Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

20 de outubro de 2015

Resenha: Sombras do Medo.


Título: Sombras do Medo.

Autora: Camila Pelegrini.


Editora: Garcia Edizioni.


Páginas: 197.


Ano: 2014.


Idioma: Português.


ISBN: 978886549076-4

Em um futuro pós destruição em massa, provocada pelas guerras humanas e desastres naturais - para os quais os humanos também contribuíram grandemente - o mundo é dividido em 5 grandes regiões. Em cada uma delas vivem ordinários e singulares, pessoas com ambições completamente diferentes. Estes dominam o mundo. Aqueles tentam tão somente sobreviver.
E ao viverem dessa forma, a bondade beira à extinção. O caos reina em seu lugar, despertando forças malignas que há muito esperam para serem alimentadas.
A maior guerra de todos os tempos finalmente começa e a humanidade já se encontra em desvantagem.
E em meio a tanto ódio e destruição, será o amor capaz de afastar as Sombras do Medo?

Sabe quando você termina um livro e não tem a mínima ideia de como irá escrever a resenha do mesmo?

Então!

É o meu caso agora...

A minha vontade é de contar tudo, tudo e tudo... é discutir, falar, minha nossa gente: que livro!

Sombras do Medo conta a história do mundo e da sua população em um futuro bem distante. Imagine o mundo lá na frente totalmente devastado e habitado por seres humanos em sua minoria.

Água a vontade?

Comida Farta?

Árvores?

São direitos para poucos, por isso, foi feita uma grande divisão no mundo e cinco grandes capitais foram fundadas. Sendo que, dentro do seu território vivem os singulares, aqueles que possuíam todas as regalias e a proteção das grandes muralhas que custaram a vida de muitos ordinários; estes que são o povo trabalhador que vive do outro lado da muralha lutando diariamente para sobreviver.

Ordinários queriam a sobrevivência. Singulares queriam o mundo para si. Tinham propósitos diferentes.

Anabele, nossa protagonista é uma ordinária que não se conforma com a situação do mundo atual e de seu modo ela tenta ajudar todos ao seu redor. Devo dizer que a Ane é uma das personagens mais altruístas que conheci até hoje na literatura, e acredite, me encantei com ela logo no início. Ela não tem aquelas características de mocinhas indefesas, fresquinha, não, ela é uma guerreira que luta dia-a-dia para sobreviver e pela vida daqueles que ama. Assim como ocorreu com Henry, o forasteiro gato que trabalha com sarcasmo e bom humor ao seu lado. Ele pode ser um cretino, seu jeito irrita, mas ao mesmo tempo ele é um fofo e ganhou meu coração.

- Não deveria, mas acho que é inevitável apaixonar-se por você.

A vida dos ordinários já não é fácil tendo que lidar com o sol escaldante, calor intenso, miséria, fome e a sede. Imagine adicionar nessa equação o medo?

Pois é, ninguém sabe o que acontece, de onde vem ou o por que, mas simplesmente pesadelos tenebrosos passaram a dominar o sono da população e ordinários começam a desaparecer logo após gritos assustadores serem ouvidos e a temperatura cair bruscamente. 

Quem está fazendo isso? São os singulares? É o fim do mundo? Todos morrerão? Para onde os desaparecidos vão? Quem são aquelas criaturas? Que pesadelos são esses?

 E agora era a última chance.
Enquanto não olhassem para dentro de si, estariam em desvantagem.
Enquanto não conhecessem suas forças e reconhecessem suas fraquezas estariam fadados ao fim.
E o fim já havia começado.

São tantas, mais tantas perguntas que se eu escrevesse aqui, acho que deixaria vocês doidos e estragaria completamente a leitura dessa obra incrível para vocês.

Sombras do Medo chegou até mim através do Book tour que a Camila promoveu. E, é a segunda distopia que leio na vida.

Não é mentira quando digo que não sei descrever os meus sentimentos enquanto eu lia o livro, porque o leitor é totalmente envolvido pelo enredo. No início quando ninguém está entendendo nada do que está acontecendo, você também não entende e solta interjeições no estilo: "Como Assim?" ou "Não é possível!" ou "Ai Jesus, não pode ser..." Sim, essa era eu lendo Sombras do Medo.

E isso tudo só aconteceu porque a Camila, conseguiu criar nesse mundo distópico um misto de gêneros que consegue agradar todo e qualquer leitor. Pois ela nos proporciona uma história de aventura, suspense, mistério e romance que te prende do início ao fim. Em sua escrita simples e envolvente, o livro é narrado em terceira pessoa e conta as visões de várias personagens o que nos dá a oportunidade de ver e entender a situação como um todo, seja pelos singulares ou pelos ordinários.

Intensidade gera expectativa. Expectativas geram decepções.
Razão era conforto. Emoções significavam riscos.


Os personagens são cativantes, não importa se seja o mocinho sarcástico, ou a mocinha altruísta, ou a mãe conselheira, o melhor amigo apaixonado ou até mesmo o infeliz do "dono" do mundo. Todos os personagens tem a sua essência e a sua importância.

Obrigada por me mostrar que somos tao menos do que pensamos ser e que temos tanto mais a aprender.


Mas falando sinceramente, o que eu mais gostei no livro foi a mensagem que ele conseguiu passar do início ao fim. Esse mundo futurista que ela criou, querendo ou não pode até se tornar uma realidade, deixando claro que estou falando da situação do planeta Terra e não dos demais pavores que acontecem, que por sinal, ainda quero descobrir como uma mente conseguiu imaginar algo tão diferente e assustador assim, mas voltando... A lição que aprendi com Sombras do Medo é de que o próprio ser humano arca com as consequências das suas escolhas. Atualmente estamos tendo um descaso tão grande com a natureza que dá até dó. Aprendi na escola que todos os recursos naturais são escassos, a Camila mostrou isso no livro para nós e apresentou também o que acontece quando os perdemos em decorrência de atitudes como  as nossas atuais.

