26 de fevereiro de 2018

Cinema & Tal: 50 tons de Liberdade.

em 26 de fevereiro de 2018

13 comentários
Título: Cinquenta Tons de Liberdade.
Série: Cinquenta tons #03.
Direção: James Foley.
Roteiro: Niall Leonard.
Data de lançamento: 08 de Fevereiro de 2018.
Gênero: Romance, Drama, Erótico.
Duração: 1 hora e 46 minutos.
Distribuição: Universal Pictures.
Elenco: Dakota JohnsonJamie Dornan, Eric Johnson, Eloise Munford, Luke Grimes, Victor Rasuk, Rita Ora, entre outros.


Sinopse: 
Superados os principais problemas, Anastasia (Dakota Johnson) e Christian (Jamie Dornan) agora têm amor, intimidade, dinheiro, sexo, relacionamento estável e um promissor futuro. A vida, no entanto, ainda reserva surpresas para os dois e fantasmas do passado como Jack Hyde (Eric Johnson) e Elena Lincoln (Kim Basinger) voltam a impedir a paz do casal.


Oi gente, tudo bem? Espero que sim!
Demorei mas finalmente assisti 50 tons de Liberdade, último filme da trilogia da Erika James!


E confesso que o filme me agradou na mesma proporção que os dois primeiros. Como toda adaptação, temos partes da história que não foram para o filme e outras partes realmente adaptadas e mudadas para dar contexto à história cinematográfica, isso ao tempo que agrada – em alguns momento –, desagrada.

Eu, por exemplo, desde 50 tons mais escuros fiquei curiosa para conhecer o irmão da Kate. Pelo que me lembro dos livros – por favor, me corrijam se eu estiver errada – ele fazia parte do “grupinho”, mas fizeram os filmes de modo que nem dá para saber da existência do rapaz.

E o Dr. Flyn, psicólogo/psiquiatra do Grey. Acho-o tão importante para história quanto os protagonistas, entretanto, como o Ethan, nem dá para saber da existência desse personagem. Deixamos essa parte de lado, vamos ao que interessa!

Eu, Laneh, achei esse filme o mais quente de todos! As cenas entre o casal são de esquentar qualquer lugar, principalmente a do sorvete! Apesar de ser ainda ciumento e querer ter controle de tudo, vi um Christian mais maduro, e a Ana também, ambos amadureceram muito.

Tenho que tirar o chapéu para as cenas do casamento: foi tudo lindo, mágico e emocionante!

A parte dramática do filme ficou muito corrida, entendo que é uma adaptação e muitas coisas acontecem em um estalar de dedos, porém acredito que poderiam ter elaborado melhor. Tanto a parte em que Ana conta sobre sua gravidez, onde no livro Christian vira uma fera e no filme ele tava “tranquilo”, quanto na parte em que ela pega o dinheiro para dar ao Jack que, também no livro foi bem dramático e no filme foi “tudo bem.” Podiam ter dramatizado um pouco mais porque o enredo do livro, no qual o filme se baseia, pede isso.

Em resumo geral, pegaram as melhores partes e souberam colocar no filme, apesar de que algumas importantes foram deixadas de lado. Como contei acima, algumas coisas foram mudadas e outras nem entraram no enredo. Não é o tipo de filme que vai ganhar um Oscar, mas também não merece o troféu framboesa [para quem não sabe o “Troféu Framboesa” é o lado oposto do Oscar, enquanto um premia os melhores filmes, enredos e atores, o Framboesa premia os piores. 50 tons de Cinza e o Mais escuro foram indicados ao Framboesa].

Algo que me chamou a atenção, foi a Ana dirigindo! Fiquei no cinema boquiaberta.  A mulher sabe dirigir! E sabe estacionar de primeira, tenho que tirar o chapéu aqui também!

Sobre a atuação dos atores, o que posso dizer é que nesse filme eles mostraram mais química, as interpretações do Jamie e da Dakota melhoram muito. E que segurança era aquele, meu povo? Brant Daughert já ganhou pontos comigo, boa atuação e ótima beleza!

Todos os outros atores interpretaram muito bem seus papéis e bato palmas para todos. Eric Johnson deu um show de interpretação. Conseguiu transmitir a essência do Jack, estou com raiva dele até agora, uma das melhores atuações! E Arielle Kebbel conseguiu ser chata e irritante com a personagem de Gia Matteo, sinceramente? A-M-E-I o coice que a Ana deu nela!

