Autores Livros Entrevistas Filmes Games HQ's Mangás Wattpad Sagas Seriados

21 de abril de 2015

Resenha: Paixão Sem Limites.




Título: Paixão Sem Limites
Autora: Abbi Glines
Série: Sem Limites
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Ano: 2013
Idioma:  Português
ISBN-13: 9788580412208
ISBN-10: 858041220X




Ele podia ter tudo que quisesse. Menos ela.

Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.





Em Paixão Sem Limites é contada a história de Blaire e Rush, um casal de jovens adultos totalmente opostos, que tinham tudo para dar errado, mas que se apaixonam e tudo muda.

" Você é tudo aquilo que um cara como eu deve ficar longe. Eu não sou a pessoa certa pra você."
 Blaire é uma garota que passou por grandes perdas em sua vida e a mais recente foi a morte da sua mãe. Sendo assim, a única pessoa que lhe resta é o seu pai, homem que a abandonou quando mais nova. Por ser seu único parente vivo, Blaire tem que recorrer a ele para tentar recomeçar a sua vida, mesmo que por pouco tempo e eis que surge Rush em sua vida.

Rush é o tipo badboy mimado, filhinho de papai que vive a base de festas e mulheres, mas que tem uma paixão enorme pela sua irmã. Sua vida não foi tão fácil também, seu pai um astro de rock famoso e sua mãe uma sociality que estava pouco se importando com os filhos. Sendo assim, a sua família se resumia a ele e seus irmãos.
"Você não foi feita para alguém como eu. Eu nunca neguei a mim mesmo nada que quisesse, mas você é doce demais. Desta vez tenho que dizer não a mim mesmo."

O destino dos dois se unem por Rush ser filho da atual esposa do pai de Blaire. O início desse casal não foi nada fácil, a chama do desejo estava lá? Sim. Mas a sombra do passado também estava, assim como um erro de julgamento e a grande possibilidade do passado influenciar no presente da pior forma possível.

Que eu adoro clichês todo mundo sabe, esse livro me lembrou bastante Belo Desastre quando li, a menina certinha e o menino "malvado", um casal imperfeito que faz você se apaixonar e querer que eles fiquem juntos a qualquer custo.

A escrita da Abbi Glines te prende de tal modo que quando você vê puff, o livro acabou. Esse livro é classificado como New Adult e possui umas cenas hot que deu um certo calorzinho... sim o senhor Rush é quente (hahaha), mas nesse ponto que me pegou um pouco, sou muito chata com palavras em livros sabe e achei que algumas palavras da tradução foram um pouco desnecessárias, deixando a cena hot um pouco chula (sou chata confesso, me julguem!).

Posso dizer que me surpreendi com o final do livro, chorei demais (sim, eu sou chorona) e queria desesperadamente o segundo para continuar a história e ver o que ia acontecer. Sério gente, se vocês forem desesperados como eu, não leia o primeiro livro sem ter o segundo em mãos porque minha nossa... o final é de matar.

 "Todo mundo sempre diz que o amor era suficiente. Não era. Não quando a sua alma se despedaçou."

Para finalizar posso dizer que recomendo sim a leitura, mas apenas para aquelas pessoas que gostam de um clichêzinho básico, porque esse livro é o típico clichê. Os personagens são apaixonantes, exceto a Nan (irmã do Rush), Georgiana (mãe de Rush) e Abi (pai de Blaire). Sabe aquele livro que você quer continuar a ler e ler e ler até encontrar o felizes para sempre. É esse!

Gostaram da resenha? Já leram? Querem ler? O que me dizem?


 

7 comentários :

  1. Olha, como vc, não gosto de pegar livro sabendo que tem continuação, sempre quero logo tudo. Inclusive por às vezes perdermos o pique da leitura. Estou sedenta pela Continuação de As crônicas das irmãs bruxas e nadinha... Esse livro, já li algumas resenhas, achei até legal, quem sabe mais pra frente eu consiga lê-lo.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Bem, eu gosto de livros clichês, e os de romance são os meus preferidos, no entanto, de um tempo para cá, esse gênero tem me decepcionando, pois os escritores fazem do amor uma coisa banal e padronizada. Eu estou remando para ler Belo Desastre, pois odiei a personagem principal e odiei ainda mais o bad boy - aliás, por que as meninas se apaixonam por bad boys, caramba? E os nerds? E os antisssociais? E os carinhas comuns que são invisíveis? Chato demais.
    Enfim, gostei bastante da sua resenha, como sempre, você sabe do que etá falando. Mas eu não leria esse livro.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oláá
    Faz um tempinho que conheço o livro mas ainda não o li porque não tenho, porém, sempre tive uma pequena curiosidade, afinal, ouço bastante elogios e sua resenha conseguiu me deixar mais curiosa, então, espero ter oportunidade para ler em breve, que bom que gostou ;)

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Catharina
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    faz um tempo que leio bastante resenhas sobre ele, mas ainda não li e nem busquei saber muito mais dele além das resenhas, primeiro por que eu to fugindo dos clichês e segundo por que não consigo de forma alguma gostar da personagem. Ela me faz pensar que todas as mulheres são iguais. Idiotas que tendem a gostar do cara errado .-.
    Bem, sua resenha está boa, acho que quem gosta do tipo vai curtir, vai não é para mim.
    Beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Mayara, tudo bem?
    Ahhhhh esse livro...
    Amei, apesar de achar o Ruch meio babaca, rsrs, uma babaca lindo é claro!
    Preciso ler o Amor Sem Limites logo, as resenhas que li prometem fortes emoções!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  6. Hey, tudo bem?

    Como eu gosto de um clichê básico para alegrar um pouco eu completamente toparia essa leitura, mas desde que eu mante-se isso em mente porque se não acho que eu poderia me decepcionar bastante. Mas pelo jeito é sim uma leitura agradável e sei que quem gosta é realmente doido pela série.

    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir

Agradecemos por comentar! ^_^