Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

15 de fevereiro de 2017

Resenha: Uma Noite e Nada Mais.

Título: Uma Noite e Nada Mais.

Autora:
Whitney G.


Série:
 Reasonable Doubt # 1.


Editora:
Universo dos Livros.


Gênero:
 Erótico / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance.


Ano: 
2015. Idioma: Português.


Páginas:
 128.         


ISBN-13:
9788579308598


ISBN-10: 
8579308593


Skoob:
aqui.




Nesta série, a autora best-seller do The New York Times e do USA Today, Whitney Gracia Williams, mistura os mundos do Direito e da dança em uma narrativa apaixonante e erótica que vai fazer o leitor rir, chorar e querer (sempre) um pouco mais.
Andrew Hamilton é um advogado extraordinário que só se envolve com mulheres que conhece pela internet. Sua astúcia e beleza, porém, preservam um segredo do passado aquilo que fez dele o homem que hoje é. Seu lema com as mulheres é simples e direto: Uma noite e nada mais. Até o dia em que uma mulher especial entra em sua vida, fazendo-o rever suas convicções sobre relacionamentos e virando seu mundo de pernas para o ar...

Eu tento!

Juro que eu tento me manter afastada desse tipo de livro. Tento focar na imagem de boa moça e incorporar aquela história de ser bela, recada e do lar, mas quer saber? Não dá!

Não dá mesmo!!

Quando vi essa capa e li essa sinopse o meu lado piriguete literária foi a loucura, e adivinha só? Comprei!

Comprei mesmo! E comprei com gosto! 

Demorei um pouquinho para ler, mas deixa eu contar uma coisa para vocês, li esse livro em questão de horas!! Devorei com gosto e tenho que falar, me controlei muito para não pegar a continuação e seguir no embalo, até porque, se eu fizesse isso, poderia confundir as resenhas e não ia ser interessante.

Deixa eu sossegar aqui e contar um pouco da história do livro para vocês.

Vamos lá...

Andrew Hamilton ai ai ai que homem é um advogado de sucesso e influente, mas que tem um passado um tanto quanto obscuro e por conta disso não permite se envolver com as mulheres, mas não é por isso que ele deixa de ter suas alegrias semanais.

As mulheres na vida dele tem a consciência daquele famoso lema: Um Jantar, Uma Noite e Nada Mais

O que é interessante nesse livro, é que os encontros que Andrew delicinha arranjava eram todos pela internet, ou seja, ás vezes, na hora H quando ele ia ver, as coisas não eram bem como ele esperava, e por conta do seu problema do passado, ele tem um sério problema em relação a mentiras.

Atualmente em sua vida, Andrew só tem uma única amiga, Alyssa. Eles também se conheceram pela internet e nunca se encontraram pessoalmente, mas a ligação entre eles é tão forte que você já shippa o casal antes mesmo de seguir adiante na leitura.

Em um belo dia, o destino resolve mostrar para Alyssa que a nossa vovó sempre tinha razão quando falava que mentira tem perna curta e Andrew descobre quem realmente ela é, Aubrey, uma estudante. Com isso, uma relação enlouquecedora de amor e ódio se inicia deixando o leitor completamente envolvido na trama.

O livro é curto, com isso podemos perceber que de fato as coisas não são tão aprofundadas como deveriam ser, mas conseguimos ter uma ideia bem centrada da personalidade de cada um dos personagens em questão.

Para as feministas de plantão, tenho certeza que o Andrew vai ser um problema na realização da leitura dessa obra, pois ele é bom em tudo o que faz e ele sabe disso. Por conta disso, o mesmo não tem modéstia alguma. Sem contar que o seu lado macho alfa está sempre ativado e pronto para ação.

Como disse para a Ana (minha parceira de blog) enquanto lia esse livro, eu gosto muito dos mocinhos que não prestam haha, e acho que foi por isso que o Andrew me conquistou logo nas primeiras páginas do livro quando sua primeira resposta sarcástica entrou em cena.

A Alyssa / Aubrey também é uma personagem que me chamou muito a atenção, na verdade, no livro, não temos muitos personagens secundários, o foco está bem nos dois mesmo. Retornando, ela se mostrou ser uma moça forte e destemida que não abaixa a cabeça para o Andrew e para ninguém. Inclusive, tenho que dizer que o diálogo dos dois, seja por e-mail ou até pessoalmente, é o ponto alto do livro, ri demais.

Uma outra observação, aqui temos um livro erótico e minha gente, é quente... Oh homem que só pensa em sexo, meu Deus, pai!! A história pega fogo de um jeito que Minha Nossa Senhora das Calcinhas Molhadas é melhor não comentar muito.

Sobre a escrita da Whitney G., tenho que dizer que ela ganhou uma fã. Esse foi o primeiro livro da autora que li, e o li em questão de horas de tão simples, fácil e gostoso que é o seu jeito de narrar o texto que, por sinal, é todo descrito em primeira pessoa com a narrativa se alternando entre o Andrew e a Aubrey.

O trabalho da Universo dos Livros está impecável. A edição está simples, a capa do livro segue o modelo de capa original que é extremamente sexy e chamativa. O tamanho das letras estão bem adequados, assim como os espaçamentos e os parágrafos. Devo ressaltar que também não encontrei erro algum de revisão, mas tenho que elucidar algo que pode vir a ser um problema para algumas pessoas, mais precisamente para os "politicamente corretos": no livro consta muito palavrão, muito mesmo, entretanto, isso não é culpa da editora ou da tradução e sim por ser o jeito que a autora escolheu para retratar o Andrew, e tenho que dizer que isso deixou as cenas eróticas quentes pra... burro! gíria de mil anos atrás - rs.

Para finalizar, Uma noite e nada mais é um livro introdutório de uma trilogia que prende o leitor e o leva ao extremo das emoções, seja um riso desenfreado ou um arrepio de prazer.

O final do livro é enlouquecedor, o gancho perfeito para a sua continuação, na qual tenho a esperança de conhecer um pouco mais sobre o passado de Andrew.

Recomendo esse livro para os fãs do gênero, também para aquelas pessoas que desejam sair da sua zona de conforto e mergulhar de leve no gênero mais hot da força.

QUOTES
“Minhas regras são simples: Um jantar. Uma noite. Sem repetição.”

“Eu não tenho a menor ideia do que acabou de acontecer e apenas uma parte de mim gostou. A outra metade amou.”

"Só que dessa vez, eu não queria procurar uma próxima. Eu queria transar com Aubrey, repetidamente. Eu queria ouvi-la gritar um pouco mais alto, sentir seu corpo enrolado contra o meu, e ver o rosto dela enquanto eu me enterrava profundamente dentro dela."

"Eu já sentira algo assim antes e sabia que aquilo não levaria a nada além de infortúnio. O que eu sentia ainda não era profundo nem abrangente – ainda. Mas era real, e não havia nada que eu pudesse fazer para deter aquele sentimento."

– E se o verdadeiro motivo pelo qual não quero conhecê-lo é porque sou feia? 
– Tenho um bom pressentimento de que não é. 
– Mas, e se fosse? 
– Eu foderia você com a luz apagada. 
– Prefiro acesa. 
– Então, eu colocaria um saco de papel na sua cabeça. 
– O que?! – Ela explodiu em risos. – Você é ridículo! 

– Estou ocupado – respondi. 
– Então, por que atendeu o telefone? 
– Porque o som da minha voz deixa você toda molhada. 
– Engraçadinho. – Ela riu.

Assunto: pau desamparado. 

Bem, estou escrevendo para você neste exato momento porque acabei de pensar em quanta dor deve estar sentindo agora... Não conversamos sobre as suas transas há um bom tempo e isso me preocupa. Muito. Tipo, CHOREI por causa da sua falta de boceta... Lamento muito que tantas mulheres tenham te enviado fotos falsas e te causado um grave caso de inchaço nas bolas. Estou enviando os links de uma loção top de linha, na qual acho que você deve investir nas próximas semanas. 

Seu pau está em minhas orações, 

Alyssa.

Minha nota para o livro:

PS: No início da resenha, eu disse que esperaria terminar a mesma para ler a continuação para não misturar as histórias. Pois então, confesso que não consegui fazer isso. Já li o segundo livro também em questão de horas, e nesse momento estou na metade do terceiro. Deus segura essa minha compulsão por essa história!! haha :D

17 comentários :

  1. Olá!!
    Eu adorei esse livrooo! Li todos os três e fiquei apaixonada. Virou um dos meus favoritos.
    Achei a história bem original!
    Vou confessar que também adoro esse tipo de mocinho, hahah.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Nossa, você deve ter lido bem rapidinho mesmo, ainda mais se a história é boa.
    Gosto do gênero e acho que leria o livro. Só me desanimei que é série. Eles parece que só fazem série agora. Já tenho tantas para começar.

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Esse livro então está desrecomendado pra mim. Não gosto de romance hot. Acho que tudo fica tão banal que não consigo me sentir bem lendo.
    Esses romances na verdade dá universo não me chamam um pingo de atenção, até porque né, novinho gato, com certeza não me atrai 😂


    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii linda, tudo bem?
    infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse por isso irei pular a dica, mas os quotes escolhidos estão lindas e de tirar o fôlego.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Amei a resenha, foi bem empolgante ler seu relato é bem divertido também, mas ao contrário de você não gosto desse perfil de mocinho é o tipo de gente que prefiro manter distância incluindo nos livros

    ResponderExcluir
  6. Oi!!
    Eu sou exatamente como você, tento ficar longe desses romances eróticos da universo dos livros, mas não consigo, quando vejo eles na livraria os olhos brilham e acabo sempre comprando rsrsrs.
    Nossa Senhora do Balé Moderno ahahaha eu preciso de livro, preciso conhecer Andrew.
    Pela tua empolgação ao escrever a resenha dá para perceber que esse livro é mesmo maravilhoso.
    Quase morri rindo do "Minha Nossa Senhora das Calcinhas Molhadas" ahaha essa eu não conhecia.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Olha, o livro não me atraiu em nada. Não curto livros eróticos ainda mais com um protagonista macho alfa que só pensa em sexo... Fico com preguiça só de pensar em ler algo assim. E ainda tem os palavrões, que não curto encontrar em livros. Passo a dica, mas que bom que gostou.

    ResponderExcluir
  8. Oiii!

    EU não sou muito fã de livros eróticos mas sempre que vejo resenha fico curiosa para conhecer a obra.
    Gostei muito de saber que é um bom livro introdutório, quem sabe um dia eu leio...

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Gosto de livros eróticos, mas no momento não estou lendo nenhum. Esse eu não conhecia, então vou anotar a dica, porque me interessei bastante. Ah, eu não vejo nada demais em ter palavrões na história rs...

    ResponderExcluir
  10. haha, eu odeio livros eróticos mas a sua resenha para esse livro foi tão animada e divertida que até me deu vontade de ler, não sei se iria colocar essa vontae em prática pois acho que iria me incomodar com as cenas de sexo, acho que devia colocar esse meu lado de piriguete literária mais para fora, bjs kkk

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Primeiro que sou apaixonada pelo nome Andrew sei lá porque, segundo que as características do personagem me agradam e muito. Acho que são motivos o suficiente para sair correndo à procura do livro.
    Amei sua resenha divertida e mesmo já estando um pouco cansada de livros com essa pegada erótica, acredito que gostaria de ver essa mistura de dois universos bem distintos: direito e dança.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Eu li esse livro (li os três hahaha), quem disse que conseguimos esperar um pouco para começar rs. A história é viciante e o "delicinha" é maravilhoso.
    Parabéns pela resenha
    beijos
    Daya

    ResponderExcluir
  13. To louca pra ler Uma Noite e Nada Mais e ja me falaram que preciso de todos os 3 juntos pra ler, pq a historia é daquelas de tirar o folego e como sao pequenos, da vontade de ler um atras do outro loucamente hahaha.
    As capas sao um show a parte, acho lindas.
    Adorei saber a sua opniao, so aumentou a vontade de ler logo tudo.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Somos duas HAHAHAAH tentando ser bela, recatada e do lar, mas meu lado pirigótica GRITA. Quando li esse livro não sabia que tinha continuação, por isso quando terminei e vi que tinha um próximo fiquei com tanta raiva que esqueci da série HAHAHA mas pretendo voltar e logo os dois últimos de uma vez só. E concordo QUE HOMEM TEMOS AQUI <3
    Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. OI
    Eu adoro esse livro! Amo essa trilogia! E amo o Andrew e a Alyssa de paixão! São ótimos livros, super rápidos de ler, texto flui no tempo certo e quando a coisa pega fogo, pega fogo mesmo, sem meio termo! Quero muito ver mais livros da Whitney no Brasil, ela é diva, merece!

    Talita
    Viciados em Leitura

    ResponderExcluir
  16. oie!
    Eu já li essa trilogia e gostei bastante da história.
    Mas gostei mais do terceiro livro onde podemos entender mais o que está acontecendo.
    Uma leitura bem aproveitosa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  17. Oi! Morri de rir com o piriguete literária kkkkk
    Bom, que bom que curtiu, mas eu fujo de livros eróticos haha
    Não são a minha praia, apesar de estarem fazendo bastante sucesso ultimamente rs
    Espero que curta os próximos.

    bjs Papierllon

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^