Bom, galera, é isso! Aconselho aos fãs assistirem, e também para quem não tem nada contra o filme ou para quem realmente gosta. Se você é do tipo que não gosta por vários motivos: não assista! De resto? Boa sessão para quem ainda vai ver!

PS: E aquela cena pós-crédito minha gente? É para morrer de amores!


Beijos!

13 comentários :

  1. Bem, eu faço parte do time que não curtiu tanto assim nenhum dos livros e nenhum dos filmes, mas sei que verei esse último sim, até para poder fechar a saga em paz! Não senti a química dos personagens desde o começo e isso me incomodou bastante.
    O que mais gosto nos filmes é a trilha sonora, essa eu tiro o chapéu com louvor.
    Mas sei também que a autora ganhou uma legião de fãs e quebrou tabus que existiam na literatura erótica(apesar de achar que de BDSM ela passou bem longe).
    Mas...é realmente questão de gosto!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Laneeh tudo bem?
    Achei que esse filme foi melhor que os outros dois, a química do casal foi perfeita, a atuação da Dakota foi incrivel, só ficou a desejar algumas cenas que eu achava também importante colocar, mas acho que como nós lemos o livro temos nossas próprias opiniões em que seria bom colocar ou não kkkkk. Amei a trilha sonora, que acompanhava a cenas. Adorei sua resenha, parabéns. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu sou da turma que nem os livros quis ler, então acho que os filmes não são para mim, mas fico muito feliz que, de maneira geral, o filme tenha te agradado, realmente adaptações são difíceis a gente sempre quer uma ou outra cena que o diretor resolve não por no filme.

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Eu achei esse o melhor filme dos três, tem um astral mais para cima que me agrada muito, além de não ser tão centralizado no casal. Concordo com você em cada palavra da resenha, mas principalmente quanto a cena do banco, cara é a parte do livro que eu mais gosto, o dialogo me deixou com pena do Christian e no filme foi meio pombo para falar a verdade. Mas eu gostei bastante do filme e da resenha também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Confesso que não tenho curiosidade alguma em ler os livros da trilogia ou mesmo ver os filmes, mas não posso falar mal uma vez que não li. Para os fãs com certeza esse amadurecimento de enredo, personagens e atuações é muito bem vindo. Mas por enquanto passo a dica.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu também fiquei chocada em ver como o médico foi totalmente apagado na adaptaçao, no livro ele é tão importante! Uma pena, né? Adorei ver a Ana mais madura e dona de si, não sendo tão submissa assim, realmente foi um dos melhores filmes.

    ResponderExcluir
  7. Oie!

    Guria eu simplesmente não consigo gostar nem dos filmes e muito menos dos livros, minha amiga ama demais essa trilogia e assistiu e leu tudo sobre, mas eu assisti só o primeiro filme por curiosidade e e nem acabei o primeiro livro, passo correndo a dica, mas fico feliz que tenha gostado!

    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem?!?!
    Apesar de ter achado o filme deveras corrido, muita coisa acontecendo a todo momento, pra mim foi o melhor dos filmes.
    Encerrou bem a história e mesmo com as falahas que todos observamos, foi uma finalização aceitável.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Não assisti esse último filme, não é o tipo de filme que me atrai muito. Mas sei que faz bastante sucesso.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Confesso que assisti ao filme, mas esse não me agradou como os outros, achei o filme corrido e atropelado e isso me desanimou bastante!

    ResponderExcluir
  11. Oi Laneeh!
    Acredita que não vi nenhum dos filmes? E nem li os livros kkkkkk
    Sou meio implicada com essa série, mas respeito quem curte. E que bom que você gostou do filme!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oiii, tudo bem?
    eu li o primeiro da trilogia, gostei e tal mas os outros não curtir, ai veio os filmes, não conseguir gostar, basicamente me deixou com mais ranço de tudo, kkkk, mas parabéns pela postagem.

    abraços, José Marcos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Lan =D
    Ta aí uma trilogia q até hj não terminei, só li o primeiro deles, ainda não vi os filmes, valem a pena? eu meio q não gostei do Grey kkkk

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO