10 de janeiro de 2018

Resenha: Trilogia – Sob Seu Domínio – Rebecca Cruz.

em 10 de janeiro de 2018

19 comentários

Título: Sob Seu Domínio. Trilogia: Sob Seu Domínio (1,2 e 3). Autor: Rebecca Cruz. Gênero: Romance, Erótico, Ficção. Categoria: Literatura brasileira. Idioma: Português. 

Olá pessoal, tudo bem? Espero que sim!
Hoje farei algo um pouco diferente, por isso vamos a resenha de uma trilogia que adorei, da trilogia completa, vamos entrar no mundo de Sharker. Vem comigo!



Páginas: 504.
Ano: 2015.
ISBN 10:854280645X.
ISBN 13: 9788542806458.
Editora: Novo Século.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse: Após ser acusada injustamente de roubar a Prada azul de Montenário Sharker, e viver como prisioneira por cinco dias terríveis com ele, Cristine Brandt volta para casa absolvida. Sua falta de experiência rendeu-lhe emoções estranhas e marcantes. Novamente, Sharker invade a sua vida ao procurá-la repentinamente.

Dessa vez, propondo uma relação ainda mais avassaladora… Ao lado dele, ela descobrirá um mundo de prazer e de luxúria, sexo ao “modo Sharker”. Sob várias condições impostas por ele, Cristine se entrega a experiências nunca imaginadas. Porém, tudo isso não inclui se apaixonar. Ele deixou claro.

Sob o lema “experimentar e descobrir”, ela passa a amar esse homem frio, que faz do sexo um jogo obsessivo, e precisará de coragem para se manter sob o domínio dele. E, quem sabe, derreter o iceberg que é o coração de Sharker.

Do encontro a proposta:

Nesse primeiro livro, nos deparamos com a história de Cristine, uma mocinha que trabalha com seu pai que tem sua própria agência de corretora de imóveis. Ela sofreu um trauma terrível em sua infância e por causa disso não gosta de mudanças, sua vida é uma rotina diária e ela vive bem desse jeito.
Mas quando tirou a tão aguardada férias, e fez isso sozinha, sua vida mudou para sempre!

Sharker é um homem com bastante experiência de vida, gosta que as coisas sejam sempre do seu jeito e não aceita um "não" de ninguém, é um dominador nato.
  
Vou ser sincera, amei Cristine! Sua doçura com as pessoas, o fato de que ela se entrega nas amizades, faz tudo por elas sem pensar duas vezes e é muito inocente.

Mas... detestei o Sharker nesse primeiro livro quem ele pensa que é? – risos. Como falei acima, ele é um dominador e não gosta de ser contrariado. É um homem que leva seu trabalho muito a sério.

Por causa de um erro, em uma viagem, a mala dele fica com Cristine, e é aqui que começa o desenrolar dessa trama.

A história é bem elaborada, a mocinha encantadora e o homem um tosco! Ao se conhecerem por conta da mala, eles começam um “tipo” de romance, porém Sharker tem algo definido: nunca se apaixonar! Ele deixa isso bem claro para Cristine, e para se envolver com ele, caso ela queira, ela tem que aceitar essa imposição. Nesse momento Cristine aceita um novo modo de viver e se envolver, mas a questão é: isso será suficiente?

Páginas: 568.
Ano: 2016.
Editora: Independente/ Amazon. 
ISBN-13: 9878592137304.
Encontre no Skoob.
Compre: aqui.


Sinopse: Seduzida pelo mundo de sensualidade e prazer que Sharker apresentou, Cristine Brandt se vê envolvida e cada vez mais atraída. Agora era a garota hardcoriana dele. Submeteu-se ao mundo de Roland Sharker num relacionamento consensual à base de malícia e... paixão.

Sucumbir ao romance ao "modo Sharker" passou a ser bom mas extremamente perigoso. 

Apaixonada, ela busca manter seu relacionamento com esse homem intolerante e vil, defendendo-se com seu desdém e sua discreta submissão.

Mas sufocada por aquele sentimento, Cristine se vê carregando as dúvidas de seu algoz. Até quando conseguiria esconder de Sharker aquele sentimento tão puro que era o amor? E caso se declarasse, ele a mandaria mesmo embora?

A recomendação, ela já sabia, não poderia se apaixonar. E se declarar, passou a ser seu maior desafio.

Da loucura a conquista:

O desenrolar da trama segue, uma frequência intensa e frenética. Sharker é um dominador em termos gerais, no seu mundo o sexo é sem sentimentos envolvidos, mas a pergunta que não quer calar: o que ele viu em Cristine que o faz seguir adiante ao entorno dela?

Ela, uma moça inexperiente e doce, que tem um trauma de infância que a faz se fechar em seu mundo, fechar os seus sentimentos apenas para si. Alguém completamente fora do padrão com o qual ele costuma lidar...

Sharker em sua dominância não consegue domá-la e isso me deixa intrigada, ela tem uma língua bem afiada, quando é para falar o que pensa na frente de Sharker e isso me garantiu umas boas risadas.

Cristine faz perguntas que ele acha que são fora de contexto, ela se vê em um mundo diferente do dela, fascinada, perdida em algo que a coloca fora da sua zona de conforto e isso a deixa acuada. Com isso, depois de tanto tempo em sua vida, a mocinha então resolve abrir seu coração a Sharker, sabem o que acontece? Bem, descubram lendo.

Fiquei pasma com a desenvoltura do enredo, apesar de ter cenas eróticas, a história trata-se na verdade sobre superação e aceitação. Preciso confessar que foquei nisso, faz a história vale a pena, ir além.

Quando as cenas eróticas, elas não são para menores – digamos assim – risos

Ah, preciso deixar claro para vocês que, Sharker não é um dominador sexual apenas, ele é um dominador no contexto geral. O homem quer dominar tudo, desde a cama ao emocional, tudo.


Cristine tem muito que amadurecer e a autora vêm seguindo esse caminho, fazendo com que a personagem cresça ao passar de cada livro. A personagem mora sozinha, mas tem seu pai e sua mãe que estão sempre ao seu lado dando apoio em suas decisões, algo bacana de se ver.

Páginas: 534.
Ano: 2016.
Edição: IndependenteAmazon.
ISBN: 9788592137311.
Encontre no Skoob.
Compre: Aqui.

Sinopse: Instigados pelo desejo e pela paixão, Cristine e Sharker passam a viver um romance intenso e avassalador. Envolvidos estrategicamente, ele sabe que a tem completamente, afinal, Cristine Brandt assumiu seus sentimentos e aquilo fortaleceu mais ainda, aquela relação. Mas agora ela queria mais! Queria o amor de Sharker e aceitou todos os desafios, sobrevivendo a cada um com sucesso. Amá-lo não era mais um risco. Sharker aceitou seu amor e confessou que a queria também. E para provar, mostrou-lhe todo seu mundo, desnudou toda sua história. Agora sabia sobre o passado vil de Roland Sharker. Obstinada a aprofundar naquele oceano gélido, Cristine terá que decidir se aceita ou não ficar.
Partir seria apagar o que viveu com ele, deixando claro sua aversão a tudo o que descobriu, provando o quanto Sharker não merecia seu maior sentimento. Mas, e ficar? Significaria abrir mão do que acreditava ser amor? Sua decisão tinha um peso, ela sabia. Partir ou ficar - poderia machucar a ambos e marcar para sempre suas vidas.
Agora estava em suas mãos, o poder de decidir entre a felicidade ou o inferno. E pagar para ver era um risco que ela não queria correr.

Da Paixão à Rendição:

Nesse último livro nós vemos o crescimento de Cristine como uma mulher decidida, mas ela precisa deixar o passado para trás e superá-lo. Isso é algo que torna-se difícil, pois a cada aniversário ela lembra do que aconteceu, é uma data que a marcou.

Falando de Sharker, que homem complicado suspiros, a dominância dele é psicológica, ele trata as pessoas como se tudo fosse culpa delas e não dele, e isso trás para sua vida uma série de inimigos que mexem com a paz dele e de Cristine, ela em sua inocência se mete em cada encrenca e quem está lá para salvá-la? Será?

Sharker também tem seus problemas para superar, ele não se vê em um relacionamento de verdade, pois seu passado é muito sombrio e ele fez coisas e aceitou coisas que não devia, com isso o homem se viu no meio de muita sujeira, e quando caiu em si já era tarde demais.

Ela se decepciona com certas atitudes de Sharker e antes que seja tarde demais toma uma decisão de dar um basta em tudo. Cristine quer mudar de vida e sabe o que tem de fazer para isso.

Vamos e convenhamos, são decisões que a personagem tem que tomar que não são nada fáceis. Temos ao decorrer desse livro que vem encerrar essa história muitos acontecimentos importantes que não posso mencionar para não deixar spoilers aqui e tirar a graça da leitura para quem optar por ler.

Só posso dizer que quando Cristine está feliz é pura magia mesmo, mas quando está triste é de matar a alma. Ela pensa demais o menina insegura – risos, foi muito bacana acompanhar o seu desenvolvimento e as suas superações.

Quanto ao mocinho, confesso que foi muito difícil entender Sharker e para falar a verdade tenho minhas dúvidas se o compreendi corretamente – risos.

Desde o inicio foi isso, uma troca de experiências, de traumas... Algo assim.


Gostei muito da trilogia como um todo e não tinha como falar dos livros separadamente, por isso optei por apresentar todos de uma única vez. É um enredo cativante, é aquele tipo de livro para quem gosta de histórias eróticas que vão muito além da pegação.

Adorei as capas, são lindas. Os livros são narrados na terceira pessoa, mas tem muito diálogo entre Cristine e Sharker, o que é muito bacana. As páginas são amareladas e o tamanho da fonte é bem confortável para leitura.

Se recomendo? Claro que sim! A história tem um ótimo desfecho. Recomendo para aquelas pessoas que gostam de emoções fortes em um romance picante que lhe faz ter muitos sentimentos contraditórios. Vale a pena conferir!

Nas descrições sobre cada livro, deixei o link de compra em cada um para quem se interessar, sendo que o 2° e o 3° volume você só encontra no formato digital nas lojas. Mas, vou contar para vocês que eu comprei os meus da própria autora Rebecca Cruz, se quiserem comprar em formato físico o volume II e II é só entrarem em contato com ela no facebook, porque ela tem!



Nascida em 1980, mora em Campinas, interior de SP. Rebecca Cruz lança sua obra, a trilogia Sob Seu Domínio, romântico-erótica que promete fazer saltar corações, tantos os mais sensíveis quanto aos menos atentos a paixões. Apesar de seu sucesso nas obras hot, ama chick-lit e aposta em seus romances guardados até o momento após o sucesso atual.

Agora vou falar um pouco da Rebecca Cruz: a conheci em um evento da Livraria Saraiva, ela é uma pessoa maravilhosa, simples, dedicada e atenciosa, não apenas com seus leitores, mas com pessoas a sua volta também, adorei conhecê-la. Indico suas histórias, são escritas com emoção e tem tudo para arrebatar muitos corações literários.

Classificação: 

Até a próxima!

19 comentários :

  1. Puxa, eu adoro romance eróticos, quando bem escritos e com história também! Acho que já passou da hora das autoras e autores colocarem conteúdo também em seus livros.
    Como não conhecia a trilogia, estou aqui encantada com tudo que li acima. Parecem ser livros ótimos(grandes né?rs)
    E gosto muito quando há um desenvolvimento e crescimento dos personagens no decorrer da história!
    Vão para a lista de desejados com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Heiii, tudo bem?
    Uau, que resenhas da trilogia mais completa que ja vi!
    Adorei tudo que falou, e já vi que vou me surpreender mto como vc.
    Ainda nao conhecia nada e vc me convenceu a dar uma chance.
    Só acho uma pena que as capas nao sejam mto do meu gosto.
    Amei a dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Oii Cris, tudo bem? Que bom que você gostou tanto dessa experiência de leitura :D Não tinha ouvido falar dos livros até agora. Não fazem muito meu estilo, pois não curto livros hot, mas tenho amigas que irão aproveitar a indicação, portanto irei repassar para elas :).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?

    Parece ser uma boa trilogia, mas fiquei com um pé atrás com o Sharker, ainda mais que você disse o detestou no primeiro livro. Também não tenho o costume de ler romances em que a história de um único casal se desenrola em mais de um livro, pois a maioria das vezes há muitas coisas desnecessárias, sabe? Então os escritores preferem enrolar para ser mais de um livro e eu fico desanimada para começar a leitura. Mas como você recomendou, vou ver se dou uma chance para ver se gosto, futuramente.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicações :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a trilogia Sob Seu Domínio, mas admito que as capas são puro luxo, lindas mesmo. Quando ao enredo, tenho gostado dos últimos romances adultos que li. Nesse seu eu não curti muito essa parte de romantizar um homem dominador em tudo. mas levando em conta toda dinâmica que os livros parecem ter e o desfecho ser bom, eu leria numa boa, vale a dica.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Já ouvi muito falar sobre essa trilogia, muita gente que eu conheço no meio literário já me contou que ama os livros da autora, ainda um dia pretendo ler estes livros, já estão há um bom tempo em minha lista de leituras e eu só adiei, mas após esta resenha, fiquei ainda mais ansioso, sou apaixonado por romances eróticos, ainda mais aqueles que tem dominador e submissa.

    Abraços,
    https://jovemcigano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Acho que eu teria dificuldade de ler essa obra, livros com homens dominadores me dão uma preguicinha tão grande... O que é uma pena, essas capas são lindas e achei suas resenhas tão detalhadas que me deixaram curiosa, a autora também parece ser uma fofa. Anotei a dica e certamente irei reconsiderar.

    ResponderExcluir
  8. Não conheci e confesso que não me chamou atencao, apesar de ser uma boa trilogia pois vc deixo claro na resenha, acho por ter partes um tanto hot isso me afasta bastante... mas sua resenha esta muito boa, muito bem escrita e sincera.

    Bruna
    https://odiariodoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    É a primeira vez que leio sobre a série e, não sei exatamente o motivo, me lembrou bastante Cinquenta tons de cinza. Em compensação, a premissa parece muito melhor. rsrs Vale como dica de leitura.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Oi Cris, estou sempre lendo sobre novos autores aqui no seu blog. Mais um série nacional que eu não conhecia, muito bem apresentada. Gostei da dica.
    Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem??

    Adorei o detalhe das capas, bem bonito, mas infelizmente não costumo gostar desse tipo de leitura.
    Gosto de conhecer autores nossos, e apreciar a literatura nacional.
    Adorei a dica, e o post incluindo os três foi bem legal.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Oie amore,

    Não conhecia a trilogia até o momento, mais pra começar tá excelente sua resenha.
    As capas são lindíssimas.
    Adoro quando há sinceridade a respeito de algum personagem... quem nunca sentiu vontade de falar "quem você pensa que é" pra algum personagem srsrsr.
    Legal ter conhecido a autora.


    Beijokas!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oiii,

    Eu já tinha visto o primeiro volume desta trilogia, mas não tinha lido nenhuma resenha deles. Achei interessante a maneira como a história se desenrola, mas admito que o fato de o personagem principal ser um tosco no primeiro livro me deixou meio desanimada porque acho que ia embarreirar minha leitura. Se algum dia eu estiver com o espírito para ler vou dar uma chance.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  14. Oi!

    Apesar da sua ótima resenha, eu estou fugindo de romances eróticos, apesar de me parecer ser bem mais de qualidade do que os últimos que eu li. Vou anotar a dica para um futuro :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá Cris!!!
    Já vou colocar os livros na lista dos que quero ler, pois sim eu amo esse gênero e ver um autora que traz esse gênero que tanto amo só MDS!!!
    Achei incrível o enredo da história, pois eu tenho uma queda por dominadores e apesar de tudo gostei da mocinha que não se deixa dominar e que vai crescendo com o desenrolar da história.
    Gostei que você fez um post único com toda a trilogia, pois ficou incrível e eu adorei ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Cris, como está?
    Nunca tinha ouvido falar dessa trilogia e confesso que não sei exatamente o que pensar desses livros, pois gente como esse protagonista dificilmente me desce porque não consigo aceitar que alguém culpe todo mundo das burradas que ele mesmo fez, se eu entendi bem o que tu disse. Mas como nunca li, não posso afirmar muito mais que a impressão que tive.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Sou super suspeita com essa história. Sou apaixonada por Sharker, e também pela Cristine. Não tem só sexo, loucuras... tem uma linda história por trás. Os livros são grandes sim, mas tem muito conteúdo, prometo que a cada página vocês serão envolvidas e levadas a se apaixonar pelo casal.
    Cris amei sua resenha! Muito obrigada e parabéns pelo trabalho no blog. Ah, já compartilhei no face: @Rebbeca Cruz e no insta também. Bjo bjo

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tudo supimpa? Mesmo não sendo nem de longe um fã de livros eróticos, não gostando das capas e nem dos temas abordados, fico feliz de chegar no seu blog e encontrar a resenha de uma trilogia nacional. Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Então, tô correndo de séries assim. Não sei porque histórias de homens que usam mulheres no jogo do sexo ou mulheres que claramente não tem um pingo de amor proprio e controle de si mesma estão me enchendo o saco. Gosto de livro eroticos, acho a dominação sexual e até emocional um grande objeto de estudo. Mas a romantização e a banalização que esses temas vem sendo abordados me dá medo porque vejo muita gente desejando coisas parecidas. Desculpa o desabafo! Beijos

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^



TOPO