28 de abril de 2018

Resenha: Hoje vai ser diferente – Maria Semple.

em 28 de abril de 2018

18 comentários

Título: Hoje vai ser diferente.
Autor: Maria Semple.
Páginas: 288.
Ano: 2017. 
Editora: Intrínseca.
Idioma: Português.
Gênero: Romance.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Eleanor Flood sabe que sua vida está uma bagunça. Mas hoje vai ser diferente. Hoje ela vai tomar banho e vestir roupas decentes. Vai à aula de ioga depois de deixar seu filho Timby na escola. Vai almoçar com uma velha amiga. Não vai suar. Vai transar com o marido Joe. Mas antes que possa colocar seu humilde plano em ação... a vida a surpreende e ela é forçada a abandonar suas humildes ambições e acordar para um novo e inesperado futuro.

Hoje Timby decidiu fingir que está doente para passar algum tempo na companhia da mãe. Também é o dia em que o cirurgião Joe decidiu avisar à sua recepcionista — e não à sua esposa — que está de férias. E quando parece que as coisas não podem mais dar errado, um antigo colega de trabalho de Eleanor desenterra uma relíquia do passado: páginas que contam um dos segredos mais bem guardados de Eleanor.

De autoria da maravilhosa e premiada Maria Semple, Hoje vai ser diferente é uma história hilária e otimista sobre uma mulher que acorda determinada a ser a melhor versão de si mesma.




Oi, gente! Tudo bem?

Hoje eu venho com a resenha de um livro que me chamou muita atenção pela proposta. "Hoje vai ser diferente". Quando eu estava com depressão e com crises de ansiedade a mil, esse sempre era meu mantra. De fato, é meu mantra até agora. Então, o título me chamou muita atenção mesmo. O que será que a personagem do livro queria que fosse diferente?

[Eleanor Flood e suas tentativas de fazer diferente]


O livro já é demais porque se passa em apenas um dia. Isso mesmo. Nem 24 horas, na verdade. Ela acorda, planejando fazer tudo que sempre promete e não cumpre para si mesma. Mas, acaba dando tudo errado. Ou totalmente certo?

Tudo começa quando seu filho finge estar doente e então, ela precisa remarcar o almoço com sua "amiga" Sidney, de quem ela nem gosta! Mas, como ela se comprometeu, quer cumprir. Ela decide então, deixar seu filho com o marido, Joe, e descobre que ele está de "férias". Como assim? Será que ele está traindo-a? O que ele anda fazendo quando diz que vai ao trabalho, mas não está lá? E por fim, descobrimos que o almoço que Eleanor tinha marcado não era com Sidney e sim com alguém do passado. Que confusão, não é mesmo?


[A irmã de Eleanor]

Gostei bastante da forma como o relacionamento entre as irmãs foi retratado. É doído, doentio, triste e ao mesmo tempo, é tão real. Nada se resolve do dia para a noite, e também não conseguimos saber toda a extensão dos problemas que elas tem, da infância que tiveram... Mas, temos um vislumbre e é um vislumbre tão profundo. Os personagens dessa trama são tão bem construídos, a própria Eleanor é tão cheia de problemas, dúvidas, emoções e qualidades que ficamos tentados a passar mais de um dia com ela. Queremos saber mais. Eu queria saber mais!

Hoje estarei presente. Hoje vou olhar no fundo dos olhos de todas as pessoas com quem conversar e vou ouvir com atenção. Hoje vou sentir orgulho da minha aparência. Hoje não vou falar palavrão. Não vou falar sobre dinheiro. Hoje vou buscar a simplicidade. Vou exibir uma expressão relaxada e um sorriso. Hoje vou irradiar calma. Bondade e autocontrole abundantes. Hoje vu dar o melhor de mim, vou ser a pessoa que sou capaz de ser. Hoje vai ser diferente. 

[A família de Eleanor]


O meu personagem preferido é Timby, o filho de Eleanor, com certeza. Ele é uma criança inteligente, perspicaz e muita engraçada. Mas, também é muito sensível e precisa de atenção. Sentimos por ele, queremos que prestem atenção nele. Eu queria um livro só dele! hahaha.

E o que dizer do marido, Joe? Ele não aparece muito, apenas mais ao final, mas temos os flashbacks de Eleonor que mostram o quanto ele é compreensivo e inteligente. O quanto fez por ela e pela família dela. E o quanto ele está sendo negligenciado pela esposa. 

O fato é que todos ao redor de Eleanor estão sendo negligenciados, até mesmo ela própria. Ela está em um estado de torpor, vivendo de migalhas do passado, do que ela poderia ter sido, lambendo as feridas com o relacionamento quebrado com a irmã, que sempre foi tudo para ela. Então, nesse dia, em que ela decidiu mudar tudo, Eleanor abre os olhos de verdade. Mas, isso não quer dizer que tudo vai ficar lindo de repente. É apenas um passo, e esse passo começa com "hoje vai ser diferente". 

Vocês tem essa vontade de acordar e ser uma pessoa melhor? Já lerem esse livro? Contem para mim nos comentários!

Classificação:


Um grande beijo e até a próxima!