O livro nos mostra que o nosso futuro é traçado através do nosso presente, por isso, temos que ser mais conscientes com as nossas atitudes perante a natureza e saber valorizar e agradecer o que temos em mãos, pois um dia podemos não ter mais, como em alguns lugares do mundo já são escassos.

Mas de certa forma, se você analisar, o ser humano é um ser egoísta e o descaso não está só na natureza, mas sim também com a sua própria espécie. Olha o tanto de assassinatos, roubos, estupros, olha a desigualdade social gritante que existe. Uns tem tão pouco e outros tem em excesso... é para isso que temos que abrir os olhos, para as nossas atitudes como seres humanos.

 Talvez um dia a gente deixe de alimentar o caos e passe a alimentar a vida.

Agora, voltando a falar do livro, recomendo a todos vocês a leitura e espero do fundo do meu coração que apreciem com a mesma intensidade que eu o fiz. Tanto que teve momentos nos quais ri, momentos nos quais roí as minhas unhas e outros momentos nos quais chorei absurdamente e quis "matar" a Camila por ter feito isso comigo. Até briguei com ela pelo facebook! rs

Vou deixar aqui para encerrar a resenha uma frase que na qual acredito tanto, mas tanto e que quando li no livro, me emocionei até por ver que tem outras pessoas que tem o mesmo pensamento e amor aos animais.

- Antes fôssemos mais cachorros do que humanos.


Para quem não sabe, vai ter uma segunda edição do Sombras.... aeeeeeeeee!!!

Dessa vez, o livro será lançado pela Editora Arwen e já se encontra em pré-venda nesse endereço aqui.

A capa do livro dessa nova edição está maravilhosa e na minha opinião, bem mais condizente com toda a história do livro.



Sem contar que, essa nova edição vem com acréscimo de novos capítulos, uma nova revisão, uma nova diagramação... tudo novo para tornar aquilo que já era bom, muito melhor. Preciso dizer que quero reler o livro nessa nova edição? Não né...

Então comprem, leiam e se deliciem, porque tenho certeza que essa história vai fazer você ponderar muitas das suas atitudes consigo próprio, com o mundo e com os demais seres.

Minha nota não poderia ser menos que:




Espero de verdade que tenham gostado, me desculpem pela empolgação excessiva e eu gostaria novamente de agradecer a Camila Pelegrini pela oportunidade de participar desse projeto incrível.

Por hoje é isso, não deixem de comentar e até a próxima...


11 comentários :

  1. Oláá Mayara, tudo bem??
    Nossa, eu havia visto a capa dessa segunda edição na fanpage da Arwen senão me engano, achei ela muitooo top, porém gostei muito também da primeira (não sei se a capa combina com a história, mas curti muito a capa da primeira edição rsrs)
    Fiquei muito curiosa para ler o livro pela premissa e após a resenha posso afirmar que eu preciso ler esse livro! *O*
    Espero apreciar a leitura tanto quanto você disse ter gostado! haha
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
  2. Poxa vida, Mayara, o que você fez com meu coração? hahahahha
    Que resenha linda!!!!!!
    Tão bem escrita, tão caprichada, mas mais do que isso.. tão cheia de sentimento!
    Fico imensamente feliz pelo Sombras ter despertado coisas boas em vc.

    Amei, amei, e muito obrigada!
    Ps: Minha mãe lê tods as resenahs, e chorou com a sua hahaha <3

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Em primeiro lugar, parabéns pela resenha, está ótima!
    Vi esse livro nos lançamentos da Arwen e só de ler a sinopse já queria ler. Agora, após ler sua resenha, tenho certeza que preciso lê-lo, pois a história tem todos elementos que me agradam.
    Espero lê-lo em breve.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom?
    Adorei a resenha. O livro me interessou muito. Mais um para minha lista de próximas leituras!
    Abçs,
    Arthur.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    eu AMO distopia e sempre que leio uma fico como você, sem saber o que falar porque quer falar muito rs. Já quero pra ontem esse livro, pois ele reune tudo o que eu gosto. Um universo desigual, marcado por lutas diárias e intensas e uma protagonista que não faz a mocinha indefesa. Adorei a dica, bjus!!!
    http://www.lendoaestante.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Acho que nunca li distopia na vida :o
    Como vc amou esse acho que vai ser com esse que vou começar rsrs
    Adorei essa capa da editora Arwen
    Amei sua resenha

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    A capa não tinha me chamado a atenção, mas na hora que li sua resenha, fiquei desesperada por esse livro!
    Adoro distopias, e ainda mais quando o mundo é dividido assim por classes, e nesse parece ser completamente diferente daquelas distopias cliches <3
    Estou in loves com esse livro, e preciso ler!
    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    A capa me chamou muito atenção e a premissa me agradou bastante. Adoro livros que tem essa temática e com certeza quero tê-lo em minha estante.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá. Fiquei muito curiosa pela premissa e por causa dos personagens em principal. Fiquei bastante curiosa e a capa é muito linda o que me chamou ainda mais atenção.
    Espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá

    Vi o livro em vários posts de lançamentos da editora, já tinha gostado da sinopse sua resenha é a primeira que leio, fiquei com mais vontade de ler o livro, espero fazer isso em breve.

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é incrível. Li na primeira edição e mal vejo a hora de ler na segunda, que segundo a autor tem algumas coisas extras.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^