Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

8 de julho de 2017

Resenha: Dragão de Gaia - Joe de Lima.

Título: Dragão de Gaia.
Autor: Joe de Lima.
ISBN: B06XW53TMV.

Ano: 2017. 
Páginas: 139.
Idioma: Português. 
Editora: Independente.
Gênero: Ficção Cientifica.
Categoria: Literatura brasileira.
Adicione ao Skoob.
Compre: aqui.

Sinopse:Orbitando o planeta Proxima III, Gaia é uma lua cheia de verde e de vida. Sob a organização da Iniciativa Gaia, a lua é uma imensa reserva ambiental, onde plantas e animais em risco de extinção podem viver livres e prosperar. Uma espécie, porém, precisa da ajuda da Iniciativa: os dragões.

Seguindo os passos de sua falecida mãe, o casal de irmãos Ayla e Luca Teoh decidem reunir uma tripulação e partir numa viagem para um planeta distante, onde esperam encontrar um dragão vivo, e levá-lo para a reserva. Pelo caminho, Ayla e Luca encontram inteligências artificiais, planetas oceânicos, animais raros e mundos diferentes, mas que ao mesmo tempo são semelhantes.

À bordo da nave Hermes, os Teoh vão partir numa jornada envolvente, que remete à Era de Ouro da ficção cientifica.



Olá pessoal, todos bem? Espero que sim!

Hoje vamos falar sobre um livro de ficção-cientifica, ou seria realismo mágico? Vou lhes contar a história e deixar que vocês decidam.

O livro da vez é de um autor nacional, um do qual já resenhei outras obras dele aqui para o blog, Joe de Lima, que têm plots - enrendo de uma história - bem interessantes. Mas, vamos de uma vez a história!

Somos apresentados há um novo mundo, vários para ser mais exata, porém, nossa história começa em Gaia, em uma lua cheia de vida - sim você entendeu certo - que é uma espécie de paraíso de biodiversidade. Um lar para várias espécies ameaçadas de extinção, e é nisso que os Teoh trabalham, indireta ou diretamente.


Luca Teoh é piloto da nave de turismo que visita Gaia - com o intuito de financiar a preservação da lua - e está estudando para se tornar um zoólogo feito a irmã, e então cuidar dos animais que vivem no local que ama como a uma casa. Ele é charmoso, jovem e tem muita facilidade em se comunicar e entreter, uma coisa que ajuda muito no seu serviço de guia turístico. Luca ama o que faz e a vida que leva, ele não tem grandes ambições para sua vida.

Por outro lado Ayla Teoh, sua irmã mais velha, é centrada, responsável e muito ambiciosa. Buscando realizar o sonho da sua mãe, já morta, ela almeja ir para um planeta distante da galaxia em que eles moram, e de seu planeta Proxima III. Como uma dedicada cientista que é, seu primeiro passo é convencer investidores de que essa viagem não é um completo suicídio e nem perda de tempo - como aconteceu com sua falecida mãe.

O maior desejo dos irmãos é encontrar um dragão, que seria o maior achado de toda a história cientifica e com isso não só honrar a memória de sua mãe, como tornar seus próprios nomes conhecidos. Assim sendo eles montam uma tripulação e a bordo da nave mais resistente e moderna, a Hermes, partem em direção há uma viagem rumo ao desconhecido.

Dragão de Gaia é uma história diferente de tudo o que já li, cheia de tecnologias avançadas, criaturas saídas de livros de fantasia - com grifos e dragões - e várias tipos de raças alienígenas, isso não fica explicito, mas quando se menciona pessoas azuis, lilases e etc, isso fica por conta da imaginação de cada um. Outra coisa interessante, é que não há nenhum tipo de barreira na história, e nenhum preconceito - que eu tenha notado - seja por cor, raça ou sexualidade. Se um personagem queria se relacionar com alguém ele o fazia, fosse do mesmo sexo, de outro ou mesmo outro planeta, sem nenhum drama ou encanação.

O livro é bem rápido, de fácil leitura e a história flui muito bem. A capa poderia ter ficado muito melhor, mas dentro da história que se propõe está dentro dos parâmetros. Cheia de aventuras, personagens divertidos e uma moral de pano de fundo Dragão de Gaia é a pedida para quem quer uma história de ficção-cientifica sem termos que vão fritar seu cérebro e com um toque de fantasia.

Classificação:

8 comentários :

  1. Oi Jes,nunca li esse, adoro livros sobre Dragões, adorei sua resenha me deixou curiosa.Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Obrigado por todo o apoio e por sempre falarem dos meus livros
    Valeu demais por mais essa força :D
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. olaaa
    não sabia sobre a obra, gostei bastante acho dragões criaturas fantásticas. Parabéns e muito sucesso

    ResponderExcluir
  4. Oie, Jess!

    Também não gostei muito da capa, mas se ela consegue atender ao que se propôs... é que não me parece uma capa que vá ajudar o livro. Mas, a premissa parece boa, quem sabe... Enfim, dica anotada!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Olá Jess,
    Já conhecia esse título, pois acompanho o autor em seu blog e gosto do que ele escreve. Tenho o ebook no meu Kindle, mas ainda não tive oportunidade de ler. Fiquei contente por conhecer suas impressões e por saber que o livro é rápido de ser lido e cheio de tecnologias, espero curtir quando ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica, tudo bem?

    Achei o enredo do livro bem interessante. Gosto dessas misturas que o Joe se propõe a fazer, colocar diferentes "espécies" em um livro não é algo fácil e nem tão pouco banal. Fiquei curiosa para ver como ele trabalhou os elementos. Acompanho o blog dele e sei o quanto a escrita é boa, então estou bem curiosa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem???
    Confesso que lendo a resenha considerei o livro mais para o lado de fantasia, do que ficção. Eu adoro ficção científica, mas a história em si, nã me cativou muito para a leitura... só desejo muito sucesso ao autor e que bom que a leitura foi satisfatória. Xero!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Imaginei, por causa dos dragões, que fosse fantasia. Mas, gostei de saber que era ficção, outro gênero que amo. Achei a premissa legal, e fiquei curiosa para saber como a história vai se desenvolver, já que há um misto de elementos, bem interessante, beijos!

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^