e o diferencial e belo é conseguir escrever dentro das normas e fazer um grande trabalho. As revisões existem para corrigir as falhas.
    Bjuss

    ResponderExcluir
  11. oIEE!

    Gostei do post, mas como algumas colegas disseram, escrever nem sempre é algo mecânico. A frase do Evan do Carmo resume tudo : escreve primeiro e deixa pra pensar depois, analisa e corrige mais tarde.

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Consegui compreender perfeitamente o que o texto quis expressar. A mecânica da escrita existe sim, diariamente escrevemos assuntos do dia dia como anotações superficiais ou não, pelo simples fato da anotação, da representação, do condicionamento. Mas também há o outro lado da escrita, onde a alma se mistura, se aventura e se torna mais complexa, nesse caso, criatividade abundante também causa um certo "pane" e é necessário uma pausa para reestruturar a energia dessa criatividade.
    Adorei o texto.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  13. Não consegui entender completamente seu ponto de vista, mas acredito que a escrita também é uma arte. A arte de trabalhar com as palavras. Existem escritas e escritas. Alguns escritores, por exemplo, é super difícil compreender a ideia que ele quer passar. Outros, brincam com as palavras de uma forma, chega a tornar o texto lúdico, de tão simples que [e o seu entendimento. A escrita, para mim, não é algo mecânico, é algo que se aprende e com o tempo, para algumas pessoas, pode ser tornar mecânico, enquanto que para outras é uma forma de lazer!

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^