25 de abril de 2018

Resenha: Doce Mentira – Kendall Ryan.

em 25 de abril de 2018

6 comentários
Título: Doce Mentira.
Série: Filthy.
Livro: 01.
Autora: Kendall Ryan.
Gênero: Romance, Erótico.
Editora: Pandorga.
Páginas: 176.
Ano: 2016.
Idioma: Português.
ISBN-13: 9788584421237.
ISBN-10: 8584421238.
Encontre no Skoob.
Compre: Saraiva, Amazon.

Sinopse: Sophie Evans está contra a parede. Com a vida de sua irmã por um fio, sua única escolha é ser forte e cuidar de sua família, mesmo que isso signifique vender sua virgindade pelo preço mais alto em um clube erótico exclusivo. Quando Colton Drake a leva para casa, Sophie logo percebe que nada é o que parece ser ao lado desse homem lindo e problemático. Estar com ele traz desafios que ela não esperava encontrar e faz com que deseje coisas que jamais imaginou.

Juntos, Colton e Sophie embarcarão em uma viagem de novas sensações e sentimentos, descobrindo que o destino sempre dita as regras e que o prazer pode ser a ruína de um mau jogador.


Oi gente, tudo bem? Espero que sim!

Hoje vou falar desse livro do qual a sinopse e o título me chamaram a atenção. Sabe aqueles achados em feirinhas de livros à R$10,00? Foi esse livro, e agora quero a continuação para ontem! 

Doce mentira é um livro quente e ao mesmo tempo fofo, digamos assim. É um livro de sexo, mas sem sexo. Enfim, vamos conferir a história!
Nessa história conhecemos Sophie Evans e Colton DrakeEla é uma garota normal, mas que tem a vida um pouco agitada por causa de sua irmã gêmea, Becca, que está doente.

Sophie precisa com urgência de muito dinheiro para conseguir pagar um tratamento experimental para sua irmã. Por isso, ela tenta um emprego em uma boate de strip, porém por não levar jeito, foi rejeitada.

Entretanto, o dono da boate falou sobre um negócio sigiloso, um leilão de escravas sexuais. As "escravas" leiloadas devem passar seis meses aos cuidados de quem as arrematar e devem obediências aos seus “donos”, e por nossa protagonista ser virgem, o dono falou que ela valeria muito.

Sophie é arrematada por um milhão de dólares. O comprador é um empresário e não sabe o porquê estava disputando-a, já que ele queria diversão. No inicio, por querer sexo e companhia, Colton acaba sendo um pouco rude, até saber o real motivo de ela ter feito o que fez. E ai, minha gente, a história vai ficando muito melhor.

Durante os dias, ele também vai notando que Sophie não está interessada em seu cartão de crédito. Que ela é diferente das mulheres que só tem interesse, que são fúteis, E pela primeira vez em sua vida, ela se sente bem e cuidada, feliz e que se preocupam com ela, já que a maior parte de sua vida foi de idas aos hospitais. Ela é conhecida “como a irmã da menina que tem câncer”, como ela mesma fala.

Gente, confesso: demorei a engrenar nessa história. Como não sabia muito do que se tratava, apesar de ter lido a sinopse (que fala muito, mas não entrega nada), não sabia o que esperar. Acredito que foi por achar que a cada página teria sexo, já que é um livro erótico, mas não foi o caso. Como disse acima, é um livro de sexo, mas sem sexo. É quente, tem algumas cenas que dão muito calor, então se preparem. Entretanto, não é só isso – amém – risos

No fim, acabei gostando do livro e estou desejando o segundo!

Ah, e aí vai um aviso: quando a história começa a ficar melhor, a autora termina o livro abruptamente, então aconselho vocês a comprarem o segundo também, ou vão sofrer como eu estou sofrendo.

Foi legal (ok, e lindo também) ver os dois descobrindo os sentimentos. O livro pode parecer clichê [e na verdade é], por mostrar a menina inocente e “pobre” se apaixonando pelo cara rico e gostoso e vice-versa. Contudo, têm mais coisas, que só lendo você sente e entende. 

Com isso, aconselho, leiam!

A história é narrada em primeira pessoa e vemos os pontos de vista tanto da Sophie quanto do Colton. As folhas são amareladas e o tamanho da fonte é confortável para leitura, não notei erros, e a autora tem uma escrita leve. A única coisa que pode incomodar vocês são as palavras chulas, para minha pessoa, não teve incomodo nenhum, mas para quem não gosta, isso pode ser um empecilho. Como o livro não é grosso, em uma sentada você consegue ler.


Classificação:

Até a próxima! 


6 comentários :

  1. Eu adoro um bom clichê em se tratando de história de amor..rs
    Ainda mais quando não traz aquela pegada ruim que encontrei em Cinquenta Tons.
    O lance de ser de sexo,mas não ter sexo me deixou bem curiosa e ao ler sua resenha entendi que foi o sentimento nascendo e crescendo ao casal. Tá, começado de uma forma estranha, mas quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração?
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha me deixou muito intrigado com esse livro, gostei muito da premissa. Como seria um livro de sexo, sem sexo? Gostei da capa, ainda não conhecia a Autora.

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Só de saber que a mocinha se torna uma "escrava sexual" e que seu "comprador" vai se interessando por ela, já fiquei sem querer ler. Imagino que vai nascer um relacionamento disso aí, né? E eu odeio personagens como imagino que o Colton seja...haha' realmente não é pra mim.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho ele no kindle e tô doida pra ler . Que achado mesmo hein, preço maravilhoso.
    Amei sua resenha ! Fiquei bem interessada em lê-lo
    beijos

    www.chuvanojardim.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Laneeh.

    Eu não ligo que a história seja clichê, mas espero que ela tenha uma história legal de acompanhar e pela sua resenha, o livro tem um enredo bacana. Eu fiquei interessada em tirar minhas próprias conclusões. Sua dica está anotada.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, achei esse enredo meio sem graça rsrsrsrs Vontade zero de conhecer essa história, mas q bom que vc curtiu!

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO