Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

25 de outubro de 2016

Resenha: Histórias de Horror – O mito de Cthulhu.


Olá!!! Nana Garces, aqui, pra vocês!
E para trazer mais uma resenha, sabe, naquele clima dark que eu amooo!!!

Hoje queria bater aquele papo legal com vocês, porque além de resenha vou deixar umas sugestões, então se liga para ficar bem preparada pro Halloween! (AMO! E não, não É só pelos doces!).
Vamos enlouquecer um pouco? Hum? Hum? Hum? VAMOS!!!!



[H.P. Lovecraft]

Alguém aqui já leu H. P. Lovecraft? Se leu, sabe o que quis falar com enlouquecer, se não leu é bom ficar ligado aqui!

Para entender melhor quem é esse autor, vamos a apresentação: Howard Phillips Lovecraft nasceu em Providence, nos EUA, em 1890. Foi um escritor que revolucionou o gênero Terror e Horror, atribuindo elementos da fantasia e ficção científica. Lovecraft tinha como princípio literário o “Terror Cósmico”, que basicamente falava sobre como o ser humano não era capaz de compreender o conceito de vida e que haviam seres hostis no universo que eram contra as vontades dos homens. Suas histórias demonstram indiferença as atividades e crenças humanas, inclusive sendo pessimistas e cínicas, desafiando valores como Romantismo, Iluminismo, Cristianismo...

Lovecraft foi o responsável por criar um panteão de entidades anti-humanas que para quem tiver interesse, deixarei o nome de algumas dessas entidades para vocês procurarem: Shub-Niggurath, Nyarlathotep, Azathoth, Yog-Shothoth e o mais famoso Cthulhu e foi este que usaram para denominar o ciclo de histórias de Lovecraft como Cthulhu Mythos. Ele também foi o responsável por criar o famoso necronomicon, que pra quem curte um filme de terror já deve ter escutado sobre o necronomicon em Uma noite alucinante – o despertar do demônio.  

Lovecraft não teve muitos leitores em vida, mas sua reputação foi crescendo com as décadas e atualmente ele é considerado um dos escritores de terror/horror mais influentes do Século XX.

(~~E eu aqui querendo fazer sucesso com uma obra, ainda em vida! Kkkk~~)

Lovecraft não teve uma vida fácil, não vou me alongar contando a história dele, se quiserem saber mais indico o link da wikipedia (é sim, wikipedia! Está bem escrito, então, eu indico!) onde tem alguns fatos muito legais sobre ele e inclusive a biografia dele.

Resumidamente, ele era um prodígio, sendo que com 2 anos já recitava poemas e com seis anos já escrevia seus próprios. Porém, ele era também um menino muito doente. Alguns fatos marcaram muito a sua vida e quem ele foi, mas a verdade é que quando leio sobre ele e vejo a lista de obras de Lovecraft eu só penso que quem nasceu pra viver nesse mundo literário como ele cresceu e viveu, só poderia ter feito história. Ele inclusive ajudava com revisão, ghost-rider e foi jornalista.

Infelizmente morreu muito cedo, tendo apenas 46 anos, mas deixou uma lista de vários contos, algumas novelas e apenas um romance, O caso de Charles Dexter Ward. A lista completa das obras dele, vocês acham facinho na internet e aí é só buscar para adquirir.

[Resenha - Histórias de Horror – O mito de Cthulhu]

Mas não é sobre esse romance que quero falar, o livro que quero resenhar é uma coleção de obras-primas de H.P. Lovecraft, chama-se Histórias de Horror – O mito de Cthulhu. Foi impresso em formato pocket, pela editora Martin Claret. Nesse livro você vai encontrar 4 contos: O chamado de Cthulhu, O horror em Dunwich, Sussurros na escuridão e O assombrador das trevas.

É um livro curtinho, que se você não tiver problema com ler terror, vai ler tudo em uma sentada, mas se for como eu, que ama e odeia o terror ao mesmo tempo, pode demorar alguns dias pra respirar entre uma história e outra – risos. Especialmente pela linguagem usada pelo autor, não é algo simples e Lovecraft é muito cuidadoso com os detalhes de cada conto. O que deveria ser uma história rápida de se ler pelo número de páginas acaba se estendendo pela densidade dos contos.

Os personagens te instigam a embarcar com eles atrás das informações, você acaba sendo levado a indagar o que está acontecendo e por serem contos descritos em primeira pessoa, você sente que o texto foi feito para você, isso te coloca ainda mais próximo do personagem e mais dentro da loucura de Lovecraft.

Descobrir o que está havendo em cada história não é um trabalho nada simples porque toda a mitologia de Lovecraft é uma incógnita, você se perde pensando se essas entidades são deuses, extraterrestres, seres mágicos e pode chegar à conclusão que são e não são ao mesmo tempo. E a sensação que te resta no final é a de que você não sabe de nada, assim como os personagens.

É uma dica que nem precisa de crítica, Lovecraft é consagrado dentro da área de literatura dele e pra quem curte terror, horror, ficção cientifica eu recomendo com 5 (GRANDES) estrelas! Vale a pena, mas como falei, se prepare para uma linguagem mais rebuscada e para perder um pouco da sanidade!

“A maior condescendência que se pode encontrar no mundo, acho eu, é a incapacidade da mente humana de correlacionar todo os seus conteúdos. Vivemos em uma plácida ilha de ignorância em meio a negros e infinitos mares, e não está determinado que devamos viajar para muito longe.” O chamado de Cthulhu, H. P. Lovecraft.

Título: Histórias de Horror - O Mito de Cthulhu.
Autor: H. P. Lovecraft.
ISBN-13: 9788572328227.
ISBN-10: 857232822X.
Ano: 2011. Páginas: 200.
Idioma: Português.
Editora: Martin Claret.
Gênero: Terror / Literatura Estrangeira / Contos / Ficção.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse:
Seres de outras dimensões que no passado reinaram sobre o nosso planeta estão à espreita para reconquistá-lo! Poucos sabem disso. Artistas, pintores e escritores - almas sensíveis - vislumbram sua existência em sonhos ou em acessos de delírio. Grupos primitivos , por estranhas razões, os cultuam. E apenas alguns poucos homens, verdadeiros heróis eruditos, buscam pistas sobre essas criaturas e as estudam. São os únicos que podem nos proteger.
Numa mistura de horror e ficção científica, esse é o enredo da maior parte da produção de Howard Phillips Lovercraft, escritor norte-americano responsável pela criação do mito de Cthulhu, criatura até hoje cultuada por seitas diversas. Os contos de Lovercraft e suas criaturas tiveram tal repercussão que chegaram a influenciar bandas de rock, como Iron Maiden, Metallica e Black Sabbath.
Neste livro, reunimos alguns de seus contos mais importantes: O chamado de Cthulhu, O horror de Dunwich, Sussuros na escuridão e O assombrador das trevas.

[DICA EXTRA]

Os contos de Lovecraft fazem um trabalho incrível ao envolver o leitor na história e criar a sensação de estar dentro dela, mas se você quer mais, como uma experiência mais enlouquecedora, vale a pena procurar o jogo de RPG baseado na mitologia de Lovecraft.

O jogo se chama “Chamado do Cthulhu” que é obviamente baseado no conto de mesmo nome, nele vocês interpretarão pessoas comuns que se veem envolvidas pelos mistérios do mundo de Lovecraft.
Já tive essa experiência e vale muito a pena, é estar dentro de uma história de terror, estimulando você a querer descobrir o que está acontecendo, mas... cuidado pra não enlouquecer.

Boa perda de sanidade pra quem embarcar nos contos de H. P. Lovecraft e até a próxima!!!


Avaliação: 

20 comentários :

  1. Olá, eu amo o gênero terror, então foi ótimo poder conferir seu post. Eu nao conhecia o autor, mas fiquei fascinada pelo que li e imagino que tenha sido um prodígio mesmo. Com certeza irei procurar mais a respeito. Quanto ao livro, tenho certeza que iria ler rápido pois é um estilo que me intriga demais.
    Beijos, Fer www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não sou lá muito chegada nos livros do gênero mas às vezes acontece de me interessar por alguns. Foi o caso desse aqui! Eu ainda não conhecia o autor e nem os seus contos, mas pelo que vi na sua resenha eu vou gostar bastante. A capa do livro está bem sinistra e mesmo morrendo de medo eu sei que vou ler e gostar no final da leitura.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Confesso que não sou muito adepta ao gênero terror, mas nesse mês temático tenho visto várias dicas muito interessantes e gostei desse bate papo para saber mais sobre Lovecraft que desconhecia. O jogo também é bem interessante.
    Anotei a dica e vou tentar dar uma chance para a leitura.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá amore,
    Não curto muito terror não... massss... ás vezes abro uma exceção....
    Dos mencionados, não sei se nesse momento leria algum... mas, ainda assim parabéns pela resenha!
    Beijokas!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana
    Nunca li nada do autor, mas já ouvi falar horrores da sua escrita. hahaha
    Gostei muito do seu post. Claro e instrutivo, sem falar na dica de leitura. Gosto muito do gênero e espero sim ter oportunidade de ler um dia.
    Adorei a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Odeio livros de terror porque sou medrosa kkk mas esse você me dei uma coisa que gosto. Incógnitas. Para mim livros que nos deixam querendo saber mais com certeza merecem todo o carinho o mundo!

    ResponderExcluir
  7. Estou a procura de um livro que realmente seja de terror, por conta que andei lendo uns, e achei mais para suspense do que terror, quem sabe eu acabe dando uma chance a esse para livro e acabe me surpreendendo com a história!


    Blog dos Jovens Leitores

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?Achou um escritor de peso e digno para esquentar nosso Halloween. Apesar de conhecer suas obras nunca tinha parado para saber mais da história de vida dele é achei legal você falar sobre isso aqui. Também adorei a indicação do livro reunindo esses contos dele é claro que já quero meu exemplar.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Não li nada do Autor ainda.N a verdade apesar de gostar do gênero terror, leio pouco sobre ele. Este livro de contos parece uma boa oportunidade para conhecer o trabalho dele.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Adoro o gênero, mas ainda não conhecia o autor, como pode?
    Não tenho problema em ler livros de horror e se, são bem escritos, leio sem pestanejar em pouco tempo. Curti muito sua postagem, achei bacana conhecer o autor e a obra e super anotei a dica, pois, tenho certeza, que também gostarei e darei 5 grandes estrelas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu gosto muito de terror mas, infelizmente, não consigo gostar da escrita do autor. Essa densidade que você citou realmente é muito grande e deixa o livro extremamente maçante para mim. Infelizmente vou deixar essa dica de lado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, eu nunca li um livro de terror acredita? Sou muito medrosa mesmo mas morro de vontade de iniciar o gênero. Não sei se começaria por esse autor pela densidade que você citou. Vou procurar começar por algum livro do Stephen King, mas sem esquecer de dar uma chance pra um clássico do século XX como esse né?!
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu não gosto muito de terror, e confesso que o livro não me chamou a atenção. Por mais que seja uma leitura rápida, eu não vou conseguir ler o livro no momento, vou deixar para um outro momento.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Olá =)
    Eu não sou fã de terror, por isso por enquanto eu passo a dica. Mas a resenha está de parabéns. Beijos'

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu não costumo ler esse gênero e por isso não conhecia o autor, mas gostei bastante da sua apresentação dele. Sobre a obra, eu não sei se lerei, pois apesar de ter ficado curiosa, não ctenho o hábito de ler e também não sou muito fã de linguagem mais rebuscada. No entanto, vou marcar a dica e espero ler algum dia.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Nem amo, nem odeio livros de terror, só sou medrosa mesmo hahaha conheço o Lovecraft pela reputação dele, mas nunca me aventurei por suas obras, quem sabe um dia tomo coragem. Fiquei esperta com a indicação do jogo, amo! Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  17. Olá Nana,
    o gênero não me atrai muito, gosto de rir e não de ter ataques cardíacos kkkkk
    Gosto de um bom suspense e algumas histórias de terror até me atraem, mas prefiro os filmes que posso gritar e passa rapidamente, e por isso não conheço nenhum dos termos que você mencionou, pra ser sincera nem consegui pronunciá-los kkkkk
    Estou impressionada com o que vc contou do autor, um prodígio obviamente. Mas seus livros estão longe de me chamar a atenção.

    Beijos,
    Anne
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  18. Sou suspeito por que adoro terror, mas Lovecraft viaja muito bem em seus enredos, trazendo histórias que realmente te assustam e encantam pelo cuidado dado aos personagens. Já li essa coleção da Martin Claret, e são perfeitos.

    ResponderExcluir
  19. A unica coisa que li de Lovecraft foi um conto há alguns anos. Eu fiquei bem perturbada, mas a escrita dele é sensacional, não é atoa que sempre foi um prodígio. Não sou muito chegada em terror, mas tenho uma super curiosidade de ler algo dele, acho que eu poderia começar por esse.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, Nana

    Nunca tinha ouvido falar do autor, que pena que ele morreu tão cedo. Realmente ele é um prodígio, com dois anos eu só sujava a fralda! Hahahah
    Eu gosto muito do gênero, ainda mais quando a história consegue puxar a gente para dentro dela.
    Se eu tiver oportunidade com certeza darei uma chance, mesmo com essa coisa mais rebuscada.

    Beijocas

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^