18 comentários :

  1. Estes dias falei aqui em casa(tá, quase apanhei) que queria sofrer um leve acidente de carro, só para ficar alguns dias em um hospital descansando :/ Não me culpo por pensar assim, estou esgotada fisicamente e mentalmente.
    Mas lendo o título do livro, me peguei pensando nisso. Sabe aquele "estalinho" que nos faz tentar ser diferente ao menos por um dia? Não seguir a maledita rotina e nos mudar por dentro? É bem isso!
    E lendo a resenha, vi que preciso do livro de qualquer forma. Talvez eu tenha um pouco de Eleanor!
    Vai para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Duda, acho que todo dia eu acordo decidida a fazer tudo diferente. Achei incrível a estória da protagonista e acho que acabaria o livro querendo ser amiga dela. Gosto quando a leitura tem drama e um pouco de humor junto, mas principalmente, quando os personagens nos parecem de verdade, reais. Não conhecia o livro, adorei a dica e já quero.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto o livro, mas não conhecia a premissa dele, mas só pelo seu questionamento no inicio da resenha eu já fiquei curiosa com a leitura. O fato dele retratar a relação entre irmãs de forma tão real é outro atrativo. Sempre desejamos ser alguém melhor, mas acho bem difícil, são tantas investidas externas que acaba nos tirando o foco, que torna exclusivamente sobreviver. Nunca li o livro, mas gostei da proposta dele, então anoto a dica.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Duda! Estou nem acreditando que ainda não conhecia a obra!! Adorei a proposta tb e acho que nunca li nenhum livro que se passasse em 24 horas! Gostei da ideia e do tema tb. Ás vezes a gente negligencia quem mais amamos e nem percebemos!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Que livro interessante, saber que ele se passa em apenas um dia é algo que me chama atenção, ainda mais se tratando de um tema tão delicado, onde quem sofre luta constantemente para se manter firme durante o dia a dia. Fiquei pensando nesses problemas entre as irmãs, tenho certeza que a curiosidade deve ficar no leitor com o final da leitura. Enfim, amei a dica viu.

    Beijos

    http://ventoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. nao conhecia o livro, confesso que livros assim nao me atrai muito pois choro a toa entao acho que esse livro iria me arrancar algumas lagrimas mais achei acaba muito bacana que chama atençao

    ResponderExcluir
  7. Oie!

    Não conhecia essa obra, mas infelizmente a proposta dela não despertou meu interesse e nem é um estilo literário que eu leia, por isso vou passar a dica, mas acredito que uma amiga minha irá gostar, por isso irei indicar para ela!

    BJss

    ResponderExcluir
  8. Uauu!
    Com certeza uma historia que me deixou bemmm curiosa pra saber o que vai acontecer com Eleonor!
    Adorei a indicação de leitura e pelo que vc falou, vai ser um livro que vai mexer comigo e me fazer pensar.
    Amei a capa, bem diferente e chamativa, vou com certeza ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Essa leitura parece ser muito boa. Gosto de livros que trazem sobre relacionamentos familiares. Um enredo bem construído, reflexivo e emocionante , com certeza será uma boa leitura de realizar.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Ainda não conhecia o livro e achei a capa bem chamativa. Faz tempo que não leio um enredo baseado em família e relacionamentos assim, então já tratei de colocar na lista de leitura para conhecer esta história.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Duda! Me identifiquei com algumas situações. Muitas e muitas vezes negligenciamos muitas coisas, e levantamos um dia dispostos a fazer diferente, mas quem disse que realmente controlamos algo? Gostei muito da premissa, dos personagens e fiquei interessada de verdade na história, que por se passar em menos de um dia parece ser muito bem contada e dividida! Adorei a dica!



    Bjoxx ~ http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Como que eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro?
    Já amei a sinopse! Adoro enredos que falam sobre relações familiares e fiquei curiosa para saber como será resolvida a relação da protagonista com a irmã. Além disso, parece ser uma leitura divertida, envolvente e com personagens bem construídos.
    Adorei a resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi, acho que todo mundo acaba querendo fazer as coisas diferentes todos os dias e infelizmente não consegue. Todo mundo tem um pouco de Eleanor dentro de si.

    Achei a história xo livro bem interessante e fique super curiosa pra saber um pouco de cada personagem do livro. Adorei a sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Duda, tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de ter nenhum contato com esse livro e não sabia ao certo o que esperar dele até ler sua resenha. Fiquei muito contente por você ter aproveitado tanto essa leitura e por ela transmitir tantas coisas para o leitor.
    Vou super anotar a dica e espero que esse livro me ajude.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Duda,
    até ler sua resenha não fazia ideia do que tratava o livro e sequer tinha interesse de descobrir, confesso. Agora no entanto me pego cogitando a possibilidade de lê-lo em algum momento no futuro. Gostei da premissa e acredito que não teria problemas em lê-lo, inclusive ouso dizer que ando precisando de uma leitura como esta.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom? Adorei a idéia desse livro!
    Quero muito ler o primeiro dela também, pois ambos parecem muito bacanas! Fiquei curiosa pois nuncal i nenhum livro que se passe apenas em 24h, acho que só "O sol também é uma estrela" Dica anotada!

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?
    Vendo o tema que o livro trata, achei um livro necessário em nossa literatura atual. Porém achei o enredo meio que fraco, e apesar do conteúdo trazido, eu não conseguiria gostar da personagem central. Dessa vez passarei a dica.

    ResponderExcluir
  18. Ai, gente, não sei o que aconteceu que não estou conseguindo responder um a um.

    Acho que todos nos pegando pensando nisso,né? O que podíamos fazer de diferente. Fico feliz que muita gente tenha gostado da resenha e se proposto a ler o livro e entender mais sobre o que a personagem quis dizer com isso. Também gostei da premissa de se passar em 24 horas. E também fiquei feliz que mesmo quem não tenha se identificado, se propôs a passar a dica adiante ou achou que o livro é um tema necessário na literatura de hoje. ;)

    Obrigada por todos os comentários! <3

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO